Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

Entre talentos emergentes e nomes consagrados, conheça os lugares menos óbvios das galerias de arte em Lisboa

Ó Galeria
Fotografia: Arlindo Camacho A Ó Galeria, na Mouraria
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Museus e centros de difusão de arte contemporânea são o pão nosso de cada dia no habitual roteiro cultural dos lisboetas. Mas, onde andam os artistas emergentes? Esses que não correm as bocas do mundo? Nestas galerias, está claro.

Enamorar-se de uma peça de design nórdico e aproveitar para ver o que está exposto nas paredes de uma loja no Cais do Sodré. Ir fazer compras à Mouraria e encontrar ilustrações no lugar de um antigo minimercado. Passear por Santos e acabar entre arte contemporânea e tatuagens. Todos estes cenários são possíveis e há muitos mais a descobrir com as galerias de arte em Lisboa.

Ora tome lá uma lista de galerias de arte alternativas, algumas ainda meninas e moças na capital onde se compra e desfruta de arte em todos os moldes. Cada uma delas merece uma visita com olhos de lince, atentos ao mais pequeno detalhe.

Recomendado: 20 museus que tem mesmo de visitar em Lisboa

Galerias de arte em Lisboa: um roteiro alternativo

1
ó galeria
©DR
Arte, Desenho e ilustração

Ó Galeria

icon-location-pin Castelo de São Jorge

Tudo começou no Porto, até que a casa-mãe decidiu dar um pulo até Lisboa e assim, em 2015, a Ó Galeria abriu portas em regime pop up store no espaço que antes pertenceu a um minimercado, em plena Mouraria. O conceito, fundado por Ema Sara Ribeiro, mantém-se. Por aqui passa o melhor da ilustração, com vários artistas da Invicta em destaque. 

2
Telas de Ana Jacinto Nunes
Fotografia: Inês Félix
Arte

Galeria Cisterna

icon-location-pin Chiado

Na sua primeira vida, pelo menos de que há registo, foi reservatório de água. A antiga cisterna do século XVII, paredes meias com a Muralha Fernandina, renasce agora – a partir da sua capacidade original de armazenar e partilhar – como galeria de arte contemporânea. Mas a programação não se esgota na rotina de uma galeria tradicional. Há, nos mais de cem metros quadrados, vontade para cursos, workshops e conversas com artistas, curadores e outros intervenientes culturais.

Publicidade
3
galeria brisa
Arte, Arte contemporânea

Galeria Brisa

icon-location-pin Chiado

O casal Bebel Moraes e Daniel Mattar veio directamente do Rio de Janeiro para se apaixonar por Lisboa. A paixão pela cidade e pela arte fez com que abrissem uma galeria de arte contemporânea – a Brisa. Com uma longa experiência na área da fotografia é aí que está o ponto forte deste novo espaço no Chiado. As vivências no mundo da moda brasileira – ela como stylist e ele como fotógrafo – motivaram vários projectos fotográficos que abordam temáticas das sociedades tradicionais e que agora trazem para a nossa cidade.

4
Malapata
Fotografia: Manuel Manso
Compras, Arte, artesanato e passatempos

Malapata

icon-location-pin Chiado

Abriu portas já a pensar numa nova vaga de autores cheios de jeito para o desenho, mas não se esqueceu dos nomes consagrados. A Malapata é um espaço exclusivamente dedicado à ilustração, onde brilham artistas como João Fidalgo, Murta, Tânia Ferrão e Madalena Braga. O formato, esse, é ao gosto do freguês. A galeria tem um gosto especial por coisas pequenas, do clássico A4 aos sacos de lona e pins.

Publicidade
5
art room
©DR
Compras, Arte, artesanato e passatempos

Art Room

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Em dias de exposições individuais, a escolha fica mais limitada, ainda assim, a ilustração e a serigrafia são um dos pratos fortes deste sótão de ar encantador no Príncipe Real. Se quiser preparar uma visita, pode sempre dar uma vista de olhos no Facebook, onde o Art Room vai partilhando as últimas novidades.

6
primner
Arte

Primner

icon-location-pin Santa Maria Maior

Chegou a Lisboa pelas mãos de Andrea e Rodolfo Guerra, para se instalar junto à Sé. A Galeria Primner ainda cheira a novo e assume-se como um espaço totalmente dedicado à arte brasileira do século XX, com particular destaque para o concretismo e neoconcretismo, movimento artístico surgido no Rio de Janeiro. Assumem-se como um veículo de divulgação da arte contemporânea do Brasil em Portugal, que ajuda no diálogo transatlântico e no enriquecimento da diversidade multicultural de Lisboa.

Publicidade
7
JUANCRUZIBANEZ.COM
Arte

Uma Lulik

icon-location-pin Alvalade

A Uma Lulik é uma das mais recentes galerias de arte contemporânea na cidade. O espaço é dedicado à arte oriunda da América do Sul, África, Médio Oriente e sul da Ásia. A Uma Lulik tem como missão divulgar o trabalho de artistas daquelas regiões, funcionando como uma plataforma de divulgação e, simultaneamente, quer desmistificar a arte contemporânea proveniente de outras geografias emergentes.

8
Arte

Bicho Careto

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

A Bicho Careto é uma galeria na Rua de São Bento, que é um verdadeiro tesouro de artesanato. Se quer encontrar peças que fujam completamente da monotonia e onde a cor é rainha é, certamente, na Bicho Careto que o vai poder fazer. O forte sao as esculturas e cerâmicas, acompanhadas por algumas pinturas e fotografia — sendo que são todas de origens geográficas diferentes. Um mundo dentro de uma galeria. 

Publicidade
9
Arte

Lisbon Gallery (by experimentadesign)

icon-location-pin Chiado

Foi pelas mãos da experimentadesign que nasceu uma nova galeria em Lisboa. A Lisbon Gallery instalou-se no Palácio do Príncipe Real e assenta em dois grandes pilares, o design e a arquitectura. Ocupa o piso térreo do Palácio e arranca com artistas como Amanda Levete, Claudia Moreira Salles, Fernando Brízio, Michael Anastassiades, Miguel Vieira Baptista, Naoto Fukasawa e o Estudio Campana.

10
balcony
©DR
Arte

Balcony

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

A arte na cidade brota que nem flores. A Balcony chegou à cidade pelas mãos dos coleccionadores portugueses Luís Neiva, Paulo Caetano e Pedro Magalhães e pretende dar a conhecer novos artistas para servir de rampa de lançamento das jovens carreiras na arte contemporânea.

De paredes branquinhas e chão de linóleo azul, a galeria reúne um portefólio inicial de cinco artistas com menos de 45 anos de idade, que estima alargar à medida que as exposições se vão desenrolando. A galeria quer dar a conhecer e apoiar a afirmação de novos nomes, privilegiando o estabelecimento de relações de longo prazo, baseadas num processo de trabalho e maturação desenvolvido em conjunto com os seus artistas.

Mostrar mais

Arte em Lisboa

Mural de Entrecampos 7
Duarte Drago
Coisas para fazer

Roteiro de arte urbana em Lisboa

Vhils, Bordalo II, Aka Corleone, ±MaisMenos±, Tamara Alves ou Mário Belém são alguns dos nomes mais sonantes neste roteiro de arte urbana em Lisboa. 

Malapata
Fotografia: Manuel Manso
Compras, Arte, artesanato e passatempos

Lojas e galerias em Lisboa para comprar ilustrações

Quem disse que a ilustração é o parente pobre da arte? Em Lisboa, conseguimos encontrar lojas e galerias que provam o contrário, com o melhor que anda a ser feito nas áreas da ilustração e da serigrafia. 

Publicidade
MAAT - Museu Arte, Arquitectura e Tecnologia
Fotografia: Manuel Manso
Museus

Os melhores museus em Lisboa

Edifícios relativamente novos, com linhas que são uma perdição para a fotografia, e clássicos da cidade que patrocinam autênticas viagens no tempo. 

Publicidade