Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Aventure-se nestas visitas guiadas em Lisboa
sala d. joao IV palacio da ajuda
Sala D. João IV no Palácio da Ajuda

Aventure-se nestas visitas guiadas em Lisboa

Há sítios onde sempre teve curiosidade de entrar mas sentiu que precisava de uma ajudinha? Então veja estas visitas guiadas em Lisboa.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

Visitas guiadas em Lisboa são como uma muleta para quem não quer perder um único detalhe de certos locais míticos da cidade. Visitar Lisboa com orientação tem as suas vantagens. Veja estas que lhe sugerimos e faça já a reserva da sua, que as vagas desaparecem como pãezinhos quentes.

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Aventure-se nestas visitas guiadas em Lisboa

Teatro Nacional D. Maria II
Fotografia: Arlindo Camacho

Teatro Nacional D. Maria II

Teatro Santa Maria Maior

Sempre teve curiosidade em visitar o que está atrás das cortinas de um palco? O Teatro Nacional Dona Maria II abre, todas as segundas-feiras, as portas dos bastidores para uma visita guiada que dá a conhecer a verdadeira magia que acontece antes de entrar em palco. Cenários, camarins e camarotes: descubra tudo, mas inscreva-se primeiro.

Teatro Nacional D.Maria II. Praça D.Pedro IV. Inscrições: 800 213 250. 8€ (adulto).

Reservatório da Mãe d'Água
©CML

Galeria do Loreto

Coisas para fazer Avenida da Liberdade/Príncipe Real

A visita à Galeria do Loreto inicia o seu percurso na Casa do Registo, na Mãe d’Água das Amoreiras, e desce até ao Largo do Rato. Uma voltinha com paragem obrigatória no Reservatório da Patriarcal, no Príncipe Real, onde é possível viajar até ao século XIX, espaço onde é apresentada uma outra fase do sistema de distribuição de água.

Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras. Praça das Amoreiras, 10. Sex 15.00 e último Sáb do mês 11.00. 3€ a 5€.

Publicidade
Palácio de Belém
©DR

Palácio de Belém

Atracções Edifícios e locais históricos Belém

Estas visitas, conduzidas por técnicos do museu, dão-lhe a conhecer a história deste monumento, num percurso que inclui toda a ala protocolar (Sala das Bicas, Sala de Jantar, Sala Dourada). Todos os sábados, entre as 10.30 e as 16.30, conheça a residência oficial do Presidente da República.

Palácio de Belém. Calçada da Ajuda. Sáb a partir das 10.30.

Sala do Despachio do Palácio Nacional da Ajuda
©Palácio Nacional da Ajuda

Palácio Nacional da Ajuda

Atracções Ajuda

Sabia que o Palácio da Ajuda é a única residência real visitável em Lisboa? Nada tema, porque para não se sentir perdido dentro do grande palácio há visitas orientadas que obedecem a dois temas: “O Quotidiano da Família Real”, que inclui visita ao Piso Térreo, e “Um Dia de Gala no Paço da Ajuda”, que inclui visita ao Andar Nobre.

Palácio Nacional da Ajuda. Largo da Ajuda. Inscrições: servicoeducativo@ pnajuda.dgpc.pt.

Mais que fazer em Lisboa

Terreiro do paço
Fotografia: Arlindo Camacho

As melhores atracções em Lisboa

Coisas para fazer

Nota prévia: esta é uma lista que tem tudo para crescer em tamanho, não fosse Lisboa uma das melhores cidades do mundo e arredores. Não encare portanto estas paragens como um guia definitivo mas antes como um aperitivo para todas aquelas propostas que ficaram de fora (por agora) deste nosso menu. Opte por calçado confortável e venha daí.  

 rage room, smash it, sala de raiva
Fotografia: Manuel Manso

Coisas radicais para fazer em Lisboa

Coisas para fazer

Aviso prévio: este artigo é impróprio para cardíacos. Os níveis de adrenalina prometem subir só de ler. É que saltar para o Tejo, entrar num quarto escuro para fazer amigos ou numa sala para partir tudo, fazer coastering, ir a um restaurante clandestino, saltar de asa delta ou passear pela serra de Sintra à noite não é para meninos.

Publicidade
MAAT
Fotografia: Arlindo Camacho

Guia para não pagar entrada nos museus em Lisboa

Coisas para fazer

Há museus completamente gratuitos em Lisboa, e já os listámos aqui, depois há outros que não dão o braço a torcer e onde vai ter sempre de se chegar à frente e abrir a carteira. Mas ainda há um meio termo, aqueles que dão tréguas em pelo menos um dos dias da semana ou do mês, para que possa entrar sem gastar dinheiro.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade