A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Museu Condes Castro de Guimarães
Fotografia: Jorge Martin/ Câmara Municipal de Cascais FacebookMuseu Condes Castro de Guimarães

Portugal veste-se de verde no Dia de São Patrício

Centenas de monumentos por todo o mundo vão iluminar-se de verde, em homenagem a St. Patrick, padroeiro da Irlanda.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Chama-se Global Greening, é uma iniciativa da Irlanda em honra do seu padroeiro e conta com mais de uma década de celebrações por todo o mundo, a cada 17 de Março. Este ano, não haverá festa na rua, mas a data continuará a ser assinalada com centenas de monumentos, edifícios e atracções mundiais a iluminar-se de verde, das Cataratas do Niágara à Ópera de Sydney. 

Em Portugal, de norte a sul, verá um país colorido de esperança: a Embaixada da Irlanda associou-se ao Turismo da Irlanda e ao Turismo de Portugal para iluminar dez locais e monumentos. “Numa altura em que muitos irlandeses não podem regressar a casa, continuaremos a iluminar Portugal de verde, oferecendo à nossa diáspora um sentimento de ligação à Irlanda”, lê-se em comunicado. “Gostaríamos de convidar todos os irlandeses e portugueses amigos da Irlanda espalhados pelo país a juntarem-se a nós nesta celebração.”

O Santuário do Bom Jesus, em Braga, a Torre dos Clérigos, no Porto, o Castelo de Bragança e ainda a Ponte Pedonal Metálica de Peso da Régua, serão alguns dos iluminados. Mas não só. No Alentejo, o Castelo de Marvão está iluminado desde 15 de Março e assim ficará até dia 17, para celebrar também o facto dos profissionais da Associação Irlandesa de Agentes de Viagens terem escolhido a região para a realização do seu congresso anual.

Já na capital, será a estátua de Dom José a iluminar-se na Praça do Comércio. Por Cascais, a Câmara Municipal, a Fundação D. Luis I e a Embaixada da Irlanda também assinalam, como já é habitual, as origens irlandesas de Jorge O'Neill, primeiro proprietário do palácio Museu Condes de Castro Guimarães, que irá naturalmente vestir-se de verde, entre 12 e 18 de Março. Por outro lado, o Cascais Food Lab compromete-se com a transmissão, no dia 17, de um live cooking com receitas tradicionais irlandesas. Para não perder pitada, o melhor é estar atento às redes sociais. Do outro lado do rio Tejo, o Cristo Rei também se vai iluminar no Pragal, em Almada, já a partir de dia 12. E, mais a sul, o Aeroporto Internacional de Faro ficará verde até ao final do mês. 

No resto do mundo, a lista de participantes inclui a Ópera de Sydney, na Austrália; as Cataratas do Niágara, de ambos os lados da fronteira; as Cataratas de Vitória, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabué; o Coliseu de Roma e a Torre de Pisa, em Itália; a Palm Fountain do Dubai; o castelo de Bled na Eslovénia; o London Eye, em Londres; o Palácio do Príncipe no Mónaco; o Palácio da Europa em Estrasburgo; a fonte de Cibeles em Madrid; o Portão Sekenani da reserva Maasai Mara, no Quénia; e, como não podia deixar de ser, o pequeno Manneken Pis na Bélgica, que se vestirá com o seu fatinho tradicional irlandês.

Para acompanhar tudo, o Turismo da Irlanda já divulgou uma lista dos países participantes e continuará a partilhar nas suas redes sociais os vários eventos a decorrer no âmbito do Global Greening, incluindo uma das grandes novidades deste ano: o marco de correio instalado no topo da montanha Øretoppen, na Noruega, 350 km sobre o Círculo Árctico, também se vai vestir de verde. Mas há mais.

Os chamados “Greenings” (iluminações verdes) fazem parte de uma programação mais ampla, que decorre ao longo desta semana, para comemorar o Dia de São Patrício, incluindo sessões de poesia, espectáculos musicais, conferências e festas online. Poderá consultar todas as propostas no site do Turismo da Irlanda.

+ Os eventos que pode ver na internet, em streaming

+ O Time Out Index está de volta. Como tem sido a vida na sua cidade?

Últimas notícias

    Publicidade