Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa

Quintas históricas, bons vinhos e paisagens de cortar o fôlego. Aproveite uma escapadinha para conhecer os melhores enoturismos à volta de Lisboa

Fotografia: Arlindo CamachoQuinta do Alcube

E porque nem só da vinha e do vinho vive um homem, alargue horizontes com um passeio de balão ao pôr-do-sol, uma caminhada, ou um mergulho numa piscina salgada. Estes são os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa. 

Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa

Quinta de Alcube

Fica a 18 minutos das praias da Figueirinha, Albarquel, Galápagos ou Portinho da Arrábida. Para quem chega de Lisboa, apenas 39 minutos separam a cidade da Quinta de Alcube, instalada no vale com o mesmo nome, e à sua espera tem uma visita à adega e algumas lições sobre o processo de transformação da uva. Tintos, brancos, monocasta e blend, Touriga Nacional ou Syrah — prepara-se para ouvir conceitos como estes.

O antigo solar do Morgado de Alcube remonta ao século XV, ano da sua fundação por Álvaro de Sousa e Dona Francisca de Távora, e não vai querer perder a oportunidade de pernoitar numa Casa Moscatel ou numa Casa Trincadeira, com os seus terraços privados com espreguiçadeiras. O Museu da Vinha e do Vinho funciona num genuíno lagar romano. Não perca a Capela do Alto das Necesidades, datada de 1750, e símbolo dos rótulos da casa.

A partir de 74€

Ler mais
Grande Lisboa

L'And Vineyards

O luxo encontra-se com a beleza natural num refúgio em Montemor-o-Novo que já dispensa apresentação. São 22 as suítes do L'AND Vineyards, esse reduto exclusivo onde pode seguir a variante mais associada à descoberta do mundo vinícola, os benefícios do spa ou um registo romântico. Tanto pode provar vinhos como andar de balão ou fazer pilates — apenas não recomendamos que faça tudo de uma assentada. As linhas modernas predominam e o restaurante tem assinatura do chef Miguel Laffan. Dos cerca de 7 mil hectares resultam castas como a Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Touriga Franca. A partir de 166€

Ver preços Ler mais
Publicidade

Herdade do Sobroso

Há certas regalias que não têm preço, como um canil, para poder levar o seu melhor amigo (10€/dia), ou contar com serviço de babysitting (10€/hora). Depois de reservar tudo isto, prepare-se para relaxar sobre o alpendre da Herdade do Sobroso ou para aproveitar a piscina de água salgada. Seja bem-vindo ao Alqueva e a estes solos franco-argilosos e arenosos, aos invernos frios e aos verões quentes, e ainda a um desfile de Aragonez, Cabernet Sauvignon, Alfrocheiro e Trincadeira, que nos remetem para os vinhos, claro, a principal preocupação da equipa de enologia. Há alternativas para quem prefere pescar achigãs, passear de balão ao pôr-do-sol, fazer uma caminhada ou mergulhar no universo cinegético.

A partir de 125€

Ver preços Ler mais

A Serenada

Comece por ter em conta que as actividades à disposição devem ser previamente marcadas. Não vale a pena chegar a Grândola e ficar a ver a prova de vinhos por um canudo. A Serenada tem seis quartos com diferentes decorações e nomes de diferentes castas, piscina exterior, terraço para banhos de sol (assim o tempo esteja do seu lado) e wi fi gratuito em todo o edifício (mas vá por nós e faça uma pausa na ligação ao mundo virtual). Por estas bandas, tudo é real e merece a sua atenção. Sugestão? Requisite um cesto de piquinique. Também pode fazer um passeio a cavalo, aprender umas lições sobre o mel e a cortiça e, como seria de esperar, ir ao encontro das vinhas, entre a praia da Aberta Nova e a praia da Galé. A partir de 50€

Ver preços Ler mais
Publicidade
Herdade do Esporão

Herdade do Esporão

Aqui não se pode ficar a dormir, mas há muito mais do que vinhas para explorar no enoturismo da Herdade do Esporão, em Reguengos de Monsaraz: há um belíssimo edifício onde mora o restaurante liderado pelo chef Pedro Pena Bastos; há uma loja de vinhos e azeites para deixar o ordenado todo; e há provas de vinhos, claro (a partir de 15€). Mas ainda mais: é possível visitar as adegas e as caves, fazer passeios de carrinha – com paragem no Museu Arqueológico dos Perdigões –e até fazer o seu próprio vinho: junte um grupo de amigos e, a partir de diferentes variedades, crie um novo lote (45€ por pessoa).

A melhor data para conhecer este lugar mágico é a 24 de Junho, quando se realiza o Dia Grande, com workshops, petiscos, passeios, concertos, conversas e outras actividades para verdadeiros amantes do vinho.  

Reguengos de Monsaraz. 266 509 280. reservas@esporao.com  

 

Outras escapadinhas

Um roteiro por Cacilhas

A travessia é rápida e pode até valer uma ou outra fotografia nas redes sociais, se o bom tempo ajudar. Do Cais do Sodré a Cacilhas são menos de dez minutos de distância. Saído do terminal dos barcos, há todo um novo mundo para desbravar: dá para alugar uma bicicleta, beber uma imperial com um pires de caracóis, fazer uma tatuagem, encontrar um grande achado numa loja vintage... Se no final disto tudo ficar cansado, até encontra apartamentos onde pernoitar. 

Ler mais
Por Mauro Gonçalves

13 coisas para fazer em Cascais

Para quem acha que em Cascais não há nada mais do que praias bonitas e ondas para surfar, temos duas mãos cheias (e mais três dedos) de sugestões que provam exactamente o contrário e dão matéria para passar um dia completo na vila – sem tempo para pausas.

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

21 coisas para fazer em Sintra

Há muito mais do que 21 coisas para fazer em Sintra, bem sabemos. Há aqueles clássicos, que todos já visitámos pelo menos uma vez na vida – e que se não o fizemos, não podemos admitir, tal é a falha. Mas, se numa escapadinha de fim-de-semana, conseguir fazer "check!" em todas as nossas sugestões, está no bom caminho para descobrir o que há de melhor na serra. É Sintra no seu melhor.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Comentários

0 comments