Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Vai nascer uma espécie de Parque das Nações em Almada
Notícias / Vida urbana

Vai nascer uma espécie de Parque das Nações em Almada

Cidade da Água
Santa-Rita Arquitetos Cidade da Água

A paisagem vai mudar para os lisboetas que olham para o Tejo a partir do Terreiro do Paço. Almada apresentou o projecto Cidade da Água e é obra para encher o olho.

Chama-se Cidade da Água, um projecto que inclui dois parques empresariais, um no Barreiro e outro no Seixal, com destaque para a obra que irá abarcar a área do antigo estaleiro da Lisnave e que será uma cidade dentro da cidade. Habitação, comércio, escritórios, cinema, um museu, hotéis, centro de congressos, equipamentos públicos e uma marina são as estruturas que lembram o actual Parque das Nações.

A Margem Sul está longe de ser um deserto e há motivos de sobra para visitar os concelhos fronteiriços mais a sul. Apesar de o projecto de requalificação naquela zona ser parcialmente conhecido há algum tempo, a Cidade da Água foi oficialmente apresentada esta terça-feira. O investimento poderá atingir os mil milhões de euros, faseado por 14 anos.

O próximo passo é a abertura de um concurso público para a venda dos terrenos pela Baía do Tejo, empresa pública, com excepção de dois equipamentos fluviais, da marina e do terminal dos barcos para Lisboa, bem como outros transportes públicos que serão explorados pelo mesmo investidor, mas em regime de concessão. E será o promotor escolhido através de concurso público que irá financiar todas a infra-estrutura da Cidade da Água, rede de esgotos incluída.

A Cidade da Água terá uma área de construção de cerca de 646 mil metros quadrados e os edifícios estarão ligados por praças ou mesmo canais.

+ Conheça os projectos mais votados do Orçamento Participativo

+ O eléctrico 28 está metido num 31

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments