A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Bar - Teatro Maria Matos
Fotografia: Manuel Manso

Teatro Maria Matos reabre em Abril

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Encerrado há mais de um ano, o Teatro Maria Matos reabre em Abril, estando a apresentação da nova programação marcada para 27 de Março, Dia Mundial do Teatro.

A decisão de concessionar o Teatro Maria Matos a privados foi comunicada em Dezembro de 2017, pela vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, no âmbito do projecto de remodelação da rede de teatros municipais. Esta quinta-feira, 13 de Fevereiro, a autarquia anunciou a reabertura do espaço para o próximo mês de Abril, com a apresentação da nova programação marcada para o Dia Mundial do Teatro, 27 de Março, pela Força de Produção, a entidade que venceu o concurso público.

Depois do anúncio da concessão, o resultado do concurso público foi anunciado em Julho de 2018. A produtora Força de Produção  responsável por espectáculos como Mais Respeito Que Sou Tua Mãe, com Joaquim Monchique, ou Deixem o Pimba em Paz, de Bruno Nogueira e Manuela Azevedo  ficou em primeiro lugar na lista de classificação provisória, mas a Yellow Star Company, em segundo, reclamou da decisão do júri, acabando mais tarde por impugnar a decisão em tribunal. Em Abril de 2019, Catarina Vaz Pinto afirmou que o Teatro Maria Matos abriria ao público após obras, mesmo que o processo judicial não estivesse concluído.

“Com a reabertura do Teatro Maria Matos, fica concluída a reorganização da rede municipal de teatros da cidade, que passa assim a ter uma oferta cultural mais abrangente e diversificada, em diversos locais da cidade e para vários tipos de público”, lê-se em nota de imprensa enviada pelo Departamento de Marca e Comunicação da Câmara Municipal de Lisboa. “Existem agora três teatros municipais: o Teatro São Luiz, que recentemente cumpriu 125 anos, o LU.CA – Teatro Luís de Camões, na zona Belém-Ajuda, único teatro municipal do país com uma programação contemporânea exclusivamente para um público infantojuvenil,  e o Teatro do Bairro Alto, local onde esteve sediada a companhia Teatro da Cornucópia, devolvido pela CML à cidade no passado mês de Outubro, para aí promover uma programação contemporânea experimental.”

A rede municipal de teatros de Lisboa é composta também por cinco espaços cedidos a companhias de teatro – o Teatro Aberto, a Galeria da Mitra, o Teatro da Comuna, A Barraca e o Teatro Taborda – e dois teatros arrendados a projectos artísticos seleccionados por consulta pública – o Cineteatro Capitólio e  o Teatro Maria Matos.

+ As peças de teatro para ver esta semana

Últimas notícias

    Publicidade