A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Portugueses pela Fashion Week #7: Vasco Freitas

Por
Ines Garcia
Publicidade

Pode não lhe conhecer o nome mas nos bastidores das grandes semanas de moda toda a gente sabe quem é Vasco Freitas. Foi há sete anos que o cabeleireiro de Leça da Palmeira começou nestas andanças dos desfiles de moda internacional – faz o roteiro completo, ou seja, penteia as modelos das grandes casas de moda – e o primeiro desfile foi logo Dolce&Gabbana, em Milão. “Foi logo uma emoçãozinha extra, caí ali num tanque de tubarões mas foi um bom primeiro teste”, relembra.

Temos de recuar ao início dos anos 2000 para perceber a história completa. “Era um catraio e trabalhava na Isabel Queiroz do Valle”, quando um dia uma cliente lhe deu convites para o desfile do criador Felipe Oliveira Baptista (actualmente director criativo da Lacoste). Diz que foi aí que ficou com a lágrima no canto do olho e que definiu que, desse por onde desse, ia ser hairstylist no mundo da moda. 

Dito e feito. “Já não é trabalho. Por mais que esta seja a minha 7.ª ou 8.ª semana de moda consecutiva, continuo com o mesmo entusiasmo”, garante. É o único português na equipa internacional, que já é quase como uma família. “Quem faz Nova Iorque faz Milão, faz Paris, por aí fora. Somos sempre os mesmos e há muito respeito. Para mim é muito bom ver aquelas pessoas que eram os meus ídolos, uma fonte de inspiração, e trabalhar com eles”, conta. 

O truque para se manter saudável nesta correria toda é não ficar em hotéis, mas antes em casas, onde o pequeno-almoço está sempre salvaguardado seja a que horas for — isto porque os fittings e as as provas de cabelos (que demoram 3 a 4 dias) para cada desfile podem bem ser de madrugada. “Mas é tudo muito bem organizado, toda a gente tem o número do nosso passaporte, o nosso nome.”

Esta temporada, que começou em Fevereiro, o desfile mais difícil foi o de Alexander McQueen, porque era um look “muito específico”, diz. E o que lhe deu mais prazer foi o da Calvin Klein, na estreia de Raf Simons, um dos seus ídolos.

Agora de volta a Portugal, estamos no primeiro dia da 40.ª edição do Portugal Fashion, na Cordoaria Nacional em Lisboa, e bastou Vasco Freitas desaparecer por meia hora para começarem a chamá-lo. Quando volta, organiza-se rapidamente e há logo tempo para o entrevistarmos mas nunca pára nem tira os olhos da trança que está a fazer. “Aqui, estou com os meus amigos. Mas não é mais calmo porque não quero falhas. As pessoas sabem o que eu faço e está tudo à espera da magia. Normalmente pedem as minhas ideias e gosto de as dar e tratá-los como se fossem uns Karl Lagerfelds. São os meus amigos, viram-me crescer.”

Descubra outros portugueses pela Fashion Week:

+ Freakloset

+ Gonçalo Silva

+ Hugo Costa

+ Rachide

+ Alexandra Moura

+ Maria Clara

Últimas notícias

    Publicidade