A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Time Out Market Lisboa
© Luis Ferraz

Dez coisas para fazer em Agosto no Time Out Market Lisboa

No Time Out Market Lisboa encontra o melhor da cidade debaixo do mesmo tecto. Sugerimos dez coisas para fazer em Agosto no mercado.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Quem disse que em Agosto não se passa nada em Lisboa, muito provavelmente, nunca visitou o Time Out Market no mês mais quente do ano. Há concertos e DJ sets, workshops onde se inscrever e até uma peça de teatro para ver. E, claro, há muito que comer e beber, incluindo pratos criados pelos melhores chefs do país ou as especialidades dos restaurantes clássicos da cidade. Aponte estas dez coisas para fazer no Time Out Market Lisboa.

Recomendado: O melhor da cidade debaixo do mesmo tecto: os restaurantes do Time Out Market Lisboa

Assistir à peça ‘Uma noite na Lua’
DR

Assistir à peça ‘Uma noite na Lua’

Até 31 de Agosto, o Estúdio Time Out recebe o monólogo Uma noite na Lua, com texto do dramaturgo brasileiro João Falcão, que, em Portugal, conta com a interpretação do actor Pedro Hossi, no papel de um escritor sem um único título publicado que luta para terminar uma peça sobre um homem solitário. O público assiste a tudo o que se vai passando na sua cabeça.

Ter-Sex 21.00. Bilhetes à venda na Ticketline.

Degustar o menu de almoço do chef Henrique Sá Pessoa

O novo menu executivo do chef Henrique Sá Pessoa inclui alguns dos seus pratos mais icónicos, como é o caso do Leitão confitado a baixa temperatura com puré de batata-doce e pak choi ou o Bacalhau batoteiro com espinafres e cenoura. Está disponível de segunda a sexta-feira, das 11.00 às 15.30, custa 15 euros e inclui uma opção de prato principal, uma bebida à escolha (água, refrigerante, cerveja ou vinho a copo) e uma sobremesa: o bolo de banana e caramelo com gelado de especiarias.

Publicidade
Participar num workshop da Academia
©Luis Ferraz

Participar num workshop da Academia

Em Agosto, a nossa praia é a Academia Time Out. É aqui que se apuram cozinhados e se aprendem novas receitas para fazer um brilharete nos almoços e jantares com amigos ou família. Espreite a agenda e venha meter as mãos à obra nos nossos workshops de cozinha.

Jantar ao som dos Blues & Swing Trio

Os jantares de sábado no mercado, das 21.00 às 23.00, vão ter outro sabor com os concertos do Blues & Swing Trio. Uma experiência que remete para os clubes de jazz dos anos 30/40, em que a música cumpria o propósito de meter toda a gente na sala a dançar. É esta a missão dos três amantes de música jazz que compõem este trio: Frederico Martinho (HMB) na guitarra, José Maria no saxofone e Romeu Tristão no contrabaixo.

A entrada é livre, mas limitada ao número de lugares sentados.

Publicidade

Dançar (na cadeira) aos domingos

Nos domingos de Agosto, quando “São 7 no Mercado”, há um DJ set para descontrair e acabar o fim-de-semana em bom. O encontro está marcado sempre das 19.00 às 21.00 e conta com diferentes artistas no alinhamento: DJ Enrique (8), Rádio Cacheu (15),  Duarte Ornelas (22), Mónica Mendes (29).

A entrada é livre, mas limitada ao número de lugares sentados.

Descobrir os novos sabores de Verão da Davvero
Fotografia: Duarte Drago

Descobrir os novos sabores de Verão da Davvero

Não sabemos se cabem todos num mesmo cone, mas a Davvero é especialista em empilhar diferentes sabores. Agora que o Verão está à espreita, é uma boa altura para vir provar os novos sabores como a melancia e a meloa, para os dias mais quentes.

Publicidade
Fazer uma prova de vinhos do Porto com a Taylor’s
Duarte Drago

Fazer uma prova de vinhos do Porto com a Taylor’s

Para quem quer fazer uma verdadeira incursão nos vinhos do Porto, o quiosque da Taylor’s propõe seis provas diferentes – “Para começar”, Completa, A Descoberta, Especialista, Um Século e Vintage – com preços que vão dos 9,50€ aos 65€. Todas estas provas são servidas numa tábua composta por três a cinco variedades de vinho do Porto. 

Provar bacalhau como nunca
©Melissa Vieira

Provar bacalhau como nunca

O bacalhau está para os portugueses como o arenque para os holandeses, mas, no que toca a versatilidade de receitas, o bacalhau ganha. A prova disso é esta pequena banca da Terra do Bacalhau no Mercado onde, além dos tradicionais pastéis de bacalhau, se podem provar coisas como pele de bacalhau frita, uma verdadeira especialidade, húmus de bacalhau ou várias outras receitas em cima de um pãozinho torrado.

Publicidade

Beber os novos vinhos do chef Miguel Castro e Silva

Há novidades no restaurante do chef Miguel Castro e Silva e desta vez não são para comer, mas para beber. Os vinhos feitos pelo chef na Quinta do Ventozelo no Douro, agora, vão ver a luz do dia aqui no mercado. Dois brancos e dois tintos, um viosinho, um Syrah e dois field blends com uvas escolhidas pelo próprio chef que faz vinhos há mais de 30 anos.

Almoçar num dos clássicos da cidade
©Arlindo Camacho

Almoçar num dos clássicos da cidade

Desde 2016 que um dos maiores restaurantes da cidade se mudou para o primeiro piso do mercado. Do Bairro Alto, o Pap’Açôrda trouxe os pratos mais icónicos da casa, a chef Manuela Brandão, os candelabros e muito mais, mas aqui encontrou um novo espaço mais amplo com janelas abertas para a cidade.

Mais Time Out Market

  • Coisas para fazer

Em dez mil metros quadrados de Time Out Market há sempre coisas a acontecer. Agora menos, com a retoma da actividade. Mas fica a certeza de encontrar mais do que comida e bebida. Às sextas-feiras, por exemplo, a partir das 19.30, o food hall recebes as "Sextas Mata-Bicho", com concertos de artistas nacionais e lusófonos.

  • Restaurantes

O Verão chegou, ainda que a pandemia nos faça esquecer de algumas das coisas boas da vida. Esplanadas são das melhores invenções para manter os níveis de convívio social em segurança e escusado será dizer que no Time Out Market não faltam boas opções – não é por acaso que passamos a vida a dizer que é o lugar que reúne o melhor da cidade. 

Publicidade
  • Restaurantes

Dentro do Time Out Market há uma escola de cozinha para aprender pratos de várias gastronomias mas se ficou com a pulga atrás da orelha quando foi comer a um dos restaurantes do food court e até dá dá um pezinho na cozinha lá de casa, descubra aqui três receitas fáceis (relativamente, vá) de fazer em casa. Pode começar pelos croquetes de queijo de cabra e cebola caramelizada da Croqueteria. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade