A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
El Pacto
DR

Um filme e um beijo contra a homofobia

Por Clara Silva
Publicidade

El Pacto terá uma cena com um beijo colectivo LGBT no Terreiro do Paço, que será replicado em vários países. A realizadora, Ana Cavazzana, antecipa a história que se prepara para filmar e levar ao grande ecrã.

O ataque homofóbico do ano passado no Terreiro do Paço, quando quatro homens agrediram um casal gay durante a tarde, serve de inspiração para o enredo de El Pacto. Os produtores do filme, Ana Cavazzana, realizadora ítalo-brasileira, e o argumentista e actor Daniel Freitas, aperceberam-se da notícia que acabou por mudar o rumo da “história de amor” que já estavam a escrever.

“Um romance entre dois jovens, o português Daniel e o brasileiro Bruno, que procuram estabelecer-se no mundo da publicidade em Portugal”, lê-se na sinopse do filme, que em Março entra em pré-produção. “Uma relação recheada de diversão, amor e sedução que passa a sofrer com a desconfiança gerada por ligações e mensagens recebidas por Daniel. Com medo de perder o namorado, opta por sofrer calado e o que antes era uma história intensa de duas pessoas que se amam, passa a ser um quotidiano de desconforto.”

O filme da Terremoto Produções, produtora que se quer especializar em Portugal em “filmes, séries e espectáculos com enfoque na diversidade e no universo LGBTQI+”, está à procura de financiamento através de uma campanha de crowdfunding na plataforma online indiegogo (a terminar a 9 de Fevereiro) e de possíveis parcerias com instituições e empresas.

Para já, Ana Cavazzana reuniu o apoio de 13 entidades e associações como a SOS Racismo, a Abraço, a Junta de Freguesia de Arroios, a Amplos, a Opus Diversidades, a Queer Tropical e até a guesthouse virada para um público gay The Late Birds. Além disso, diz contar com o apoio da agência de publicidade McCann para uma das cenas do filme, a que promete causar mais impacto.

“É um beijo colectivo LGBT”, conta a realizadora, que já fez uma curta com temática LGBT, Afecto. A ideia é que a campanha, que se tudo correr bem começará no Terreiro do Paço, durante as filmagens, se estenda a outros países.

“Temos percebido que falar de amor de uma minoria segregada é muito complicado”, confessa a realizadora. O elenco ainda não está fechado – “Ivo Canelas e Ricardo Pereira estão a ler o guião”, diz Ana –, mas Sofia Aparício e Bruno Huca já estão confirmados.

Quem quiser ajudar a produção pode fazê-lo em indiegogo.com/projects/el-pacto, com contribuições que começam nos 5€ e incluem jantares com o elenco, estadias na Late Birds ou presença no set.

+ LGBTQuê? Eles explicam

+ Sair do armário – o melhor da agenda LGBT em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade