Os melhores restaurantes no Bairro Alto

Nas ruas mais boémias da cidade também se come bem. Estes são os melhores restaurantes do Bairro Alto
Ingri, um dos pratos do Tantura
© Arlindo Camacho Ingri, um dos pratos do Tantura
Por Mariana Correia de Barros e Catarina Moura |
Publicidade

Corremos o Bairro Alto e cruzámo-nos com mais de 100 restaurantes pelo caminho, nem todos merecedores de nota, é certo. Da cozinha de autor ao restaurante israelita, estes são os oito melhores restaurantes no Bairro Alto.

Recomendado: Os melhores restaurantes na Lapa e na Madragoa

Os melhores restaurantes no Bairro Alto

1
Trufa Branca no 100 Maneiras
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

100 Maneiras

icon-location-pin Bairro Alto

Nasceu em 2009, com um menu de degustação único, em que o irreverente Ljubomir Stanisic mostra o seu lado mais autoral em criações originais. Neste seu laboratório, cada prato é uma viagem de sabores portugueses – tem feito um trabalho cada vez mais próximo dos fornecedores nacionais. Em breve o 100 Maneiras fecha portas e o chef abre um novo restaurante, com um novo conceito, no número 39 da mesma rua. Vai chamar-se 100.

+ Novo restaurante de Ljubomir Stanisic no Bairro Alto está quase a abrir

A Time Out diz
2
Casanostra - Burrata
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Italiano

Casanostra

icon-location-pin Bairro Alto

Os anos que passam e têm deteriorado o Bairro Alto têm deixado incólume o Casanostra. É verdade que o restaurante já não tem a frequência de artistas, políticos e jornalistas de outros tempos e que tem nascido em Lisboa concorrência à altura, mas Maria Paola Porru sabia o que fazia quando o abriu há 31 anos. A cozinha de pastas e outros piatti italianos mantém-se actual, a sala decorada estilo cozinha de avó continua a ser encantadora e nem o serviço falha. Decore: burrata, trofie al pesto, ossobuco e zabaglione.

A Time Out diz
Publicidade
3
Fumeiro de Santa Catarina - Polvo
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Português

Fumeiro de Santa Catarina

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

As leis do fumeiro aplicam-se a todos os pratos deste castiço restaurante vizinho do Adamastor – perfeito para jantar depois de um fim de tarde de copos a ver a vista. Quer isto dizer que das entradas às sobremesas, todos os pratos têm um elemento que passa pelo fumeiro. Recomendam-se a salada de rosbife fumado com rabanetes, a fritada de cogumelos e espargos, a sandes de costela de boi e vinho do Porto e os sonhos de bacon com espuma de cardamomo. Às quartas é dia de piano assado no forno. E que piano...

A Time Out diz
4
Tantura
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Mediterrâneo

Tantura

icon-location-pin Bairro Alto

É o nome de uma pequena aldeia a norte de Telavive e também de um restaurante israelita no Bairro Alto. Elad e Itamar são os responsáveis por uma cozinha que junta influências do Norte de África, Médio Oriente e Sul da Europa, mas que não se esgota no hummus. Têm, por exemplo, uma secção da carta dedicada à shakshuka (o típico prato comido pelos israelitas de manhã), têm uma série de pitas, pão caseiro feito em forno de lenha e vários petiscos.

A Time Out diz
Publicidade
5
cabidela da adega das mercês
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Adega das Mercês

icon-location-pin Bairro Alto

A Adega das Mercês pediu o nome emprestado à travessa que habita e o receituário ao Minho, de onde veio Alcino Santos, que toma conta do sítio. Nesta casa de comida tradicional tanto se come uma cabidela de galinha como deviam ser todas molho escuro e avinagrado e carne marinada em vinho verde, para lhe puxar pelo sabor e a deixar tenra como um bacalhau à minhota. O melhor é perguntar pelo prato do dia neste restaurante de ambiente escurecido e toalhas de papel.

6
Cantinho do Bem Estar
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Português

Cantinho do Bem Estar

icon-location-pin Bairro Alto

É uma tasca típica mas o nome pedia mais conforto, então Tiago Parente, alentejano de Monforte, tratou de arranjar umas almofadas arranjadinhas, a condizer com os azulejos da casa, e uns grandes e fotogénicos girassóis para pôr no balcão. “Eu só quero que as pessoas se sintam bem aqui”, diz o cozinheiro, que já recebeu a “Oprah antes de ela ser conhecida” e tem um artigo do The New York Times na parede a recomendar a visita. Serve boa comida alentejana em doses generosas.

Publicidade
7
Bonsai
© Ana Luzia
Restaurantes, Japonês

Bonsai

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Encare este pequeno texto como uma lista de razões para ir ao Bonsai. Aqui vão elas: 1) serve há três décadas boa comida japonesa que não se esgota no sushi; 2) tem um menu de almoço muito completo por 10€, um dos melhores negócios da cidade; 3) nos meses frios, aos sábados, de 15 em 15 dias, há um ramen a sério que demora dias a ser preparado; 4) já conheceu vários sushimen, mas agora tem à frente Lucas Azevedo, que soube manter a qualidade do restaurante; 5) há quase sempre toro, a parte da barriga do atum. Convencido?

A Time Out diz
8
O Asiático - Espaço
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Asiático contemporâneo

O Asiático

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Está nos top 10 de restaurantes mais bonitos de Lisboa, cheio de detalhes que espelham as viagens e filosofias do chef Kiko. Foi o terceiro restaurante do chef em Lisboa e aquele onde mergulhou nas gastronomias da Ásia às quais imprimiu um toque mais autoral e algumas técnicas de alta cozinha, em pratos que devem ser partilhados. Do Vietname trouxe os noodles com lavagante, gamba e lula, da China os spring rolls de camarão e porco preto, da Coreia um rosbife com kimchi e, bom, marque bilhete para a Ásia e descubra. Obrigatório provar: o surf and turf coreano, com tártaro de novilho e espuma de ostra.

Os melhores restaurantes por bairro

Bastardo - Tio Patinhas
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes na Baixa

Bairro mal-amado pelos lisboetas, idolatrado pelos turistas, a Baixa continua a ter vários restaurantes que merecem a sua atenção. Quer ande à procura de boa comida portuguesa, de um japonês diferente dos congéneres da cidade ou de alguns clássicos que se mantêm com muita qualidade há vários anos. Estas são as nossas escolhas dos melhores restaurantes na Baixa.

Publicidade
The Food Temple - Esplanada
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Os melhores restaurantes na Mouraria

É o sítio ideal para quem quer visitar o que resta da Lisboa do fado e das tascas e para provar um pouco de tudo: chinês, goês e o mais típico do português. Se procura uma viagem pelos sabores do mundo opte por estes cinco restaurantes na Mouraria.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com