A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Mercado 593
©Inês Félix

Queridos, mudámos o Mercado

Alguns espaços do Time Out Market ganharam uma nova vida. Ora veja

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Estão abertos quase 365 dias por ano, de tal forma que até podiam ser chamados de “o mercado que nunca dorme”, mas há alturas em que é preciso mesmo fechar portas para fazer trabalhos de manutenção que vão melhorar a experiência de quem os visita. Foi o que aconteceu em Janeiro quando o Time Out Market fechou dois dias para limpeza e manutenção e, em alguns espaços, parecem ter passado aqueles programas do tipo “extreme makeover”. Ficam os resultados para apreciação.

Recomendado: Time Out Market: o melhor dos próximos dias

Queridos, mudámos o Mercado

  • Restaurantes
  • Cais do Sodré

Foi um verdadeiro mergulho na mudança, este que o Sea Me fez, com direito a escamas e tudo. A carta ficou ligeiramente mais magra para fazer brilhar as estrelas da companhia, como o niguiri de sardinha, o hot dog de polvo ou o prego de atum. Destaque para a nova vitrine, onde os lombos de peixe (salmão, atum, robalo e dourada) que vão para a grelha, são reis.

Nós É Mais Bolos
©Inês Félix

Nós É Mais Bolos

O melhor deste best of de bolos lisboetas ainda continuam a ser os bolos à fatia que enfeitam a montra, mas lá dentro há todo um novo visual requintado que é dado pelos armários brancos com inspiração de pastelaria francesa.

Publicidade
Monte Mar
©Inês Félix

Monte Mar

É uma das maiores transformações operadas no espaço do Mercado, e faz com que o restaurante do Monte Mar pareça ainda maior do que era. Mais iluminado e com mais destaque para o que realmente importa: o peixe e e marisco do mar do Guincho que por aqui se come.

Confraria
©Inês Félix

Confraria

Na semana em que a Confraria do Mercado é destaque num artigo do jornal britânico The Telegraph que elege Lisboa como um dos melhores destinos gastronómicos europeus, este espaço do Time Out Market também está mais bonito. Mas ainda não vai ficar por aqui, há mais novidades em breve.

O melhor do Time Out Market

  • Restaurantes

Há quem corra, quem se cole à lareira ou ao aquecedor, ou quem dê saltinhos, tudo em prol de aquecer nos dias mais frios. No Time Out Market temos outras ideias para fazer subir a temperatura corporal. Com ou sem álcool, é como quiser e lhe apetecer. Não é novidade que por aqui não falta nada, seja vinho quente ou chocolate quente ou até mesmo um chá com Licor Beirão (sim, leu bem). Aí vão três bebidas para se aquecer no Time Out Market. 

Publicidade
  • Restaurantes

Tanto para escolher e não sabe por onde começar? E umas pataniscas e peixinhos da horta para início de conversa. Amêijoas à bulhão pato a seguir e um bacalhau à brás e uns ovos verdes de bacalhau para continuar, sem esquecer o clássico do prego para terminar. Por fim, um docinho: o pastel de nata da Manteigaria, cujas fornadas estão sempre a sair. Debaixo do mesmo tecto, o Time Out Market reúne muito do melhor de Lisboa. Mas há uns pratos que são mais alfacinhas do que outros. São esses que destacamos esta semana. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade