Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Nesta Praça vai encontrar produtos nacionais mas não só [fotogaleria]
A Praça1/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça2/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça3/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça4/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça5/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça6/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça7/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça8/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça9/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça10/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça11/12
Fotografia: Gabriell Vieira
A Praça12/12
Fotografia: Gabriell Vieira

Nesta Praça vai encontrar produtos nacionais mas não só [fotogaleria]

A Praça, no Hub Criativo do Beato, abre portas em 2021, com retalho e restauração à volta de produtos nacionais. E muitas outras novidades.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Quando lançou o concurso em 2018, a Startup Lisboa estava à procura de novos conceitos de restauração e comércio para integrar o Hub Criativo do Beato, um dos grandes projectos para a cidade de Lisboa nas áreas da tecnologia, inovação e indústrias criativas. Agora, numa área com cerca de 1700 metros quadrados, o antigo Edifício Administrativo e Oficina e a antiga Fábrica de Carnes vão dar lugar à Praça, um espaço informal para provar, comer, comprar e aprender ao mesmo tempo. Pretende-se esbater a fronteira entre o que se come e o que se compra, mas sobretudo levar os portugueses a consumir o que é português. Para o efeito, fez-se uma selecção cuidada e rigorosa de produtos frescos, biológicos e artesanais, desde a carne e o peixe até ao vinho e o azeite. Além de estar disponível para compra, a oferta será também utilizada nos vários espaços de restauração, todos baseados numa cozinha de confecção simples, genuína e regional. Mas as portas só vão abrir em 2021: até lá fique a par do que o futuro lhe reserva e aguce já o apetite com a ajuda desta fotogaleria.

Recomendado: 16 serviços de entrega de produtos frescos ao domicílio

Nesta Praça só há produtos nacionais

A Praça
A Praça
A Praça

1. A Praça

Dos vários serviços integrados nestes projecto, destacam-se o Refeitório, uma reconstituição do antigo refeitório do pessoal civil da Manutenção Militar, com uma cozinha aberta dedicada ao produto. Mas também um talho de carnes autóctones, uma peixaria com grelha, um mercado de produtos frescos, uma adega, uma padaria e pastelaria com produção local, uma queijaria e charcutaria artesanal, um espaço vegetariano e outro dedicado ao azeite, e até uma mercearia onde o granel e o biológico têm todo o protagonismo. “Vamos ter a responsabilidade de servir e alimentar as pessoas que vão trabalhar e viver neste complexo, mas também as que vivem no bairro e nos bairros limítrofes”, afirmou a fundadora e investigadora d’A Praça, Cláudia Almeida e Silva, na apresentação do projecto, que decorreu na passada sexta-feira, 9 de Outubro, no (ainda em obras) Hub Criativo do Beato. “Queremos dar a conhecer ao cliente urbano, mais citadino, o melhor que se faz no país, mas sobretudo humanizar a relação entre o cliente e o produtor e juntar dois mundos, aquele em que degustamos e aquele em que decidimos que sim, temos de levar o produto para casa.”

A Praça
A Praça
A Praça

2. Sustentabilidade, inovação e social

Na área da sustentabilidade, a Praça compromete-se a apoiar apenas produção artesanal, sustentável e biológica, que respeite os diferentes ciclos das estações e promova a economia circular e a minimização de desperdício. No campo do compromisso social, será feito trabalho com a comunidade do Beato em conjunto com outras entidades públicas e lançada uma Bolsa de Refeições Social para famílias carenciadas da região. Já no que se refere à inovação, o espaço contará com várias hortas urbanas, que não só vão servir as diferentes cozinhas como os próprios clientes.

Publicidade
Hub Criativo do Beato
Hub Criativo do Beato
Fotografia: Mariana Motta Veiga

3. Fórum e Escola

Além da oferta de retalho e restauração, a Praça irá ter um fórum, que funcionará como um ponto de encontro entre os produtores nacionais e o público, uma escola, exactamente no mesmo edifício onde outrora existiu a da antiga Manutenção Militar, e um espaço dedicado a startups portuguesas de comes e bebes, que vão poder fazer parte do ecossistema da praça durante três meses. “Queremos dar palco aos produtores e a startups, juntar saberes aos sabores, ser um ponto de encontro e de livre discussão, e que o torreão volte a ter uma escola com uma cozinha portuguesa, para trazermos os cozinheiros do futuro a esta Praça”, acrescentou Cláudia Almeida e Silva.

Entregas ao domicílio é que é bom

subscricao
Vegan Vibe

Caixas de subscrição para comer e beber

Restaurantes

Arme-se em YouTuber para este unboxing: estas encomendas vão dar-lhe a conhecer novos produtos portugueses, desde snacks vegan até cabazes gourmet, com azeites, conservas ou chocolate. Conte também com caixas de subscrição além fronteiras, como a famosa Japan Crate, com snacks, bebidas e guloseimas japonesas para bocas corajosas. Pense dentro da caixa e experimente estas oito caixas de subscrição para comer e beber.

Bio Cabaz
DR

Os melhores cabazes de frutas e legumes em Lisboa

Compras Mercearias

Os melhores cabazes de frutas e legumes de Lisboa fazem-lhe a papinha toda. Quer dizer, a sopa não aparece cozinhada, nem a salada preparada, mas as idas ao supermercado ou à feira passam a ser quase desnecessárias. É que estes cestinhos cheios de verduras e frutas frescas estão à distância de um clique da porta da sua casa. Agora já não há desculpas para não deixar para trás as bananas do Panamá ou os tomates vindos de Espanha.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade