Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os vinhos vão sofrer com as alterações climáticas? Vamos descobrir no Estoril
Notícias / Vida urbana

Os vinhos vão sofrer com as alterações climáticas? Vamos descobrir no Estoril

Wine Summit

A MUST está de regresso ao Centro de Congressos do Estoril. Durante três dias, esta wine summit, que é uma referência no calendário destes eventos, reúne especialistas para falar sobre como a tecnologia, as redes sociais e até as alterações climáticas influenciam a indústria.

O MUST – Fermenting Ideas assume-se como um fórum internacional para pensar o futuro do sector. Entre 26 e 28 de Junho, especialistas, jornalistas e convidados de todo o mundo vão trocar ideias e partilhar o seu saber com o público. Felicity Carter, directora da revista Meininger's Wine Business International, vai aproveitar para explicar como o facto da indústria de vinhos ter sido sempre dominada por homens pode ter influenciado e limitado os critérios de avaliação nas provas.

O congresso tem início a 26 de Junho (quarta-feira), pelas 9.00, com uma cerimónia de abertura, seguida de uma conversa com o crítico de vinhos Adam Lechmere, sobre como poderá o enoturismo existir sem o envolvimento dos produtores. Com dois intervalos e uma hora e meia de almoço, estão programadas mais quatro conversas, incluindo sobre o “Vinho no masculino”, com Felicity Carter, às 14.30; e um painel de discussão sobre o que são vinhos naturais.

No dia seguinte, 27 de Junho, destaca-se a conversa sobre “Colares, a região mais inesperada do planeta”, com o crítico de vinhos Rui Falcão, um dos fundadores do MUST. Mas há muito mais para descobrir até às 19.30. As temáticas abordadas vão desde os vinhos laranja aos principais mercados mundiais, tendências e e-commerce. Já no dia 28, as apresentações decorrem das 8.30 às 18.00, começando logo com o projecto de conservação da biodiversidade genética da videira portuguesa. Sabia que temos mais de 200 castas diferentes em Portugal?

Tendo em conta os desafios impostos pelas alterações climáticas, sobressai ainda no último dia, às 11.00, uma apresentação sobre a seca e a gestão de água na vinha, com o presidente das Bodegas Torres, Miguel A. Torres, que já recebeu vários prémios e reconhecimentos, incluindo um artigo da revista Time, em 2011, centrado nas suas preocupações com as questões ecológicas.

Nos intervalos, pode aproveitar para descobrir os vários wine bars ou participar nas provas comentadas e outras iniciativas a decorrer durante as pausas das sessões no grande auditório. Os bilhetes de acesso custam 300€, incluindo três dias de sessões, três almoços, seis coffee breaks e um final de tarde com provas de vinhos no Forte da Cruz, no Estoril. As inscrições, exclusivamente online, podem ainda ser dotadas de descontos, consoante o número de bilhetes ou, por exemplo, preços especiais para estudantes.

+ Os melhores bares de vinho em Lisboa

+ Saiba tudo sobre a Time Out Lisboa com a nossa Newsletter

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments