Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right O mítico Pirata dos Restauradores está de volta

O mítico Pirata dos Restauradores está de volta

Publicidade

Faz esta semana um ano que anunciámos o fim do Pirata dos Restauradores. O icónico bar estava no número 15 daquela praça há 96 anos, mas não resistiu à vaga de ocupação hoteleira.

Os negócios vizinhos do Pirata também sucumbiram ao mesmo mal, e no espaço de um ano desapareceu o Café Young Liberty, a loja das Lãs Imperial, a Residencial dos Restauradores e o restaurante Taverna Imperial. Isto para dar lugar a um conjunto de 46 apartamentos de luxo para turistas chamado The Boulevard.

O Pirata

 

O Pirata©DR

 

 

 

 

 

Mas o Pirata não se deu por vencido e atracou agora no número 95 da Rua Morais Soares. A segunda vida deste velho lobo do bar tem os mesmos argumentos de sempre: refeições rápidas e os míticos cocktails pirata (vinho generoso com gás) e perna de pau (vinho generoso, gás e ginjinha). O interior é mais moderno e espaçoso que a casa original, mas grande parte da decoração dos Restauradores (os vidros pintados, os letreiros) migrou para a nova morada.

Para terminar, uma curiosidade: a capa do livro “A Espuma dos Dias”, de Boris Vian, editada pela Frenesi em 1997, reproduzia o padrão em fórmica do antigo mobiliário deste bar.

+ Centro histórico perdeu 120 mil pessoas, diz estudo da Misericórdia, Santa Maria Maior e São Vicente 

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade