Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Vai ser criada uma série de parques flutuantes em Copenhaga
Copenhagen Islands
Photograph: Marshall Blecher/Studio Fokstrot

Vai ser criada uma série de parques flutuantes em Copenhaga

As ilhas foram projectadas para serem usadas para natação, canoagem e até agricultura

Publicidade

Passamos dias inteiros a sonhar com todos os sítios que queremos visitar quando tudo isto passar. Este parque em Copenhaga acaba de entrar para o topo da lista.

A capital dinamarquesa está pronta para receber um "parquipélago" bem no centro da cidade. Uma série de ilhas artificiais ou parques flutuantes disponíveis para relaxar, nadar (sim, as hidrovias urbanas de Copenhaga são limpas o suficiente para praticar a mariposa), passear de barco, observar as estrelas e até cultivar.

De acordo com os designers do projecto Copenhagen Islands, Marshall Blecher e Studio Fokstrot, as ilhas criarão “zonas de natação, saunas flutuantes, jardins flutuantes, quintas flutuantes de mexilhões e até um café flutuante, todos livres para serem explorados pelo crescente número de caiaques, marinheiros, turistas e pescadores do porto”.

Copenhagen Islands

 

Photograph: Marshall Blecher/Studio Fokstrot

 

Foram projectadas para criar mais espaços públicos na cidade, com uma construção que teve em conta o aumento do nível do mar e futuros desafios ambientais. Plantadas com arbustos e árvores, pretendem atrair e criar um ambiente próspero à vida selvagem, enquanto a sua parte inferior deverá servir de ambiente ideal para algas e moluscos.

Podem ainda ser transportadas, tanto para áreas populares como para outras menos exploradas do porto de Copenhaga, tal como podem ser agrupadas para festivais ou eventos.

Uma das ilhas CPH-Ø1, que é, na verdade, uma plataforma de madeira com uma única árvore já está a boiar no seu devido lugar e deverá receber mais três companheiras flutuantes ainda este ano.


+ Este restaurante de Amesterdão vai abrir com cápsulas privadas para refeições com distanciamento social

+ Sicília vai pagar metade do preço da viagem a todos que a visitem este Outono

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade