A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Fotos GPM - Gabinete Primeiro-Ministro
©GPM - Gabinete Primeiro-MinistroJardins do Palacete de São Bento

São Bento celebra 25 de Abril com concertos, workshops e exposições

As comemorações nos jardins de São Bento contam com actuações de Dino d’Santiago e Orquestra Sem Fronteiras. Além de música, há workshops e exposições. Tudo grátis.

Margarida Coutinho
Escrito por
Margarida Coutinho
Publicidade

Depois de dois anos sem comemorações do 25 de Abril presenciais, o aliviar da pandemia permitiu ao Palacete de São Bento voltar a abrir as portas. Este ano, os jardins da residência oficial do primeiro-ministro recebem uma dezena de espectáculos e actividades dedicadas à celebração dos 48 anos da Revolução dos Cravos. Da música à dança, passando pelas artes visuais e workshops, promete-se um dia bem recheado. Dentro da programação, destaca-se a actuação de Dino d’Santiago, após o concerto esgotado no Coliseu de Lisboa. A entrada é livre.

O dia arranca com os Pauliteiros de Miranda e com o grupo de percussão Bardoada, pelas 14.30. Meia-hora depois, às 15.00, a música continua com uma actuação da Orquestra Sem Fronteiras. À mesma hora, decorre o workshop de impressão de postais tipográficos e de cartazes que fica a cargo da Oficina do Cego – Associação de Artes Gráficas. Esta actividade surge como uma homenagem às oficinas clandestinas de impressão e ao seu papel na resistência à ditadura. O dia continua com o espectáculo infantil As árvores não têm pernas para andar, às 15.30 e às 16.30, e com o espectáculo de dança Meio no Meio, também às 15.30. Pelas 16.00, é a vez do espectáculo musical Mais Alto!, que integra as comemorações oficiais da Comissão dos 50 anos do 25 de Abril e pretende sensibilizar crianças e jovens para a ideia e para a prática da democracia.

A programação completa-se com uma leitura das Novas Cartas Portuguesas de Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa e Maria Teresa Horta, às 16.45. Os jardins de São Bento recebem ainda uma exposição de cartazes do 25 de Abril que pertencem à colecção do Arquivo Ephemera, de José Pacheco Pereira. O dia termina com um concerto de Dino d’Santiago, que no passado dia 2 de Abril esgotou o Coliseu de Lisboa e continua a apresentar o álbum Badiu, a partir das 17.30.

O horário das comemorações do 25 de Abril na residência oficial do primeiro-ministro pode sofrer ligeiras alterações até à data do evento, já que ainda se trata de um programa provisório. Todas as actividades são abertas ao público e a entrada é livre.

+ Noite Xita e outros concertos em Lisboa esta semana

+ No Chiado brotou uma biblioteca dedicada à botânica

Últimas notícias

    Publicidade