A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
The Beach Boys
DRThe Beach Boys

Os Beach Boys e outros artistas vão desfilar pelos Jardins do Marquês

O Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley arranca já na sexta-feira, 1 de Julho. Prolonga-se até dia 10 no mesmo mês, no Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras.

Escrito por
Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Os festivais voltaram a fazer parte do nosso Verão. Já não era sem tempo. Na sexta-feira, 1 de Julho, The Beach Boys inauguram o Festival Jardins do Marquês – Oeiras Valley. É verdade que não está certo chamar The Beach Boys a um grupo onde não toca um único homem com o apelido Wilson, contudo, num mundo em que há tanta coisa errada, acaba por ser inevitável.

O primo Mike Love é o único membro que resta da formação original e interpreta os êxitos estivais dos californianos no primeiro dia do Festival Jardins do Marquês, acompanhado por outro veterano, Bruce Johnston, que está com a banda desde os 60s, e os mais novos Brian Eichenberger, Scott Totten, Christian Love, Tim Bonhomme, John Cowsill, Keith Hubacher e Randy Leago. Mike Love y sus muchachos – perdão, e os seus Beach Boys – não vêm sozinhos. Os portugueses Taxi e os residentes Roda de Dois também tocam nos jardins do Palácio Marquês de Pombal na sexta-feira.

O Festival Jardins do Marquês regressa no domingo, depois de um dia de pausa que coincide com o arranque do edpcooljazz. O angolano Paulo Flores é o cabeça de cartaz e Bonga o seu convidado. Na primeira parte toca Lura, enquanto Acácia Maior e Roda de Dois ocupam o Palco Nortada.

Após mais uma breve paragem, a 5 de Julho, há concertos de Jorge Drexler, de Dandara Modesto, dos repetentes Roda de Dois e, por fim, de Marisa Monte, uma das principais vozes da música popular brasileira. E no dia 7 a cabeça de cartaz é a fadista Carminho, que cantou nestes mesmos jardins a convite de Marisa Monte há uns anos. Maro actua na primeira parte, enquanto André Amaro e Elas e o Jazz ocupam o palco secundário.

Seguem-se, na sexta-feira, 8, os Nouvelle Vague, franceses que cobrem de cor e bossa nova as canções pop cinzentonas dos 80s; mas antes há Gilsons e Rui Veloso, que pisa o palco secundário ao lado de Valéria Carvalho. E Roda de Dois, claro. Um dia depois a estrela é Gregory Porter, vencedor de um par de Grammys para o melhor álbum de jazz vocal. O Acid Jazz Project de José Cid, Elisa Rodrigues e Roda de Dois completam o alinhamento.

O festival chega ao fim no domingo, 10: Seu Jorge e Daniel Jobim cantam Tom Jobim, e não nos admirávamos se o projecto Rua das Pretas também cantasse pelo menos uma dele. Com Moacyr Luz e Roda de Dois no palco secundário.

Palácio do Marquês de Pombal (Oeiras). Sex 1-Dom 10. 19.30. 18€-70€.

+ Ana Moura dá concerto gratuito na Voz do Operário este sábado

+ Os melhores festivais deste Verão

Últimas notícias

    Publicidade