A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Tágide
DR

O Pátio das Antigas: O restaurante onde cantaram Aznavour e Bécaud

Várias foram as vedetas internacionais e nacionais da canção que actuaram no famoso Tágide. Abriu como restaurante-boìte em 1950, em 1974 tornou-se apenas em restaurante de luxo e continua hoje a funcionar.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

Nos anos 50 e 60, era comum as grandes vedetas da canção europeias irem actuar às televisões dos vários países, e dar espectáculos em cinemas, restaurantes e clubes nocturnos que pudessem pagar os seus cachets. Foi por isso que houve um restaurante e boîte em Lisboa onde cantaram, entre vários outros nomes internacionais, Charles Aznavour e Gilbert Bécaud. Bem como portugueses como Rui de Mascarenhas, Simone de Oliveira ou Madalena Iglésias. Foi o restaurante-boîte Tágide, um dos melhores e mais bem frequentados da capital, que abriu no Largo da Biblioteca em 1950. Entre os seus sócios capitalistas contava-se o banqueiro Jorge de Brito.

Assim chamado por dispor de uma ampla varanda com vista para o rio Tejo, o Tágide tinha também famosos espectáculos de variedades, como famosas eram ainda as suas passagens de ano, muitas delas temáticas, e os chás dançantes de domingo (o estabelecimento dispunha de um conjunto musical privativo, e teve até um cantor e fadista residente). Em 1974, mais de vinte anos depois da sua inauguração, o Tágide passou a ser só um restaurante de luxo, fechando a componente de clube nocturno, após obras de remodelação. Em 1981, tornou-se no primeiro restaurante de Lisboa a ganhar uma estrela Michelin. O Tágide continua hoje a funcionar no mesmo local, depois de outra remodelação em 2007 e da abertura de um novo espaço no edifício.

Coisas e loisas de outras eras:

+ O outro hotel de luxo dos Restauradores

+ A breve vida do Café de Paris

+ Fitas e música no Salão Portugal

Últimas notícias

    Publicidade