Porto icon-chevron-right Cinco novos bares para conhecer no Porto

Cinco novos bares para conhecer no Porto

A vida noturna da cidade está ao rubro. Aqui tem cinco novos bares para conhecer no Porto
Gulden Draak
© Marco Duarte No Gulden Draak Bierhuis Porto especializa-se na cerveja belga que lhe deu o nome
Por Margarida Ribeiro |
Publicidade

Não há nada mais terapêutico que uma boa noite de copos, certo? Seja depois do trabalho ou madrugada adentro, qualquer hora é boa para reunir o seu grupo de amigos. Mas convém saber onde a malta anda, quais são as bebidas da moda, onde se pode sentar a ver a bola, provar uma cerveja artesanal ou beber um copo ao som de boa música. É exactamente isso que encontra nestes cinco novos bares para conhecer no Porto. Abriram nos últimos meses e estão mais do que prontos para o receber.

Recomendado: Cinco bares para ouvir música ao vivo no Porto

Cinco novos bares para conhecer no Porto

Hop Trip
© João Saramago
Bares

Hop Trip

icon-location-pin Matosinhos

Onze torneiras de cerveja artesanal portuguesa e quatro torneiras de cerveja de todo o mundo. É o que vai encontrar assim que entrar no Hop Trip, o novo bar dedicado à cerveja artesanal em Matosinhos. “Ter novidades do que se faz em Portugal” é o grande objectivo dos proprietários, por isso, as marcas presentes mudam frequentemente.

O Pattria fica em Cedofeita
Marco Duarte
Bares, Salão de cerveja

Pattria

icon-location-pin Baixa

O Pattria, dedicado à cerveja artesanal, abriu em Março na Baixa. O projecto de Jaime André e Tiago Almeida começou a germinar na Petiscaria Santo António, o outro negócio desta dupla. Quanto à oferta, Tiago e Jaime querem equilibrar a presença de marcas nacionais e internacionais. Entre as primeiras, é possível encontrar por aqui a Musa, Praxis e Letra, e produtores mais pequenos como a Luzia, Beata, Colossus ou OPO 74. Entre as cervejas estrangeiras há Mikkeller, Flying Dog, Omnipollo ou Brewdog. E há ainda mais de 70 referências, à pressão (em oito torneiras) e à garrafa.

Publicidade
Gulden Draak
© Marco Duarte
Bares, Cervejarias

Gulden Draak Bierhuis Porto

icon-location-pin Baixa

É o primeiro bar oficial da marca em Portugal, e o segundo no mundo (o outro fica em Praga). A Gulden Draak é produzida pela fábrica de cerveja BrouwerijVan Steenberge, na Flandres. Fazem várias cervejas de receita própria, que circulam inclusive por restaurantes belgas com estrela Michelin. Por enquanto, há 12 cervejas à pressão (3€ a 6,50€) – e é aqui que vale a pena referir que o equipamento de extracção vem da Bélgica – e mais de 60 referências em garrafa (3,50€ a 6,50€). A Bélgica está representada em peso, mas também há marcas de outras nacionalidades: Orval, Emelisse, Augustijn, Bornem, Pirate, Sierra Nevada e OP0 74 são alguns exemplos. Para petiscar, há pratos de presunto e salpicão, pão de alho com queijo e pratos de queijo com a mostarda artesanal Tierenteyn Verlent, também belga.

Barracuda
©Marco Duarte
Bares, Bares

Barracuda

icon-location-pin São Bento

Das cinzas do Cave 45, na Rua das Oliveiras, nasceu o Barracuda, o novo clube de rock da cidade. O Barracuda fica no antigo bar Traçadinho, que funcionava como um anexo do Gare. Para Rodas, “não choca” ter estes dois espaços lado a lado: a postura musical é diferente mas “são dois clubes underground”. No caso do Barracuda, quem mais ordena é o rock e subgéneros como o stoner, psicadélico, punk e rockabilly, que Rodas quer recuperar dos tempos do Armazém do Chá.


Publicidade
Bar Pherrugem
© Marco Duarte
Bares

Pherrugem

icon-location-pin Cedofeita

Forçado a uma paragem de vários meses, o Pherrugem apareceu de cara lavada, com conceito novo: agora é um gastrobar, orientado sobretudo para finais de tarde e inícios de noite preenchidos com petiscos e bebidas.  Francesinha, asinhas de frango à americana, nachos e tábuas de queijos e enchidos são alguns dos petiscos. Nos copos, aumenta-se a oferta de vinhos, com referências de todas as regiões do país, introduzem-se alguns exemplares de cervejas artesanais portuguesas, juntam-se cocktails clássicos e dá-se destaque às cervejas da gama 1927, da Super Bock.

Mais bares para conhecer

Galeria da Biodiversidade
© João Saramago
Coisas para fazer

15 coisas grátis para fazer no Porto

Visite museus e exposições, passeie por jardins, pinte um mural, admire a arte que existe pelas ruas, aproveite uma aula de ioga ao ar livre ou participe numa sessão de poesia. Aqui tem uma lista com várias coisas grátis para fazer no Porto, sem gastar um tostão.

Porto tours- Shopping
© DR
Coisas para fazer

10 coisas para fazer ao domingo no Porto

Somos contra os domingos desperdiçados em frente à televisão. Se é como nós, mas nunca sabe o que fazer neste dia, não há motivo para alarme, já que lhe preparámos esta lista com 10 sugestões de coisas para fazer ao domingo no Porto, que não pode deixar de aproveitar. E não se preocupe, pois há opções para todos os gostos, que vão de uma ida a um bom restaurante a um roteiro de arte urbana, ou de uma sessão relaxante num spa, a uma tarde de copos com os amigos. Divirta-se, é para isso que aqui estamos. Recomendado: As melhores coisas para fazer sozinho no Porto

Publicidade
Gare
©Alexandre Broadley
Bares

Os melhores clubes no Porto

É importante saber onde pára a movida noturna portuense para aquelas noites em que só apetece virar as costas ao mundo e abanar o pezinho, a anca ou outra qualquer parte do corpo. Nos melhores clubes no Porto é obrigatória boa música e, de preferência, uma programação diversificada com DJs e concertos dignos de festivais de Verão ou de noites para aquecer o Inverno. Há disso, sim senhor, e muito mais nesta lista dos melhores clubes da cidade. Exemplos? Conte com os espaços mais icónicos da cidade, programações alternativas, espaços com as paredes forradas a livros e alguns copos a mais. Recomendado: Sair à noite no Porto: oito paragens obrigatórias até amanhecer

More to explore

Publicidade