Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Novo restaurante de Ljubomir no Bairro Alto abre esta quinta-feira
Notícias / Comida

Novo restaurante de Ljubomir no Bairro Alto abre esta quinta-feira

Ljubomir Stanisic
Fotografia: Arlindo Camacho

Chama-se 100, mantém-se um restaurante de fine dining mas o menu nada tem a ver com antigo restaurante umas portas ao lado, que fechou na segunda-feira.

A abertura do novo restaurante de Ljubomir Stanisic no Bairro Alto era há muito esperada e a Time Out noticiou até uma abertura iminente na Primavera de 2018. O processo atrasou-se, dando até tempo ao chef jugoslavo de fazer mais uma temporada do programa de televisão Pesadelo na Cozinha na TVI, mas a espera acaba esta quinta-feira à noite, o primeiro dia em que servirá jantares no número 39 da Rua do Teixeira.

“Quero que as pessoas tenham emoções fortes no meu restaurante. Ou me vão chamar avariado dos cornos ou vai ser uma marca diferente em Portugal”, afirmava Ljubomir numa entrevista em Abril de 2018, descrevendo a linha que gostaria de seguir neste novo restaurante, onde o produto e, especialmente, os produtores vão estar em destaque. “Vai ser um pouco um espelho da minha vida – já nem é um espelho da minha cozinha”, explicava sobre o 100 em entrevista ao jornal Público, em Outubro.

No menu de degustação já afixado à porta do restaurante, onde o chef tem estado com as mãos na massa nos últimos dias, percebe-se que aqui irá contar uma “história” – é esse o nome do menu. Na mesma entrevista, Ljubomir explicava que seria uma reflexão sobre a infância, mas também sobre a sua vida pela Europa, os sítios onde viveu, onde gosta de comer. “Vai ter histórias puras e duras, coisas do meu pai, a única receita que ele cozinhou até hoje, a única coisa que comi dele na vida, quero cozinhá-la, quero homenageá-lo”, revelou, referindo-se a uma cabeça de vaca assada no forno.

Este primeiro menu divide-se em “capa”, um couvert com o pão típico da Bósnia, “prefácios”, que é como quem diz os snacks iniciais, onde há beterraba com coentros, uma reinterpretação de lampreia à minhota, tártaro de carabineiro, uma “bola de fogo” com polvo, especiarias e picante e o “charuto de Saravejo”.

Há outros cinco momentos: a introdução, o 1.º capítulo, onde trabalha o lingueirão, cavala e tubérculos, o 2.º capítulo, com salmonete, língua de bacalhau ou cabeça de vaca – a tal –, o posfácio e a conclusão, com três sobremesas.

O menu (110€, sem bebidas) é sujeito a alterações devido à sazonalidade e disponibilidade dos ingredientes. 

Rua do Teixeira, 39 (Bairro Alto). 91 091 8181. Seg-Dom 19.00-02.00 (a cozinha encerra às 22.30).

+ Os melhores restaurantes no Bairro Alto

Publicidade
Publicidade