A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ferragial
Fotografia: Mariana Valle Lima

No novo Ferragial de Lisboa cultivam-se cabelos saudáveis

O Ferragial é o novo projecto de Hugo Offerman e Josie Georgia, com mais de 20 anos de experiência. Apostam em cuidados naturais, produtos sustentáveis e preços justos.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Hugo Offerman conhece Josie Georgia há muitos anos. Em 1999, quando começou a sua carreira, foi precisamente no salão do Facto, marca co-criada pela hair stylist londrina. Agora, passadas mais de duas décadas, decidiram abrir juntos o Ferragial, na rua com o mesmo nome, um cabeleireiro com preços justos e produtos naturais. Nunca tive um negócio, ela já teve muitos. Decidi ir buscá-la ao Porto, para o fazermos juntos”, conta Hugo, por entre olhares cúmplices com a sócia e amiga.

Procuraram pouco até encontrarem o número 24 da Rua do Ferragial. Decidiram ficar no espaço sem sequer ver o interior. Era um bunker, dizem. Escuro, sem electricidade nem canos, foram precisas várias obras. Mas, com a consultoria criativa dos estúdios Joana e José, ficou “tal e qual como se idealizou”. Além do ar rústico, cortesia das paredes em pedra, que o dono quis manter, sobressaem as cores pastel, o espelho redondo no lounge e as plantas sobre o sistema de iluminação principal.

Ferragial
Fotografia: Mariana Valle Lima

Abertos há cerca de um mês, ainda estão a afinar a decoração e a perceber como identificar o Ferragial na fachada, mas só trabalham com marcação. “Temos a agenda bastante ocupada”, confessa Offerman, orgulhoso, antes de nos falar da oferta de serviços. “Os preços não são baseados no género, mas na especificidade de cada cabelo. O curto, por exemplo, que não precisa de um brushing, fica a 35€. Se for comprido, fica por 45€.” Além de cortes, fazem também tratamentos (15€-25€), penteados simples (40€), coloração (35€-45€) e madeixas (15€-90€).

“Não fazemos alisamentos nem permanentes. Mas o que fazemos, fazemos bem, independentemente de ser mais conservador ou mais alternativo”, promete Offerman, destacando o trabalho de consultoria, que faz parte do conceito do Ferragial, onde são privilegiados os produtos sustentáveis da Authentic Beauty Concept, uma marca premium holística, que aposta em fórmulas com combinações especiais de extratos naturais purificados. “A maior parte é vegan e são todos livres de silicones, sulfatos, parabenos, óleo mineral ou corantes artificiais”, explica Josie. “Para coloração, uso a gama Pure Shades da italiana Mowan.”

Ferragial
Fotografia: Mariana Valle Lima

Há trabalhos de coloração, explica Hugo, que ainda não são possíveis fazer apenas com produtos vegan. “Nesses casos, podemos usar L’Oréal e Schwarzkopf, por exemplo, mas é bom haver opções. Apesar de não ser vegan, como a Josie, sou simpatizante e o caminho passa por aí, por produtos cada vez mais sustentáveis.” No futuro, quem sabe. Por agora, o foco está em manter um serviço de referência. A equipa até já está a crescer. Além de Rony Henrique, também Miguel Leones se juntou recentemente a Josie e Offerman.

Rua do Ferragial 24. Por marcação.

+ Conheça estes cabeleireiros sustentáveis em Lisboa

+ A nova edição da Time Out Lisboa já está nas bancas

Últimas notícias

    Publicidade