A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Original Extinction Art Project
©Edis OneAbelha-europeia (Original Extinction Art Project)

Roteiro pela arte urbana de Edis One em Lisboa

Dos animais em vias de extinção ao futebol, o artista urbano Edis One tem cada vez mais obra feita em Lisboa e arredores.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

É designer, é graffiter e é também detentor de um recorde do Guinness. Conhecido pelo seu projecto Original Extinction Art Project, que alerta para as espécies em vias de extinção, Edis One já pintou um pouco por todo o mundo, de Amesterdão ao Bali. E em 2016 participou na realização do maior muro do mundo pintado com luz negra, em Ras Al Khaimah, nos Emirados Árabes Unidos, que lhe valeu a entrada no grande livro dos recordes. Mas este artista de Benfica tem deixado a sua marca na zona de Lisboa, em particular no seu próprio bairro. Conheça algumas das obras de Edis One, realizadas a solo ou em conjunto com outros artistas, com destaque para o seu conterrâneo de Benfica, Pariz One.

Recomendado: Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

A solo

Abelha-europeia
©DR

Abelha-europeia

Edis One dedica-se em grande parte ao seu Original Extinction Art Project, de sensibilização para as espécies que estão em vias de extinção, através da arte urbana. Na Estrada do Calhariz de Benfica, criou um mural de grandes dimensões com uma abelha-europeia, alertando para a importância no equilíbrio e diversidade dos ecossistemas deste pequeno insecto que se encontra ameaçado.

Urso-polar
©Edis One

Urso-polar

Mais um mural da série Original Extinction Art Project. Desta feita com uma mensagem dedicada às gerações futuras, que precisam de olhar menos para o telemóvel e mais para o planeta que as rodeia. Este urso-polar também mora na Estrada do Calhariz de Benfica.

Publicidade
Harmonia
DR

Harmonia

O artista urbano Edis One também pintou em Cascais. A intervenção localiza-se no edifício da Clínica Cordeiro, junto à Baía de Cascais, e mostra duas mãos entrelaçadas, envoltas no mar e na calçada portuguesa. Chamou-lhe Harmonia, em alusão à união entre todos.

Edis One e amigos

Personalidades do Bairro
©Mariana Valle Lima

Personalidades do Bairro

António Lobo Antunes, Nuno Markl, Carlos Paredes e mais 12 personalidades conhecidas pela sua ligação ao bairro de Benfica foram eternizadas num mural na Rua das Garridas, junto ao Palácio Baldaya. Concluído em Maio de 2020, o projecto esteve a cargo do artista Tomás Reis, que fez os desenhos, enquanto os artistas urbanos Edis One e Pariz One ficaram responsáveis pela pintura.

Estamos Juntos
©Mariana Valle Lima

Estamos Juntos

A obra está num dos muros laterais do Hospital Lusíadas Lisboa e ilustra vários profissionais de saúde, sem cara, que têm estado na linha da frente, com a mensagem "Obrigado, estamos juntos". O mural foi inaugurado a 19 de Junho de 2020, assinalando os 100 dias desde a declaração de pandemia pela Organização Mundial da Saúde, a 11 de Março, e pode ser visto na Rua Abílio Mendes, junto ao hospital.

Publicidade
Cara ou Coroa
©Junta de Freguesia de Benfica

Cara ou Coroa

Há cada vez mais campos desportivos decorados com arte urbana, como o Campo de Jogos do Calhariz, em Benfica, pintado de fresco por Edis One e Pariz One. Um projecto que baptizaram Cara ou Coroa e que promove valores como o fair play e a igualdade de género. No piso do campo de jogos estão ilustrados o rei e a rainha de copas de um baralho de cartas. A ideia é dar a mesma importância às duas figuras, independentemente do género, e fomentar o respeito dentro e fora das quatro linhas.

Campo da Feiteira
©Helio Pereira

Campo da Feiteira

Edis One e Pariz One desenharam uma homenagem ao futebol português no local onde jogou a primeira selecção nacional. O Campo da Feiteira já não existe, mas há um túnel que celebra o talento nacional e os valores do fair play, junto à Rua Emília das Neves, em Benfica. A história é gira e pode ser lida aqui.

Mais arte urbana em Lisboa

  • Arte
  • Arte urbana

Vhils não se faz rogado quando o assunto passa pela dimensão das obras que vai criando mundo fora. Sobram poucas pessoas a quem não soe uma campainha quando ouvem o nome Vhils. Alexandre Farto passou fronteiras há muito e mesmo assim continua por cá a deixar a sua marca em murais de pequena ou grande dimensão. O mais recente representa o lançamento da primeira pedra da 'Chelas é o Sítio', uma associação sem fins lucrativos que conta com Sam The Kid no leme. Fomos à procura, nesta margem ou do outro lado do rio, das paredes rebentadas artisticamente por Alexandre Farto e encontrámos também a icónica obra na calçada portuguesa. Recolhemos as melhores perfurações artísticas de Vhils para que siga o roteiro mais esburacado de Lisboa, veja com olhos de ver e fotografe, que é tudo instagramável.

  • Arte
  • Arte ao ar livre

Nascido na Mouraria, Nuno Saraiva é o ilustrador não oficial da cidade e o seu traço é inconfundível. Foi durante muito tempo o responsável pela imagem das Festas de Lisboa (em 2018 essa responsabilidade foi do ilustrador Rui Sousa) e só este ano legou dois murais à Grande Alface. Pedimos-lhe ajuda para falar sobre isso, mas Saraiva acabou por nos enviar, na primeira pessoa, a história dos seus cinco murais que decoram Lisboa. Se quiser saber mais, não deixe de visitar o site oficial do artista.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade