A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Donna Taça
Duarte Drago

Onde beber vinho do Porto em Lisboa

Apetece-lhe beber um bom Porto? Não precisa de ir à Invicta: estes são os melhores sítios para beber vinho do Porto em Lisboa

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Vinho do Porto é um vinho natural e fortificado, produzido exclusivamente a partir de uvas provenientes da Região Demarcada do Douro, no Norte de Portugal. Apesar de produzida com uvas do Douro e armazenada nas caves de Vila Nova de Gaia, esta bebida alcoólica ficou conhecida como “vinho do Porto” a partir da segunda metade do século XVII por ser exportada para todo o mundo a partir desta cidade. Destaca-se dos restantes vinhos, sobretudo por causa da fermentação, que é interrompida dois a três dias depois de ter início, através da adição de uma aguardente vínica neutra (com cerca de 77º de álcool), o que lhe confere mais força (entre 19 e 22º de álcool) e uma doçura natural, visto que o açúcar das uvas não se transformou totalmente em álcool. Mas há ainda vários estilos, com as suas próprias características. Como melhor do que saber é provar, fomos à procura dos melhores sítios para beber vinho do Porto em Lisboa. Entre bares de vinho, restaurantes e salas de provas, encontrámos seis propostas.

Recomendado: Os melhores bares de vinho em Lisboa

Onde beber vinho do Porto em Lisboa

  • Bares
  • Cais do Sodré

Para mostrar que existe uma grande variedade de vinhos do Porto, cada um com as suas características, a Taylor’s, uma das mais antigas marcas de vinho do Porto, tem um quiosque no Time Out Makert, com vinhos raros que podem ser consumidos a copo, mas também integrados em provas de vinhos mais secos ou frutados, mais recentes ou mais antigos. Há ainda cocktails para beber, como um Porto tónico e um Pink Tónico. Se quiser aprofundar o conhecimento sobre a marca, sugere-se também uma visita a um segundo espaço no bairro histórico de Alfama, ao lado do Chafariz Del Rei, onde poderá fazer uma “Introdução à Taylor’s” (40€), uma prova de cinco vinhos que representam o perfil da casa: Taylor’s Chip Dry, Taylor’s LBV, Taylor’s Tawny 20 anos, Taylor’s Quinta de Vargellas Vintage 2015 e Taylor’s Vintage 2009.

  • Restaurantes
  • Português
  • São Vicente 
  • preço 3 de 4

O Faz Figura chama-se agora Portugal Food & Wine by Faz Figura. Na sala de provas, em que se transformou a assoalhada da entrada, há mesas e bancos para ir provando e comentando os “néctares”. Na parede em frente à janela rasgada, dispensadores para 48 garrafas portuguesas que funcionam num esquema de self-service: nas máquinas, introduz-se um cartão carregado com dinheiro e selecciona-se o vinho e a quantidade que se quer, entre 125 ml, 70 ml ou 20 ml (esta última é a quantidade para prova gratuita). Os restantes vinhos da carta – que não estão nos dispensadores e serão à volta de 20 referências – também se vendem a copo através do sistema Coravin, que retira vinho de uma garrafa sem a abrir, através de uma agulha fina. Como é óbvio, também há vinho do Porto.

Publicidade
  • Hotéis
  • Albergues
  • Bairro Alto

No Bairro Alto, conhecido pela sua animada vida nocturna, o Grapes & Bites é um hostel temático, de apenas seis quartos, totalmente dedicado ao vinho português, com música ao vivo todas as noites, das 19.00 às 23.00. Entre a extensa lista de referências vínicas, quase mil, há centenas de vinhos para experimentar a copo e muitos até se misturam em cocktails. Destaca-se, claro, o Vinho do Porto Vintage, que neste espaço ainda é aberto da forma tradicional, com fogo e água. Para acompanhar os copos à mesa, há cestos de pão e tábuas de queijos e enchidos, mas também pratos de confecção simples com os melhores temperos nacionais.

Lisbon Winery
  • Restaurantes
  • Português
  • Bairro Alto

Nesta sala de provas no Bairro Alto, encontra uma colecção de mais de uma centena de referências, todas portuguesas e de pequenos produtores, servidas a copo. A famosa prova premium de vinhos portugueses (79€) inclui cinco vinhos de topo, seis variedades de queijo artesanal, seis variedades de enchidos de porco preto alentejano, presunto Pata Negra cura prolongada, compotas tradicionais, pão e água. A prova de vinho do Porto, existe exactamente ao mesmo preço e com a mesma duração (entre uma hora e meia e duas). É a oportunidade perfeita para conhecer cinco néctares durienses de topo.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Com centenas de rótulos de vinhos de pequenos produtores que dificilmente encontra noutro lugar, o Donna Taça é o bar perfeito para se tornar um enólogo. Se na parte de cima é winebar, em baixo, na cave, é onde funciona o negócio de exportação de Fernanda Araújo Rosa. Todos os vinhos que estão no bar foram provados pela equipa da casa, que sabe a sua história e está disponível para contá-la. Como não são seleccionados pelo preço, mas sim pela sua qualidade, há para todas as bolsas. Na carta, há sempre sugestões de vinho do Porto a copo (5€ a 12€). Para acompanhar, há tábuas de queijos e enchidos. Já os frutos secos são oferta da casa.

  • Bares
  • Princípe Real

O luminoso Chafariz da Mãe-de-Água, designação original deste espaço, é um dos mais bonitos bares alfacinhas. Na carta de vinhos, há mais de duas centenas referências para apreciar este precioso néctar em todo o seu esplendor. Neste espaço, também é possível fazer uma prova especial de Vinho do Porto. O seu custo varia conforme as marcas e os anos dos vinhos servidos. Destaque para a prova de “100 anos de Porto”, onde o apreciador pode provar quatro vinhos de diferentes idades, todos eles envelhecidos em casco: Porto 10 anos, 20, 30 e 40 anos.

Enoturismo para verdadeiros enófilos

  • Coisas para fazer

Portugal é um país de forte tradição vitivinícola e, a avaliar pelos inúmeros prémios e distinções em concursos internacionais, a excelente qualidade dos seus vinhos não passa despercebida. Para os apreciar e conhecer, nada como visitar as regiões de produção e envolver-se na sua cultura, através de visitas guiadas às instalações ou provas de vinhos e outros produtos locais. Explore os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa.

  • Coisas para fazer

Com o tesouro sem rival de mais de 250 castas de uvas nativas e diferentes zonas climáticas, Portugal tem tudo o que é necessário para produzir vinhos de elevada qualidade. Para os conhecer a todos, do tinto ao branco, sem esquecer o rosé, o verde e os espumantes, o melhor a fazer é alinhar em provas na companhia de especialistas e produtores.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade