Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right LisbonWeek: nove dias de actividades no bairro da Ajuda

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

LisbonWeek

LisbonWeek: nove dias de actividades no bairro da Ajuda

Começa este sábado o festival que toma o bairro da Ajuda de assalto, sempre a desbravar caminho até 3 de Novembro.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

“Olhe, se fizer o favor, dá aqui uma ajudinha? É que o bairro tem muito por descobrir e há quem se esqueça disso” – podia começar assim a história de mais uma edição da LisbonWeek que este ano ocupa o bairro da Ajuda. Arranca este sábado, 26, e prolonga-se até 3 de Novembro, com exposições, música, arte e visitas a espaços privados que vão estar abertos ao público. Desde 2012 que a LisbonWeek promove os bairros da cidade. A última edição aconteceu em 2017, no Lumiar, e 2019 é o ano do regresso e da exploração de outro lado da cidade. Nestes dias os caminhos vão dar todos à Ajuda, do Bairro 2 de Maio ao Jardim Botânico – o objectivo não é cansar-se destas ruas e espaços que talvez nunca tenha conhecido na vida, é precisamente o contrário: ver tudo, esgotar todas as soluções e propostas da agenda. 

Recomendado: Um dia em Lisboa: Belém, Restelo e Ajuda

Coisas para fazer na LisbonWeek

EXPOSIÇÕES

Foi preciso dar asas à imaginação para levar as exposições para a rua. Uma das mais marcantes da LisbonWeek é o Inside Out Project, que vai levar para o Bairro 2 de Maio (Rua Prof. Cid dos Santos) uma mostra a céu aberto, com mais de 200 retratos de moradores da Ajuda, a verdadeira imagem do bairro. Outra das novidades é a exposição “A minha Ajuda”, que desafia o público a tirar fotografias no bairro e partilhar o olhar de cada um com todos enviando as imagens para contact@ lisbonweek.com (Pátio do Bonfim, Calçada da Ajuda, 234; 10.00-18.00). “Apocalipse” é uma exposição do designer Valentim Quaresma que apresenta no Palácio da Ajuda uma escultura com inspiração na arquitectura neoclássica do palácio (até 31 de Outubro; 10.00-18.00).

WORKSHOPS

Também é possível pôr as mãos na massa com os workshops da LisbonWeek. Nos dias 29 e 30, às 10.00, há uma oficina de azulejaria no ateliê Constânciazul, conduzido por uma mestre ceramista que ensina a arte desde a olaria à pintura. Nos mesmos dias, o projecto Res-Ser, uma iniciativa de sensibilização sobre moda sustentável, encabeça um workshop de upcycling com peças de ganga que os visitantes vão trazer de casa e transformar num tote bag (15.00-18-00). No dia 31 há um workshop de desenho em caderno gráfico, com Fernanda Lamelas, que desafia os participantes a desenhar a partir dos desenhos feitos no jardim botânico, em desenho e aguarela (Entrada principal do Jardim Botânico da Ajuda; 16.30). Os workshops são gratuitos. Só precisa de se inscrever em contact@ lisbonweek.com. 

Publicidade

MÚSICA

Imagine aquelas bandas sonoras épicas do cinema tocadas num órgão de tubos português, com 225 anos. Star Wars, Interstellar, 2001, Bladerunner ou Lord of the Rings são alguns dos filmes que terão as suas músicas interpretadas nos recitais do músico Cláudio de Pina, a 31 de Outubro e 3 de Novembro (Igreja da Boa-Hora; 15.00 e 18.00).

CONFERÊNCIAS

O projecto RES-SER, fundado por um grupo de alunos de Design de Moda da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, volta à carga no dia 29 para uma palestra de sensibilização e consciencialização da indústria da moda, em prol de um futuro sustentável (Chafariz do Largo da Paz; 18.00).

