Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Tu by Ela Canela: uma cozinha ideal para quem anda no ginásio (e não só)
Tu by Ela Canela: uma cozinha ideal para quem anda no ginásio (e não só)
Duarte Drago

Tu by Ela Canela: uma cozinha ideal para quem anda no ginásio (e não só)

Publicidade

O café do ginásio Circle não é só mais uma cafetaria: os responsáveis do Ela Canela abriram um espaço de nutrição e cozinha funcional.

Por mais dietas que a Internet dissemine, não há uma que funcione para todos. Quando falamos de nutrição, é preciso personalizar ao máximo para ver resultados felizes. Joana Oliveira e Nelson Luciano não são fundamentalistas mas levam esta máxima a peito há já três anos, no seu Ela Canela em Campo de Ourique. No novo Tu by Ela Canela, na porta ao lado do ginásio Circle, em São Sebastião, levam a personalização a sério numa cozinha funcional.

Duarte Drago

“No Ela trabalhámos o menu com um nutricionista para ser balanceado e sabermos exactamente que tipo de macros usar em cada prato. As pessoas querem cada vez mais informação sobre o que estão a comer e sempre ficou na gaveta um projecto maior, evoluir na área nutricional”, explica Nelson. Quando Noor Palma, do Circle, os convidou, foi a oportunidade que procuravam para abrir o Tu, “uma ramificação do Ela”.

 

Crepe e hummus
Duarte Drago

 

No Ela Canela trabalham já com produtores locais, com produções maioritariamente biológicas, tendo atenção à época dos produtos e com opções que seguem os princípios da cozinha saudável para as diferentes dietas. Aqui dão mais um passo e entram no mundo da nutrição e cozinha funcional. “O nosso ideal é conhecer bem a origem dos ingredientes, trabalhá-los de uma forma nutricional e entregar um produto ou vários que vão de encontro aos objectivos de cada um”, explicam.

 

Frango e kimchi
Duarte Drago

 

“Queremos que seja um bocadinho educacional. Estamos nos early adopters, a começar a ver cada vez mais pessoas interessadas”, aponta. Há um menu fixo e outro variável onde cada prato tem uma ficha nutricional com informação de calorias, gramas de calorias, de hidratos de carbono e gordura, um trabalho que fizeram em conjunto com o nutricionista Sérgio Veloso, da Metaclinic. “Ajustámos as macronutrientes de forma a que tivéssemos pratos para diferentes opções. Se a pessoa estiver numa restrição calórica porque tem de perder peso, pode vir aqui e escolher vários tipos de pratos, ao mesmo tempo se fores um atleta ou precisares de ganhar massa muscular, também podes escolher outro tipo de pratos e saber exactamente o que estás a ingerir”, reforça Nelson.

 

Batido ananás e hortelã
Duarte Drago

 

Na vitrine deste espaço muito luminoso, muito branco e com mármore a decorar, há sempre snacks prontos para comer ali mesmo ou levar, como o creme e hummus, feito com ovo, farinha de tapioca, folhas e picles (6,50€), o wrap em folha de arroz com frango, iogurte, folhas e kimchi (7€) ou o pão de banana (3,20€). Há também batidos pré e pós-treino, desenvolvidos com proteína ora de cacau ora de baunilha da Essencial Nutrition (a partir de 4€), bebidas com e sem café.

Da cozinha, como quem diz preparado no momento, pode pedir omelete feita com claras, pimentão fumado, vegetais, flocos de chili e coentros (10,50€), ovo em labneh, servido em pão de fermentação lenta (6,80€), hambúrguer de feijão mung (10€), papas de aveia com banana (5€), taças de iogurte com fruta (4,30€) ou dois tipos diferentes de panquecas, as normais, de aveia integral e banana (7,50€) ou as protéicas, com aveia integral, proteína neutra, ovo, banana e iogurte de soja (9,50€), ambas com toppings à escolha.

Duarte Drago

A partir das 12.00 há mais opções de almoço, estas sim variáveis. Primeiro escolhe uma das bases, depois pode acrescentar uma das proteínas disponíveis no dia conforme as suas necessidades – uma refeição low carb (baixa em hidratos), balanced (rica em proteína e com hidratos e gorduras moderadas) ou com muita proteína (aumento nas proteínas e hidratos para recuperação muscular).

“Queremos sair do conceito de saudável porque o achamos demasiado gasto. O saudável é uma consequência. Vai acontecer porque até lá chegar é tudo feito a pensar dessa forma”, diz Nelson.

Tanto Joana e Nelson, engenheiros de profissão (e por isso adeptos desta parte mais científica e ligada a números e gramas), como o resto da equipa, tiveram formação para serem capazes de o aconselhar – se não sabe o que comer antes e depois do treino, o que está certo para emagrecer ou para ganhar músculo, o melhor é perguntar.

Rua Marquês Sá da Bandeira, 16A (São Sebastião). Horário de soft-opening: Seg-Sáb 11.00-16.00.

+ Restaurantes saudáveis em Lisboa

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade