A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Sala de espectáculos do LCC
Fotografia: Manuel MansoA sala de espetáculos, no piso inferior

O ataque do riso no Lisboa Comedy Club

Lisboa voltou a ter um clube de comédia, um espaço onde rir é sempre o melhor remédio.

Por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Na Avenida Duque de Loulé, abriu portas em Junho o Lisboa Comedy Club, um espaço dedicado em exclusivo ao humor, que sobe ao palco sem reservas. Quem pode reservar mesa são os clientes que quiserem fazer parte deste clube de comédia, que tem ainda uma sala de espectáculos, e funciona como bar e restaurante.

A porta de entrada dá acesso ao piso térreo. Logo à esquerda, umas mesas e bancos altos num espaço de lounge, ideal para quem quer apenas beber um copo, decorado com um belo mural de Vanessa Teodoro, onde se lê “everybody is a comedian” – qualquer coisa como “todas as pessoas são comediantes”. Todas, todas não sabemos, mas muito boa gente pode ter acesso a este palco, um espaço com a luz certa ao fundo da sala, logo a seguir à área de restaurante, onde se assistem às surpresas do dia, comediantes que sobem ao palco sem nome no cartaz. A ideia é que esta área do Lisboa Comedy Club funcione como uma casa de fados. Há comida, há bebida e artistas residentes, neste caso comediantes – e, já agora, silêncio enquanto o humorista está em palco. Mas também há convidados e até participantes que se inscrevem no chamado open mic para dar um ar da sua graça. E quem sabe, tornarem-se no humorista revelação do ano.

Palco do LCC
Fotografia: Manuel MansoO palco no piso térreo e a zona de restaurante

O imprevisível faz parte deste palco principal, para o qual nunca é anunciado o cartaz e onde cada noite de gargalhadas é sempre uma surpresa. Pode correr muito bem, pode correr muito mal, mas tudo isso faz parte do espírito de um verdadeiro clube de comédia, em permanência e em exclusivo para o humor. Todas as noites há dois comediantes da casa, com mais repertório e andamento, um ou outro convidado e um ou dois em modo open mic, que se inscrevem por email. E as vagas estão todas preenchidas até ao final de Agosto, uma das maiores surpresas deste clube de comédia, provando que há por aí muitos engraçadinhos amadores cheios de vontade de dar à língua.

Mesmo ao lado do palco encontra-se a chamada “mesa dos artistas”, onde o grupo da noite se reúne antes de começar o monólogo, onde se reencontram amigos ou se conhecem novos colegas. Em jeito de inspiração, a mesa está rodeada por cinco ilustrações de comediantes famosos assinadas pelo artista Hugo Makarov: Lenny Bruce, Richard Pryor, Joan Rivers, George Carlin e Robin Williams, todos americanos e todos ícones da comédia stand-up. Do outro lado da sala, outra parede dá destaque a portugueses, com cartazes de solos já finalizados, de Herman José a Diogo Batáguas. Foi na mesa dos artistas que nos sentámos a estragar o ambiente e a perceber a dinâmica pré-solo, entre conversa animada, algum nervosismo e folhas com anotações. E também petiscos e pizzas.

Mesa dos artistas do LCC
Fotografia: Manuel MansoA mesa dos artistas

A cidade já teve um Lisboa Comedy Club, mas a ligação entre os dois é apenas “espiritual”, explicou a produção à Time Out em Março deste ano, quando o clube se lançou online, com espectáculos e também entrega de refeições ao domicílio. Mas agora é mais do que espiritual, já que do primogénito veio toda uma parede com cartazes de espectáculos colados, uma espécie de santuário em memória do clube entretanto desaparecido.

Mas façamos rewind. Estamos na porta de entrada do Lisboa Comedy Club, mas em vez de seguirmos em frente, temos um bilhete que dá acesso à sala de espectáculos do piso inferior, essa sim, sempre com cartaz anunciado e bilhete para entrar. Descemos as escadas à direita e entramos numa sala com cem lugares sentados (agora 50 por causa da pandemia) e um bar de apoio à plateia, a funcionar antes e depois do espectáculo. E sim, é possível levar o copo para o lugar, não precisa de beber tudo de golada. Fique atento à programação, mas entretanto vá-se rindo, mesmo sem cartaz.

Avenida Duque de Loulé, 3 A. Qua-Sáb 19.00-22.30. Instagram: @lisboacomedyclub

+ Salvador Martinha: “Uma piada é como uma tese: é bom que esteja bem sustentada”

+ Leia grátis a Time Out Portugal desta semana: Tudo o que vem à rede é marisco

Últimas notícias

    Publicidade