Publicidade

EVENTOS

A inauguração do evento, no sábado, é feita com uma Festa Barroca que leva a gente do bairro e os visitantes a viajar no tempo pelos meandros do Jardim Botânico, com gente vestida a rigor – e como em qualquer festa, haverá música de época para animar, declamação de poesia e jogos tradicionais (entrada principal do Jardim Botânico da Ajuda; 15.00). Nesse dia, há uma sunset party no Jardim das Damas para dançar, passear entre histórias do jardim e subir à grande torre (Calçada do Mirante à Ajuda, em frente ao n.º12; 16.00). A LisbonWeek também celebra o Halloween, a 31, no Jardim Botânico com um passeio pelo jardim para conhecer as plantas que outrora eram usadas em feitiços e que agora são usadas para fins medicinais. Há um concurso de abóboras, um buffet temático na Estufa Real e até um concurso de máscaras (botanicoajuda@isa.ulisboa.pt; 15€-20€; 18.30).

VISITAS CULTURAIS

Se há coisa que não falta ao longo da LisbonWeek são visitas pelos espaços culturais do bairro. Em “Ajuda – Histórias do bairro, dos reis e do povo” pode descobrir o chão que serviu os passos de reis e fidalgos num passeio pelas ruas para conhecer o quotidiano de antes e de agora (Torre do Galo – Parque LisbonWeek; 26, 27 e 30 de Outubro e 2 e 3 de Novembro; 09.30; 7€). Na visita “Palácio da Ajuda – O Palácio Desconhecido” vão abrir-se algumas das alas nunca abertas ao público, onde pode ver os bastidores dos jantares oficiais, subir a um torreão ou ver o elevador mais antigo de Lisboa (Palácio Nacional da Ajuda; 26 e 27 de Outubro e 1, 2 e 3 de Novembro; 11.30; 7€). Pode ainda visitar o Jardim Botânico, a Biblioteca dos Pergaminhos, o Cemitério da Ajuda, o Quartel da Unidade de Segurança e Honras de Estado ou a Igreja da Boa-Hora.

Publicidade
Estufa Real
Estufa Real
©DR

COMER E COMPRAR NA AJUDA

E para quem anda no bairro nestes dias, além da programação, há mais a descobrir entre lojas e restaurantes que só quem ali vive vai conhecendo. No site da LisbonWeek há um roteiro de pontos de interesse na Ajuda, como é o caso da Fábrica Sant’Anna, a Cerâmica Pottery, o Mercado da Ajuda ou a Barbearia Raposo. Para comer bem tem O Sossego, a Estufa Real, a Erva Príncipe ou o Mestrias.

Mais coisas para fazer este fim-de-semana

Terreiro do paço
Fotografia: Arlindo Camacho

As melhores coisas para fazer este fim-de-semana em Lisboa

Coisas para fazer

Escolher um sítio para jantar, um concerto a não perder, uma boa sessão de cinema, uma visita para se deixar guiar, uma feira para se perder nas compras. Parece simples, mas às vezes dá muito trabalho. É para isso que cá estamos. Não dê mais voltas à cabeça a decidir o que fazer no fim-de-semana. A não ser que lhe digamos para ir andar na montanha russa. 

Hype Market
Hype Market

Os melhores mercados em Lisboa este fim-de-semana

Coisas para fazer

Mercados em Lisboa há muitos e nós dizemos-lhe aqueles que não pode perder. Roupa, calçado, acessórios, livros e decoração. Pode contar com cada uma destas coisas nos mercados deste fim-de-semana, incluindo opções para consumir de forma ambientalmente responsável. É só organizar a agenda e começar a rechear o armário com a colecção para a próxima estação. Pode até comprar peças de decoração para a casa (vai certamente encontrar coisas fora da caixa). 

Publicidade
organii, catia e rita curica
©Manuel Manso

Ecomarket: saiba o que não pode perder neste mercado ecológico

Coisas para fazer

O Ecomarket não pára de crescer, e como em equipa que ganha não se mexe, o mercado mantém-se firme em Marvila e com dois dias dedicados às compras, workshops e palestras. O Armazém 16 acolhe este sábado e domingo esta espécie de Web Summit da sustentabilidade e ecologia. “Recomeçar” é o mote para esta que é já a 4.ª edição do Ecomarket, organizado pelas irmãs Rita e Cátia Curica, fundadoras da Organii. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade