A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Palácio do Correio Velho: é aqui que se vê a colecção de Saraiva

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

José Hermano Saraiva, o historiador que chegou a ser vereador para a Cultura em Lisboa, não apontava só para a História, enquanto nos fazia colarmo-nos ao ecrã. Também a levava para casa.

"Foi aqui…" Coloque-se ao lado de um pedaço de história em Portugal, una ambos os indicadores com os polegares, abra bem os olhos e comece com "Foi aqui…". Vai parecer José Hermano Saraiva, o professor que trocou as salas de aula do liceu por uma bem maior e com um corpo discente mais considerável: a televisão. Apoiante do Estado Novo, chegou a ser ministro da Educação e vereador de Lisboa. Depois chegou aos ecrãs da RTP em 1971 com O Tempo e a Alma, a primeira de oito séries televisivas cuja história termina 40 anos depois com o programa de história A Alma e a Gente.

Agora, o Palácio do Correio Velho (Calçada do Combro, 38) vai expor e só depois leiloar a biblioteca que o apoiou nas suas lições, além de uma colecção de arte que reúne objectos arqueológicos, romanos e escultura, talha e pintura de cariz religioso, sobretudo dos séculos XVI e XVII. Se tiver uns bons trocos amealhados, pode, por exemplo, licitar um raro par de capitéis romanos (as partes superiores de colunas) que datam do século I ou II d.C., que segundo a família têm proveniência de uma demolição de um antigo edifício em Lisboa. Chegaram a servir de mesa, protegidos dos molhos com um tampo de acrílico e podem custar entre 8000€ e 16000€.

Este é o lote 17, num total de 840 que serão levados à praça nos dias 21 e 22 de Março às 19.30, mas antes pode apreciá-los calmamente numa exposição marcada para este domingo e segunda-feira, entre as 15.00 e as 20.00.

+ "Vasco é Saudade" vence Grande Marcha de Lisboa

+ Nova plataforma da Câmara ajuda-o a contornar o trânsito

Últimas notícias

    Publicidade