Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Traça: livros, clubes de leitura e poesia todos os meses em Campo de Ourique
Notícias / Vida urbana

Traça: livros, clubes de leitura e poesia todos os meses em Campo de Ourique

Traça
©Traça

Fevereiro é curto, mas traz novidades na algibeira, que vem cheia de livros. A Leituria, que se mudou para o espaço de cowork Misturado, perde raízes uma vez por mês e vai bater à porta do Mundo Património, em Campo de Ourique. A parceria entre os espaços fez nascer a Traça, um conceito de livraria pop-up que acontece nos terceiros fins-de-semana de cada mês e traz livros, clubes de leitura, autores convidados, leituras encenadas, poesia à desgarrada e um espaço de para os miúdos se entreterem. A iniciativa terá validade até Junho e, depois disso, "logo se verá", dizem eles.

Feitas as contas, o 3.º fim-de-semana do mês vem aí e é aquele em que a Traça faz a sua estreia. “As livrarias como parte integrante do dia-a-dia estão em mutação: o online, as grandes superfícies, a disponibilização de tantos outros conteúdos na internet ocuparam o espaço destes ancestrais pontos de descoberta”, escreve a organização em comunicado. “Mas adaptemo-nos então à nova realidade, não atirando a toalha ao chão, mas moldando o formato que, aparentemente, já não é economicamente sustentável: é isso que é a Traça.”

E com isto, a Traça deixa de ser apenas uma livraria móvel de três dias para passar a ser um ponto de encontro cultural com programação mensal. Logo na sexta-feira, 15, às 21.00, a iniciativa arranca com uma sessão de poesia à desgarrada. A ideia é que quem quiser participar leve consigo um poema de autor e partilhe a sua declamação.

As actividades de sábado começam com uma história trocada por miúdos e para miúdos, às 15.00, com interpretação de Helena de Freitas. Às 18.30, Pedro Vieira apresenta o seu mais recente livro Maré Alta, da Editora Companhia das Letras, que conta uma história de família. Ao final do dia, é o momento em que será lançado o Clube da Traça para quem nunca tem a mesinha de cabeceira vazia de lombadas – a selecção dos livros será feita para os três próximos meses.

No domingo, 17, o dia começa cedo com visitas para as crianças que querem descobrir o bairro com o tema da literatura, a partir das 10.00. Depois disso, é hora de se juntarem todos à volta da mesa para um brunch com letras, uma refeição colectiva, onde cada um leva o seu petisco para partilhar com todos.

Rua de Campo de Ourique, 171. Dia 15 21.00, dia 16 15.00 e dia 17 10.00. Entrada livre.

+ Gosta de livros? Descubra os clubes de leitura e tertúlias em Lisboa

Publicidade
Publicidade