A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Guloseimas, do Teatro Bastardo
Fotografia: Filipe FerreiraGuloseimas, do Teatro Bastardo

Try Better, Fail Better: ciclo de novos criadores regressa ao Teatro Taborda

O festival está de volta já a partir desta sexta-feira, para dar a conhecer novos criadores de música, teatro e dança.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Teatro da Garagem prepara-se para acolher, mais uma vez, um ciclo de novos criadores, que encontram, no espaço do Teatro Taborda, uma casa para realizar e apresentar os seus trabalhos a um público mais vasto. Entre 23 e 25 de Julho, os seleccionados em open call, que terminam a sua residência artística esta quarta-feira, vão ter a oportunidade de subir a palco com as suas propostas de música, teatro e dança.

Try Better, Fail Better arranca na sexta-feira, 23 de Julho, pelas 15.30, com Pangeia, o exercício final do Mestrado em Teatro e Comunidade da Escola Superior de Teatro e Cinema, com direcção artística de Rita Wengorovius. O espectáculo performativo, que volta a subir a palco nos dias 24 e 25, exactamente à mesma hora, apresenta-se como uma radiografia de um corpo criativo comunitário, onde se relacionam intimamente linguagens e identidades na procura de um espaço comum.

A programação inclui ainda as peças Voltei, de Joana Raio, sobre a experiência de emigrante e as diferenças culturais entre Lisboa e Londres (Sex 17.00, Sáb 18.00 e Dom 21.30); Ciclo, de Bernardo Beja, com um conjunto de intérpretes que procura estabelecer uma matéria viva a partir de uma montagem matemática e artificial (Sex 18.00, Sáb 21.30 e Dom 19.30); e Guloseimas, do Teatro Bastardo, a partir de um texto do brasileiro João Fábio Cabral (Sex 21.3 e Sáb 21.00).

O ciclo conta ainda com Poemas Com Cheirinho, um projecto musical de Filipe Santos, que ocupará o Café da Garagem nos dias 23, 24 e 25 de Julho, pelas 19.30; e com Boca Aberta, um espectáculo de dança de António Torres, para ver sexta-feira e domingo, às 21.00, e sábado, às 17.00.

Considerando a mais célebre citação de Beckett (“Ever tried. Ever failed. No matter. Try again. Fail again. Fail better.”), o mote para Try Better, Fail Better é justamente o da criação por tentativa e erro, num encontro entre sensibilidades e procedimentos artísticos ainda em pleno processo de formação ou afirmação.

Teatro Taborda. 23-25 de Julho. 5€.

+ As peças de teatro para ver esta semana

+ A nova edição da Time Out Lisboa já está nas bancas

Últimas notícias

    Publicidade