Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Bons negócios para aproveitar nesta Feira do Livro
Feira do Livro 2020
Gabriell Vieira

Bons negócios para aproveitar nesta Feira do Livro

Os livros do dia são uma oportunidade a ter em conta. Simplificamos-lhe a matemática com edições recentes a preços irrecusáveis.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

Se a sua parte favorita da Feira do Livro são as pechinchas, nem precisa de ficar a penar enquanto espera da Hora H (Seg-Qui 21.00-22.00): todos os dias há um livro do dia em todas as bancas. Esta promoção generalizada permite-lhe encontrar descontos até 40%, já para não falar dos preços de feira, que podem ser também boas surpresas, com descontos a irem até aos 30%. Esta lista serve ajuda-o a descobrir as promoções que tem mesmo de apanhar até ao dia 13 de Setembro, o último do evento literário mais concorrido da cidade.

Recomendado: Cinco caixas de subscrição com livros para todas as idades

Especial Feira do Livro

Feira do Livro 2020
Gabriell Vieira

Guia para não se perder na Feira do Livro de Lisboa

Coisas para fazer

A celebrar os seus 90 anos, a Feira do Livro assume este ano um novo formato por conta da situação pandémica que se vive, adaptando tanto o espaço como a programação para que sejam garantidas as regras de distanciamento social. O Parque Eduardo VII estende ao sol as páginas da Feira do Livro com centenas de actividades paralelas. Traçamos-lhe um roteiro do que não pode perder antes e 638 marcas editoriais representadas.

clubes de leitura
Fotografia: Jessica Ruscello/ Unsplash

Vai poder doar livros usados na Feira do Livro que serão depois entregues a crianças

Notícias Vida urbana

Além dos expositores para abastecer as estantes lá de casa, há mais de 800 actividades para se entreter e entre elas há uma que desafia os visitantes a darem um final feliz aos livros que já não usam e que têm guardados. A missão “Doe os seus Livros”, uma iniciativa da APEL e do Banco de Bens Doados (BBD), terá um pavilhão próprio na entrada sul do Parque Eduardo VII que será o ponto de recolha das doações. Os livros que os visitantes da feira decidirem doar serão encaminhados para crianças apoiadas por instituições, que integram a rede do BBD, “despertando os jovens e, em especial os mais carenciados, para a magia da leitura”.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade