A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Mão Morta
© Patrícia MartinsMão Morta

Novo espectáculo multimédia junta Dante, Dalí e músicos portugueses

‘Trilogia de Dante: a Arte de Dali & a Música Contemporânea’ é uma exposição e uma série de concertos. Para ver no sábado, 9 de Outubro, no Armazém 16, em Marvila.

Escrito por
Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Dante Alighieri, Salvador Dalí, Teresa Salgueiro, Tó Trips e os Mão Morta entram num armazém. Parece o princípio de uma anedota, mas é o resumo de possível de Trilogia de Dante: A Arte de Dali & A Música Contemporânea, um espectáculo imersivo agendado para 9 de Outubro no Armazém 16.

Concebida pelas promotoras Art for You, com trabalho desenvolvido em torno das artes visuais, e Soundsgood, ligada à música, esta “experiência imersiva” – para usar as palavras da organização – é ao mesmo tempo uma exposição e uma série de concertos, com um tema em comum: a Divina Comédia de Dante, que morreu há 700 anos.

Primeiro há um percurso expositivo, composto por três núcleos: o Inferno, o Purgatório e o Paraíso. Nesta exposição imersiva, com uma componente cénica e sonora, serão projectadas ilustrações de Salvador Dalí que remetem para a Divina Comédia.

Este trajecto desemboca num palco, onde vão tocar três nomes importantes da música portuguesa: a cantora Teresa Salgueiro, ainda hoje lembrada pelo seu trabalho com os Madredeus; o guitarrista Tó Trips (Santa Maria, Gasolina Em Teu Ventre!, Lulu Blind, Dead Combo, lenda); e por fim os Mão Morta, banda fundamental do rock português desde os anos 80.

No dia do espectáculo, as portas do Armazém 16, em Marvila, vão abrir pelas 16.00 e os concertos devem começar algum tempo depois, mas ainda não foram definidas as horas exactas. Os bilhetes serão colocados à venda a partir deste sábado, 7 de Agosto, na Ticketline e nos locais habituais.

+ FUSO 2021: festival de videoarte regressa a Lisboa no final de Agosto

+ Primeiro Soundflower Fest traz Hercules and Love Affair a Portugal

Últimas notícias

    Publicidade