Vhils em Lisboa: o roteiro perfeito

Uma homenagem a Marielle Franco é a última obra de Vhils em Lisboa. A propósito, fique a conhecer as obras do artista por Lisboa e arredores.
Marielle Franco Vhils
Duarte Drago
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

Vhils não se faz rogado quando o assunto passa pela dimensão das obras que vai criando mundo fora. Sobram poucas pessoas a quem não soe uma campainha quando ouvem o nome Vhils. Alexandre Farto passou fronteiras há muito e mesmo assim continua por cá a deixar a sua marca em murais de pequena ou grande dimensão. O mais recente foi o de homenagem a Marielle Franco, vereadora e activista brasileira assassinada há seis meses.  

Fomos à procura, nesta margem ou do outro lado do rio, das paredes rebentadas artisticamente por Alexandre Farto e encontrámos também a icónica obra na calçada portuguesa. Recolhemos as melhores perfurações artísticas de Vhils para que siga o roteiro mais esburacado de Lisboa, veja com olhos de ver e fotografe, que é tudo instagramável.

Recomendado: Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

Vhils em Lisboa: o roteiro perfeito

1
vhils no barreiro
ⓒCMBarreiro

Rua da União

Barreiro

2
vhils, edifico lumiar
©DR

Edifício GS1

Campus do Lumiar - Alameda Linhas de Torres

Publicidade
3
Calcada by Vhils e calceteiros de Lisboa
©Bruno Lopes

Calçada

Rua de São Tomé

Publicidade
5
vhils, pólo gaivotas
©DR

Pólo Cultural Gaivotas

Rua das Gaivotas, 8

Ler mais

Publicidade
8
vhils,avenida da india
©DR

Avenida da Índia, 28

Publicidade
9
vhils, avenida Calouste Gulbenkian
©DR

Avenida Calouste Gulbenkian

Publicidade

Arte urbana na cidade

monumento ao calceteiro
Fotografia: Duarte Drago
Arte, Arte pública

Monumentos de Lisboa: estátuas de A a bronze

As estátuas são como aquele amigo que está sempre lá, mas com quem nunca conseguimos combinar um café. Estas são algumas das obrigatórias, para conhecer melhor e, de preferência, de bem perto. Há muitas coisas que os turistas fazem e todos os lisboetas devem experimentar, uma delas até passa por uma visita à Casa dos Gessos para ver o molde que deu origem à estátua de D. José I na Praça do Comércio. Mas desta vez queremos que preste mais atenção às obras finais, da mais antiga à mais polémica, ali no topo do Parque Eduardo VII.

Ó Galeria
Fotografia: Arlindo Camacho
Arte, Galerias

Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

Museus e centros de difusão de arte contemporânea são o pão nosso de cada dia no habitual roteiro cultural dos lisboetas. Mas, onde andam os artistas emergentes? Esses que não correm as bocas do mundo e que têm potencial para mover montes e vales no panorama artístico? Nas galerias, está claro. Enamorar-se de uma peça de design nórdico e aproveitar para ver o que está exposto nas paredes de uma loja no Cais do Sodré. Ir fazer compras à Mouraria e encontrar ilustrações no lugar de um antigo minimercado. Passear por Santos e acabar entre arte contemporânea e tatuagens. Todos estes cenários são possíveis e há muitos mais a descobrir com as galerias de arte em Lisboa. Ora tome lá uma lista de galerias de arte alternativas, algumas ainda meninas e moças na capital onde se compra e desfruta de arte em todos os moldes. Cada uma delas merece uma visita com olhos de lince, atentos ao mais pequeno detalhe.

Publicidade