A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Oven Restaurante
Gabriell VieiraOven Restaurante

No Oven a cozinha indiana é tradicional, mas moderna

A Rua dos Fanqueiros ganhou um novo restaurante indiano com influências do Nepal. No Oven, a cozinha é sofisticada, mas os pratos são feitos num tandoor.

https://media.timeout.com/images/105800010/image.jpg
Escrito por
Margarida Coutinho
Publicidade

Aos 23 anos, Hari Chapagain trocou o Nepal pela Europa. Passou pela Alemanha, por Espanha e, em 2015, criou raízes em Portugal. Seis anos depois – e com uma passagem pelo Yakuza, do chef Olivier, pelo meio – conseguiu finalmente concretizar o seu sonho: abrir o seu próprio restaurante. Chama-se Oven, fica no número 232 da Rua dos Fanqueiros e foca-se numa cozinha indiana moderna e sofisticada.

“Sempre quis abrir um restaurante indiano com um conceito diferente, porque em Portugal a maioria dos restaurantes indianos são muito tradicionais e queria mostrar que também é possível ter uma cozinha indiana mais moderna”, explica o chef Hari Chapagain. Esta modernidade é visível através da decoração sóbria, dos pratos trabalhados e dos pormenores decorativos.

Oven Restaurante
Gabriell VieiraPrawn kataifi, camarão frito marinado com bacon e kataifi

Tal como o nome indica, a estrela do restaurante é um forno, conhecido na Índia como tandoor. É lá que são cozinhados muitos dos pratos do menu – dos famosos pães naan (2,95€-4,95€) ao frango ou borrego.  “Este forno foi feito de propósito para o Oven e demorou quatro meses a chegar da Índia”, conta o chef e proprietário do espaço. Já directamente do Nepal chegou parte da loiça utilizada – outra foi encomendada ao ateliê de cerâmica português, Studioneves.

Aqui encontra pratos típicos como o butter chicken (10,95€), frango com manteiga cremosa, amêndoa, molho de tomate e especiarias, ou o tikka masala (10,95€-14,95€), com cajus, amêndoas e molho de natas cremoso. Mas também há uma longa lista de pratos que fogem ao tradicional. É o caso do goan salmon (14,95€), salmão com leite de coco, especiarias, molho de tamarindo, caril e um toque de sementes de mostarda, ou do special goat curry (14,95€), cabra cozinhada lentamente em lume brando, acompanhada com molho de caril nepalês caseiro. Já o arroz tem de ser pedido à parte e pode escolher entre o basmati (2,95€) e o pilau basmati (3,95€). O extenso menu inclui ainda seis opções vegetarianas que podem passar a vegan, basta pedir ao chef.

Oven Restaurante
Gabriell VieiraGoan salmon, salmão com leite de coco, especiarias Oven, molho tamarind, caril e um toque de sementes de mostarda

Se quiser ficar só pelas entradas também fica bem servido, já que as doses são generosas. Pode provar, por exemplo, o prawn kataifi (9,95€), camarão frito marinado com bacon e kataifi, ou o chicken safari (6,95€), frango marinado com iogurte, hortelã fresca e ervas nepalesas. Caso o picante não seja a sua praia, aqui está a salvo. Só há três pratos assinalados no menu como picantes, o resto pode sempre pedir para aumentar ou diminuir conforme o seu gosto.

Entre as bebidas encontra o tradicional mango lassi (3€), assim como uma lista de cocktails de autor. “Não é muito comum haver cocktails nos restaurantes indianos, mas testámos várias receitas e chegamos a resultados que combinam bem com a comida”, explica o chef nepalês. Exemplo disso é o redmoon (8€), com Jim Beam, Solerno, xarope de canela e clara de ovo, ou o purple rain (10€) com Bombay Sapphire, Bitter Truth Creme de Violet, clara de ovo e refrigerante.

Oven Restaurante
Gabriell VieiraRedmoon, com Jim Beam, Solerno, xarope de canela e clara de ovo

Por agora, só é possível provar estes pratos sentado à mesa do Oven já que ainda não está nos planos do chef Hari Chapagain adicionar as opções de take-away ou delivery.

+ O Red Frog entrou no Plano com uma carta de cocktails exclusiva

+ Fauna & Flora chega à Linha com panquecas e vista para o mar

Últimas notícias

    Publicidade