A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
workshops
Fotografia: Juliet Furst/Unsplash

Cursos em Lisboa para meter as mãos à obra

Prepare as mãozinhas para estes cursos de cerâmica, colagem, joalharia e muito mais. Aprender a mexer é a premissa.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

O ponto aqui é simples: não fique a gastar o sofá de casa, que aí não se aprende nada. Quer dizer, até pode aprender uma coisa ou outra, mas há habilidades que o obrigam a ser mais dinâmico e a algum trabalho de mãos – uma certa minúcia, diga-se. Falamos de cerâmica, por exemplo, em que precisa de estar pronto para meter mãos à obra, amassar a coisa, dar-lhe forma (pode ser uma caneca ou um jarrão lá para casa) e conseguir responder ao milagre da criação artística. Não vá mais longe: tome nota destes cursos em Lisboa.

Recomendado: Coisas para fazer em Lisboa este mês

Ponha as mãos à obra nestes sítios

  • Coisas para fazer
  • Aulas e workshops
  • Campo de Ourique

Margarida Aires Mateus costuma dizer que tem quatro filhos e um deles é o Artlier, uma oficina de artes e ofícios com cursos e workshops para todos, que gere com a ajuda de mais duas apaixonadas por manualidades. Agora também os há em versão online e incluem o devido kit de material para não ter de sair de casa. O difícil vai ser escolher a técnica: da cerâmica à tapeçaria, não esquecendo as artes da estampagem, do macramé, da pintura japonesa, da aguarela e até do tingimento. O preço, que já inclui os portes de envio, é de 25€, mais o valor do kit, que varia consoante o que pretende aprender. Atenção: apesar de ter direito a manual de instruções, o objectivo é aproveitar a aula online com professor. Se preferir ver o professor ao vivo, é optar pelos workshops e cursos presenciais, como os de restauro e reciclagem de móveis, marcenaria, tapeçaria ou encadernação.

Preço: a partir de 80€/1x por semana (restauro e reciclagem de móveis)

  • Coisas para fazer
  • Aulas e workshops
  • Campo de Ourique

A MArt – Escola de Arte é um espaço de projecto, aprendizagem e experimentação artística que oferece aulas, ateliers e oficinas, juntando em cada turma artistas em fase de iniciação, amadores e profissionais. Esta oferta está estruturada em três níveis que se interligam naturalmente entre si e podem ser frequentados de forma independente. Para o ano lectivo 2020/2021, estão programadas oficinas de gravura e cêramica em vários horários, mas também mini-cursos.

Preço: 125€ por mês mês/ quatro sessões de 4,5 horas + 25€ de taxa de inscrição (oficina de gravura); 11 mensalidades de 120€ + 5,50€ de seguro anual + 25€ de taxa de inscrição (curso de cerâmica).

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Charneca

Nesta oficina de impressão em serigrafia não há esquisitices: só trabalhos variados e muita vontade de fazer e ajudar. A oferta de formação inclui oficinas de serigrafia, desde o processo tradicional a uma técnica caseira, mas também de encadernação. Para não perder pitada, é estar atento à agenda de cursos e workshops do Carapau Amarelo.

Preços: a partir de 50€

  • Atracções
  • Alvalade

Fundado em 2012, o Centro de Joalharia de Lisboa é referência na formação técnica e artística de Joalharia em Portugal, inovando na criação de oferta única a nível nacional de cursos como Alta Joalharia, Design de Joalharia CAD CAM e Micro-cravação. Entre os workshops planeados, encontra iniciação à joalharia, modelação criativa de cera e cravação em garras e virola. 

Preço: a partir de 210€

Publicidade
  • Arte
  • Xabregas

O Ar.Co remonta a 1973, ano em que nasceu como escola de arte independente, de carácter experimental, dedicando-se à formação e divulgação das artes, artesanias e disciplinas da comunicação visual. O complexo, remodelado segundo o projecto do arquitecto João Santa-Rita, conta com oficinas, laboratórios e estúdios de fotografia e cinema. Entre a oferta de cursos livres, contam-se workshops de joalharia e cerâmica, mas também de desenho, direcção de actores ou edição de vídeo.

Preço: 110€-300€

  • Coisas para fazer
  • Aulas e workshops
  • Alcântara

A FICA é uma oficina para criar à mão. Serigrafia, risografia, marcenaria, cerâmica, tapeçaria. Há uma série de técnicas que se julgavam caídas em desgraça, mas afinal parece que estavam apenas a hibernar. Nesta oficina criativa, tanto os curiosos como os profissionais podem realizar os seus projectos em workshops regulares. Para os próximos tempos, há projectos de marcenaria, cerâmica e serigrafia. Mas, atenção, as vagas esgotam rápido.

Preço: 50€-140€

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Aulas e workshops
  • Bairro Alto

A oficina da histórica Latoaria Maciel é uma das estrelas da nova vida do Mercado do Bairro Alto, que agora acolhe oficinas tradicionais portuguesas, entre latoaria, marcenaria, serralharia, cerâmica, têxteis ou pintura decorativa. O mercado reabriu portas com a ajuda da Junta de Freguesia da Misericórdia, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e da Fundação Ricardo Espírito Santo, especialista na área da formação em Artes e Ofícios. Os mestres das oficinas residentes partilham conhecimentos das suas áreas de especialidade, mas o melhor é ir passando pelo site da Fundação Ricardo Espírito Santo para conhecer a oferta formativa ou reservar um open-day (à segunda ou sexta-feira) no mercado, para trabalhar e aprender gratuitamente sobre as várias técnicas disponíveis.

Preço: 60€-250€

  • Compras
  • Lisboa

O Sedimento, o estúdio criativo de Maud Téphany e Ursula Duarte, é uma loja e um atelier de cerâmica. Para iniciados em técnicas de construção manual de cerâmica ou para alunos que queiram aperfeiçoar a sua experiência, há várias propostas de aulas de cerâmica. Os workshops para adultos decorrem seis vezes por semana e as aulas são realizadas em pequenos grupos (máximo de seis pessoas) para garantir um acompanhamento mais personalizado. Há sessões às segundas e sábados (10.30-12.30, 14.00-16.00 e 16.30-18.30).

Preço: 90€/mês (2h/semana) ou 160€ (4h/semana), com todos os materiais incluídos

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Aulas e workshops
  • Beato

A ideia de auto-edição parece remeter para aquelas chancelas que inundam as livrarias com entulho literário. É um conceito contaminado. O que a Oficina do Cego propõe, no entanto, é exactamente o contrário. São projectos únicos feitos artesanalmente, misturando todas as técnicas de impressão disponíveis – tipografia, serigrafia, cianotipia, gravura, stencil e até offset. O processo de aprendizagem estende-se por vários meses (para um máximo de oito formandos), para aprender a mexer nos prelos e em toda a maquinaria disponível, ponderar gramagens de papel, escolher cores, pôr as mãos nas tintas, fazer a maquetagem, a encadernação e até os acabamentos. Tudo num ambiente descontraído e a respirar camaradagem.

Preço: 590€

Mais para aprender

À procura de aulas de pintura em Lisboa? Dizemos-lhe onde
  • Coisas para fazer

Tal como Arles serviu de inspiração a Van Gogh, Lisboa pode servir de inspiração para a sua próxima obra. Mesmo que ainda não tenha comprado os pincéis. Seja a óleo ou com aguarela, paisagens ou retratos, se não tentar nunca irá descobrir se será a próxima grande promessa artística do país.

Agarrá-los pelo estômago: os melhores cursos de cozinha em Lisboa
  • Coisas para fazer

Estamos prontos para sermos arrebatados por um prato feito como mandam as regras, um petisco inesperado ou um cocktail conversador. Qualquer altura é boa. Podem mandar vir de onde quiserem: do Japão, da Índia, da China ou até de outras origens portuguesas. Mas chega de conversa: vamos aos cursos de cozinha antes que a vontade esfrie.

Publicidade
  • Coisas para fazer

Se também começou o ano a dizer a si mesmo que ia ficar mais zen e a stressar menos – sim, porque o lufa-lufa de Lisboa não é fácil para ninguém – é uma boa ideia estar atento às sugestões que por aqui lhe damos. Há yoga para as horas vagas, do dito normal e do hot (que ajuda na flexibilidade, por exemplo) e até meditação.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade