A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Chloe Zhao
©DRThe Rider (2017), de Chloe Zhao

Outsiders: Cinema São Jorge exibe filmes nunca vistos em Portugal

O Cinema São Jorge acolhe a primeira edição do ciclo Outsiders – Cinema Independente Americano. Há 22 filmes para ver entre 30 de Novembro e 8 de Dezembro.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Nem só de blockbusters saídos dos grandes estúdios de Hollywood se faz o cinema norte-americano. E é precisamente para divulgar a produção independente dos Estados Unidos que a Fundação Luso-americana para o Desenvolvimento (FLAD) organiza a primeira edição do Outsiders – Cinema Independente Americano e exibe, pela primeira vez em Portugal, um conjunto de 22 filmes, divididos por 14 longas-metragens e oito curtas, produzidos entre 2006 e 2020.

O Cinema São Jorge vai ser o centro deste ciclo que inclui produções de baixo custo, filmadas em vídeo digital ou com diálogos improvisados, “apresentando um olhar diferenciado sobre a vida contemporânea dos jovens adultos americanos”, segundo Rita Faden, presidente da FLAD. “Não pretendemos que seja um ciclo de cinema experimental ou avant-garde. O programa compreende géneros e narrativas clássicas, filmes estreados (e alguns premiados) em festivais como SXSW, Sundance, Tribeca ou Berlim e que, por razões diversas, passaram ao lado dos programadores e dos circuitos de distribuição no nosso país”, acrescenta.

Lena Dunham
©Lance EdmandsTiny Furniture (2010), de Lena Dunham

O filme que abre o ciclo a 30 de Novembro é Tiny Furniture (2010), escrito, realizado e protagonizado por Lena Dunham, autora da série Girls, emitida pela HBO. Um filme sobre sobre uma recém-licenciada que regressa a casa enquanto tenta perceber o que fazer da vida venceu os prémios de Melhor Argumento no Festival de Sundance e de Melhor Longa-Metragem no SXSW Film Festival. Já o encerramento, a 8 de Dezembro, faz-se com o filme The Rider (2017), escrito e realizado por Chloe Zhao, cineasta chinesa consagrada nos EUA com Nomadland (2020), que recebeu o Óscar nas categorias de Melhor Filme e Melhor Realização. Além de ter valido mais um prémio da Academia para Frances McDormand (também produtora), que levou a estatueta de Melhor Actriz para casa.

No campo das curtas-metragens, destaque para um conjunto de filmes dos Irmãos Safdie (Josh e Benny), dois realizadores que no portfólio contam com longas-metragens como a premiada Diamante Bruto (2019), com Adam Sandler; ou Good Time (2017), com Robert Pattinson e Jennifer Jason Leigh, filme que esteve nomeado para a Palma de Ouro do Festival de Cannes.

Benny e Josh Safdie
©DRGoldman v Silverman (2020), de Benny e Josh Safdie

O ciclo vai contar com a presença de Joe Swanberg, realizador de cinema ainda pouco conhecido por cá, mas que vem a Lisboa apresentar duas longas-metragens que realizou: All The Light In The Sky (2012) e Nights And Weekends (2008), esta co-realizada com a também actriz Greta Gerwig.

“Mais do que uma edição única, gostaríamos que este ciclo de divulgação de obras cinematográficas americanas de cariz menos comercial possa ter a primeira de várias edições, e que no futuro se possa estender a outras cidades do nosso país”, avança a presidente da FLAD, instituição portuguesa que promove a cooperação bilateral com os EUA. A programação, com curadoria do cinéfilo Carlos Nogueira, ainda não está disponível online, mas brevemente poderá ser consultada no site oficial do Cinema São Jorge.

+ Os melhores filmes de 2021 (até agora)

+ Dez filmes de animação para ver até final do ano

Últimas notícias

    Publicidade