A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
FUSO - Festival Internacional de Videoarte de Lisboa 2022
©Joan JonasFUSO - Festival Internacional de Videoarte de Lisboa

Seis noites, 38 obras de videoarte. O FUSO regressa a 23 de Agosto

É o festival que celebra a arte em movimento, frame a frame. O FUSO – Festival Internacional de Videoarte de Lisboa está de volta para a 14ª edição, entre os dias 23 e 28 de Agosto, por entre jardins e claustros da cidade. A entrada, como sempre, é gratuita.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

O FUSO – Festival Internacional de Videoarte de Lisboa arranca a 23 de Agosto e ao longo de seis noites vai dar a conhecer 38 obras de videoarte, assim como proporcionar conversas em torno do tema deste ano: “Resiliência. Esperança. Comunidade”. A Praça do Carvão do MAAT, o claustro do Museu da Marioneta, o jardim do MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, o Castelo de São Jorge, o Palácio Sinel de Cordes e o NowHere serão os espaços onde irá decorrer esta 14ª edição.

O FUSO irá mostrar obras em vídeo que cruzam as artes plásticas, a performance, o cinema, a literatura e os meios digitais, entre linguagens mais convencionais e mais contemporâneas, sempre sob o chapéu do tema escolhido para esta edição. "Vivemos em meio a discussões especulativas sobre a era pós-pandemia, imaginando como poderia ser. Há uma tensão entre ordem e ruptura, que se reflecte na produção artística. O papel da arte é promover um diálogo significativo sobre os importantes desafios sociais, políticos e ambientais que o mundo enfrenta hoje", explica a organização em comunicado, propondo uma reflexão crítica impulsionada pelo meio artístico.

E é com uma tertúlia que começa o FUSO 2022, no espaço NowHere. Uma conversa liderada pela historiadora e crítica de arte contemporânea Isabel Nogueira, que terá como ponto de partida o tema do festival, cuja programação foi desenhada pelos curadores Jean-François Chougnet, Paul Goodwin, Benjamin Weil, Leonor Nazaré, Ana Rito e Lori Zippay.

À margem dos programas curatoriais, serão atribuídos dois prémios aos vídeos de uma open call, exibidos a 24 de Agosto no MAAT, naquele que é o único concurso de videoarte em Portugal. São eles o Prémio Aquisição Fundação EDP/MAAT para a melhor obra eleita pelo júri presidido por Margarida Chantre (Fundação EDP/MAAT) e o Prémio Incentivo Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual, atribuído pelo público e que consiste numa bolsa de estudos para frequência de um ano lectivo de "Projecto Individual" no departamento de Cinema/Imagem e Movimento da Ar.Co.

Conheça a programação em www.fusovideoarte.com.

FUSO - Festival Internacional de Vídeoarte de Lisboa. Vários espaços. 23 a 28 de Agosto. Entrada livre.

+ Em Outubro, a Drawing Room Lisboa dá palco a 23 galerias e 70 artistas

+ Com mais de 100 artistas, do mainstream ao underground, já há cartaz para o Festival Iminente

Últimas notícias

    Publicidade