Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Sair do armário – o melhor da agenda LGBT em Lisboa

Sair do armário – o melhor da agenda LGBT em Lisboa

Com estas festas, não há dias cinzentos nem noites escuras. Só arco-íris. Três sugestões para animar a sua vida

Lola Herself
Miguel Bartolomeu
Por Clara Silva |
Publicidade

A agenda LGBT em Lisboa é bastante profícua: há sempre uma festa para ir, um copo para partilhar e uma pista de dança para ocupar. Se lhe faltam planos para esta semana, não desespere. Pode sempre contar connosco para lhe dar o que fazer. Junte os amigos e siga estas três sugestões – vão pô-lo a transpirar felicidade. Ou sentadinho numa sala de cinema a ver histórias de amor. Com ou sem fetichismo. O que importa é que não seja a preto-e-branco. Se há altura para investir no arco-íris, é agora.

Recomendado: Os 50 melhores bares em Lisboa

Sair do armário – o melhor da agenda LGBT em Lisboa

Funk Off
©Marta Ribeiro
Noite

Funk Off

icon-location-pin Trumps, Princípe Real
icon-calendar

Favela Lacroix é a anfitriã desta festa funk das quintas-feiras no Trumps, uma boa alternativa aos fins-de-semana concorridos da discoteca. Conte com shots grátis, espectáculos drag e êxitos do funk comandados pelo DJ Flipside.

Quinta, 00.00-06.00, no Trumps. Rua da Imprensa Nacional, 104-B. 10€ com duas bebidas.

Mais da noite gay em Lisboa

Purex
Fotografia: Ana Luzia
Noite

Os melhores bares gay em Lisboa

Os primeiros bares gays em Lisboa começaram a espreitar pela fresta do armário nos anos 60. Hoje, os dedos de duas mãos não chegam para os contar. Este é só um sinal de que a cidade está cada vez mais arejada e pronta para acolher toda a gente. Para que as suas noites sejam sempre arco-íris, preparámos-lhe uma lista com os melhores bares gay.

Filmes

Os melhores filmes gay

Pedro Almodóvar, Gus van Sant, Wong Kar-wai, Kimberly Peirce e Ang Lee: a história dos melhores filmes gay é feita de alguns dos grandes nomes do cinema. Descubra os melhores entre os melhores do género queer na Sétima Arte e repare como um mundo nos separa hoje do que era o cinema homossexual nos anos 90 do século passado.

More to explore

Publicidade