A Time Out na sua caixa de entrada

Mário Laginha, orquestras académicas e poesia: juntos por Moçambique na Aula Magna

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Mário Laginha, Valter Lobo, Ricardo Toscano e Beatriz Pessoa juntam-se a orquestras, coros e tunas académicas para apoiar as vítimas do ciclone Idai, que atingiu a região centro de Moçambique a 14 de Março e é já considerado pela ONU “a pior tempestade de sempre no Hemisfério Sul”.

Na próxima sexta-feira, 5 de Abril, a Aula Magna acolhe o evento solidário “Universidade por Moçambique”, para angariar fundos para ajudar o país africano a tratar os feridos e a reconstruir a cidade da Beira, a mais afectada pelo ciclone Idai e pelas cheias que se seguiram. 

A abertura de portas está marcada para as 20.30. Ao todo, são quatro artistas nacionais e quatro grupos académicos: a Orquestra Médica de Lisboa, o Coro Médico de Lisboa, a Tuna Académica de Lisboa e a Orquestra Académica da Universidade de Lisboa. O programa inclui uma récita, pelo actor Vítor d'Andrade, de poemas de Mia Couto, escritor moçambicano nascido na Beira.

O bilhete tem um custo de 7,50€ e pode ser adquirido através da Ticketline. A receita do evento reverterá integralmente para a campanha de solidariedade da Cruz Vermelha Portuguesa.

+ Saiba como ajudar as vítimas do ciclone em Moçambique

+ Concertos em Lisboa em Abril

Últimas notícias

    Publicidade