A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Wanderlust
©Cecilia Cristolovean

Wanderlust: meditação, conversas e yoga nos Jardins da Torre de Belém e com transmissão online para todos

O evento presencial tem lotação limitada e os tapetes ficam a três metros de distância. Todo o evento será transmitido numa plataforma especial.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Já lhe tínhamos anunciado aqui o regresso do maior triatlo mindful do mundo, o Wanderlust, que este ano chega a Lisboa a 27 de Setembro com um formato híbrido que se divide entre os Jardins da Torre de Belém e uma plataforma de transmissão online, que chega assim ao público fora de Lisboa. Das aulas de yoga à meditação guiada, todos podem participar física ou virtualmente.

À 4.ª edição o Wanderlust é obrigado a adaptar-se à nova realidade e a transformar-se no Wanderlust Live, uma experiência amplificada de todo o universo que tem cultivado até aqui na área do yoga e da meditação, onde convida os participantes em todas as edições a desligarem-se do mundo.

O evento, que habitualmente decorre em 60 cidades no mundo, este ano decorrerá apenas em Portugal, Itália e Alemanha. “É quase como um sinal de resistência. É importante continuarmos cá, a fazer tudo alinhado com as novas regras, e mostrarmos às pessoas que é possível virem em segurança, que ainda estamos vivos”, refere Nuno da Silva Carvalho, da SOMA, a empresa de criação e gestão de eventos responsável por trazer para Portugal o Wanderlust, que este ano se faz em parceria com a Médis.

Os habituais Jardins da Fundação EDP dão lugar este ano aos Jardins da Torre de Belém, quatro vezes maiores, e que permitem assim o cumprimento das regras de distanciamento de uma lotação limitada – de 3500 participantes o evento passará para 900. “Claro que dizem que o número é elevado, mas tudo está a ser cumprido e o evento está repartido por vários palcos e zonas de acesso limitado”, esclarece Nuno. “Os lugares estão marcados tal e qual como numa sala de cinema e os tapetes estão a três metros de distância uns dos outros”.

O programa arranca às 09.30 com uma aula de yoga ao ar livre dos professores Lea e Tarik, seguido de um momento de meditação guiada por Rute Caldeira com a actuação de Cuca Roseta (10.30), num momento de fusão entre a meditação e o fado. Haverá depois uma viagem sonora através de Drum Bowls (11.15). 

Da parte da tarde, pode contar com aulas de yoga com Filipa Veiga (12.45), Isa Guitana (14.00), Sara Hu (15.15) e Lisa e Nazareno (16.30). No espaço Tea Garden haverá talks ao longo da tarde com Cuca Roseta e Rute Caldeira com o tema “Quem sou eu?” (14.00) e logo a seguir, às 15.00, Sofia Mano fala sobre “Respiração e sua importância no nosso bem-estar". O dia termina com Inês Gaya (16.00) a discutir "Novos Tempos e uma Nova Consciência a Nascer" e com Filipa Veiga (17.00) com o tema "Mudanças como algo necessário para evoluirmos e crescermos".

A entrada no evento presencial é gratuita e funciona apenas por reserva antecipada de lugares, que pode fazer aqui – também poderá fazer uma doação directa aos professores. Todas estas actividades presenciais e limitadas à lotação são, no entanto, expansíveis a qualquer pessoa que entre na plataforma wanderlustlive.pt ou através do Facebook do evento. Ao longo do dia haverá equipas de filmagem responsáveis pelo live streaming de todas as actividades, que ficarão depois um mês disponíveis na plataforma gratuitamente. 

Nesta edição o Wanderlust traz outra novidade que arranca precisamente no dia do evento: os 21 dias de Positividade. O desafio parte da apresentadora Fátima Lopes e da professora Rute Caldeira, que vão proporcionar uma experiência de meditação com temas diários. Este programa será em formato podcast (disponível na plataforma e no Instagram) e terá episódios diários ao longo de 21 dias a partir de 27 de Setembro, com meditações de áudio e mensagens motivacionais. 

“Durante a pandemia a nossa comunidade cresceu imenso e muita gente acordou para o yoga e para a meditação durante o período de confinamento. Finalmente perceberam as vantagens para a saúde mental das pessoas”, diz Nuno.

Este ano, além do evento propriamente dito, uma comunidade de professores de yoga pelo país juntou-se em cerca de 20 cidades para organizar micro-eventos com aulas ao ar livre ou em estúdios de yoga em simultâneo com as actividades do próprio Wanderlust. Torres Novas, Ericeira, Peniche, Cascais, Porto, Oeiras, Vila Real, Estoril, Maia ou Vila Nova de Gaia são alguns dos locais que vão receber estas aulas que querem “possibilitar a aproximação e interação da comunidade de uma forma única e inspiradora”, refere a organização em comunicado.

+ Leia aqui a nova edição da Time Out Portugal gratuitamente

+ Zé dos Bois ocupa o Teatro São Luiz durante quatro dias

Últimas notícias

    Publicidade