A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Take Fresh: tudo fresco e num frasco pronto a levar para qualquer lado

Por Catarina Moura
Publicidade

A Take Fresh é o novo e pequeno grab and go da Avenida de Roma: saladas e snacks para pegar e andar.

Tudo começou com uma vending machine que – atalhamos já para a conclusão – ainda nem sequer está a operar. Patrícia e João viram máquinas automáticas de comida saudável nos Estados Unidos e decidiram começar uma marca com esta ideia em Lisboa. Enquanto a máquina não sai à rua, há uma pequena loja na Avenida de Roma a cimentar a marca Take Fresh: saladas compostas e snacks vendidos em frascos pensados para pegar e levar.

take fresh, grab and go
Patrícia e João estão à frente desta pequena lojas que vende tudo saído dos frigoríficos
Fotografia: Manuel Manso

Tudo o que se compra nesta pequena loja é todo-o-terreno: come-se bem a caminho de qualquer sítio, num banco de jardim ou mesmo em frente ao computador. “Não digo que é fast food porque isso está muito associado a comida com altos níveis de gorduras, açúcares e hidratos”, diz João, perto dos dois frigoríficos onde estão todos os produtos Take Fresh, em geral com dois dias de validade.

A rapidez e o lado prático estão lá: as saladas vêm em frascos com os ingredientes em camadas e com um recipiente com a quantidade de molho certa e oferecem os talheres biodegradáveis. Nestes frascos, há espaço suficiente para que os ingredientes se misturem todos, mas se comer daquele contentor só resulta com talheres mais compridos e de metal – com o garfo oferecido talvez o melhor seja despejar as saladas numa espécie de tigela de cartão, também oferecida.

take fresh, grab and go
Salada Fresh
Fotografia: Manuel Manso

As quatro saladas foram pensadas para serem nutricionalmente equilibradas, conta Patrícia, e por isso avaliadas por uma nutricionista. O próximo objectivo é criar uma salada vegan, mas enquanto não acontece, há uma com o nome da marca com salmão, laranja, bulgur, couve-flor, brócolos e vinagrete de cebolinho (7,50€), a mexicana, com feijão vermelho, ovo, tomate, pimentos assados, espinafres, amendoim e molho picante (6,20€), a oriental com frango, ervilhas e quinoa (6,75€), ou a camponesa, com queijo feta, cenoura e arroz integral (6,50€). Nos frascos mais pequenos tanto há pudins de chia com maçã ou framboesas (3,20€), como energy balls e húmus com palitos de vegetais (2,50€).

Na loja com o tamanho suficiente para abrir as portas dos frigoríficos e pouco mais, também se vende kombucha e frascos de granola que, em breve, querem vender juntamente com iogurte e fruta. “A ideia é virmos a ter várias máquinas, não várias lojas”, explica Patrícia, que nos últimos três anos anda de volta da ideia de construir o protótipo da máquina de venda automática à imagem da marca. Quanto à tal vending machine, está no armazém, prontinha a ser posta em breve num Centro Comercial, por exemplo.

Avenida de Roma, 28G (21 138 6668). Seg-Sex 10.00-20.00; Sáb 10.00-16.00.

+ Os melhores restaurantes saudáveis em Lisboa

+ As melhores entregas ao domicílio em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade