Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Vhils em Lisboa: o roteiro perfeito

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Marielle Franco Vhils
Duarte Drago

Vhils em Lisboa: o roteiro perfeito

Uma homenagem a Marielle Franco é a última obra de Vhils em Lisboa. A propósito, fique a conhecer as obras do artista por Lisboa e arredores.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

Vhils não se faz rogado quando o assunto passa pela dimensão das obras que vai criando mundo fora. Sobram poucas pessoas a quem não soe uma campainha quando ouvem o nome Vhils. Alexandre Farto passou fronteiras há muito e mesmo assim continua por cá a deixar a sua marca em murais de pequena ou grande dimensão. O mais recente foi o de homenagem a Marielle Franco, vereadora e activista brasileira assassinada há seis meses.  

Fomos à procura, nesta margem ou do outro lado do rio, das paredes rebentadas artisticamente por Alexandre Farto e encontrámos também a icónica obra na calçada portuguesa. Recolhemos as melhores perfurações artísticas de Vhils para que siga o roteiro mais esburacado de Lisboa, veja com olhos de ver e fotografe, que é tudo instagramável.

Recomendado: Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

Vhils em Lisboa: o roteiro perfeito

vhils no barreiro
vhils no barreiro
ⓒCMBarreiro

1. Rua da União

Barreiro

vhils, edifico lumiar
vhils, edifico lumiar
©DR

2. Edifício GS1

Campus do Lumiar - Alameda Linhas de Torres

Publicidade
Calcada by Vhils e calceteiros de Lisboa
Calcada by Vhils e calceteiros de Lisboa
©Bruno Lopes

3. Calçada

Rua de São Tomé

Publicidade
vhils, pólo gaivotas
vhils, pólo gaivotas
©DR

5. Pólo Cultural Gaivotas

Rua das Gaivotas, 8

Ler mais

Publicidade
vhils,avenida da india
vhils,avenida da india
©DR

8. Avenida da Índia, 28

Publicidade
vhils, avenida Calouste Gulbenkian
vhils, avenida Calouste Gulbenkian
©DR

9. Avenida Calouste Gulbenkian

Publicidade

Arte urbana na cidade

Mural de Entrecampos 7
Duarte Drago

Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

Coisas para fazer

Vhils, Bordalo II, Aka Corleone, ±MaisMenos±, Tamara Alves ou Mário Belém são alguns dos nomes mais sonantes neste roteiro de arte urbana em Lisboa. A eles juntam-se artistas de todo o mundo, que escolhem Lisboa para servir de tela aos mais variados estilos e mensagens. Se por um lado Lisboa está em guerra com taggers com pouco talento para a coisa – e que fazem questão de espalhar assinaturas por tudo quanto é sítio –, por outro a cidade é cada vez mais um museu a céu aberto de belíssimas obras de arte urbana. Embarque connosco num passeio alternativo pela cidade.

estacao do aeroporto
©Andreia Almeida/ Metropolitano de Lisboa

Uma viagem pela arte do Metro de Lisboa

Arte

São 56 as estações de toda a rede do Metropolitano de Lisboa. E todas, mas mesmo todas, são verdadeiras galerias de arte urbana, não a céu aberto, mas debaixo de terra. Artistas consagrados da nossa praça deixaram o seu cunho na história dos transportes públicos alfacinhas e, embora difícil, escolhemos sete estações que merecem um olhar especial, entre as obras de Almada Negreiros, Vieira da Silva e Arpad Szénés, Querubim Lapa, Júlio Pomar, Maria Keil, Júlio Resende ou mesmo do célebre cartoonista António Antunes. Uma viagem para apreciar e partilhar.

Publicidade
Ó Galeria
Fotografia: Arlindo Camacho

Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

Arte Galerias

Museus e centros de difusão de arte contemporânea são o pão nosso de cada dia no habitual roteiro cultural dos lisboetas. Mas, onde andam os artistas emergentes? Esses que não correm as bocas do mundo? Nestas galerias, está claro. Enamorar-se de uma peça de design nórdico e aproveitar para ver o que está exposto nas paredes de uma loja no Cais do Sodré. Ir fazer compras à Mouraria e encontrar ilustrações no lugar de um antigo minimercado. Passear por Santos e acabar entre arte contemporânea e tatuagens. Todos estes cenários são possíveis e há muitos mais a descobrir com as galerias de arte em Lisboa. Ora tome lá uma lista de galerias de arte alternativas, algumas ainda meninas e moças na capital onde se compra e desfruta de arte em todos os moldes. Cada uma delas merece uma visita com olhos de lince, atentos ao mais pequeno detalhe.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade