Dar o corpo ao manifesto: os novos ginásios em Lisboa

Do boxe ao treino funcional, fomos conhecer os novos ginásios na cidade onde pode ficar em forma longe das multidões
vitória nobre arte, ginásio
Fotografia: Manuel Manso
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Liberte o stress da cidade estendido no colchão ou a esmurrar um saco de boxe nestes novos ginásios da cidade. Qual é o seu tipo de desporto?

Os novos ginásios em Lisboa

The Functional
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

The Functional

icon-location-pin Chiado

Todo o conceito de ginásio que conhece até aqui pode esquecer já. No The Functional não há máquinas de musculação nem passadeiras, há exercícios adaptados às necessidades biológicas de cada pessoa. O ginásio funciona no primeiro piso de um edifício partilhado com um centro de estética, mas não é por isso que passa despercebido. Todos os treinos são criados a pensar no corpo e objetivos de cada um, e pode ser em regime personal trainer ou em aulas de quatro pessoas. “O objectivo é educar as pessoas para tratarem do corpo, quase como uma medicina alternativa que cura”, explica Tiago Santos, que dá aulas juntamente com Nuno Ferreira e Tiago Baptista.   

Rua António Maria Cardoso, 8, 1.º piso. 91 366 7398 info@functionalchiado.pt. 60€/por sessão.

Coisas para fazer

The Code

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Se o que o apoquenta são as grandes enchentes e a confusão dos ginásios de grandes cadeias, aqui esse problema está resolvido. O The Code define-se como um ginásio boutique, que prima por um tratamento mais exclusivo dos seus sócios, com duas modalidades Combust – treino intervalado de alta intensidade com passadeiras sem motor e uma box de treino funcional – e o Collide, praticado numa sala com 40 sacos de boxe para as modalidades de combate. “Queremos que a experiência de ginásio seja mais intimista, e as pessoas até podem reservar o saco de boxe ou a passadeira através de uma plataforma que vamos ter”, explica a directora do clube, Raquel Carrujo. O segundo The Code vai abrir no piso superior do Mercado 31 de Janeiro, no Saldanha.

Estádio Universitário de Lisboa-Azinhaga das Galhardas. 96 617 7855. 14€ (aula avulso) ou 49€ (6 aulas).

Publicidade
Vitória Nobre Arte
Fotografia: Manuel Manso
Coisas para fazer

Vitória Nobre Arte

icon-location-pin São Sebastião

O pequeno estúdio que tinham em Campolide saltou para a Praça de Espanha, agora num open space dedicado ao boxe e kickboxing. No Vitória Nobre Arte, pode optar por aulas de grupo (12-14 pessoas no máximo) ou por ser acompanhado por um personal trainer. Pedro Matos é quem dita as regras e faz suar os alunos. “As modalidades de combate estão a crescer e isso é uma tendência, deixou de ser visto como um desporto violento, passou a ser visto como uma modalidade legítima”, diz. O clube tem uma zona com máquinas de cardio-musculação, uma área com sacos de boxe e, como não podia faltar, um ringue. E para quem se quer iniciar nestas andanças, o clube tem disponíveis duas aulas semanais para iniciantes às respectivas modalidades.

Avenida Santos Dumont, 57C. 65€ (com contrato de 12 meses e acesso a todas as aulas) ou 85€ (sem contrato e acesso a todas as aulas).

Mais exercício em Lisboa

corredor verde
Fotografia: Ana Luzia
Coisas para fazer

Ginásios ao ar livre em Lisboa

Não têm um personal trainer à mão de semear, mas estes ginásios ao ar livre em Lisboa podem desenrascar um orçamento mensal mais apertado ou até ser a solução ideal para quem não gosta essencialmente de duas coisas: sítios fechados e pessoas dentro da sua bolha de segurança.

Coisas para fazer, Eventos desportivos

Os melhores sítios para praticar yoga em Lisboa

Ao ar livre ou dentro de portas, o yoga é uma modalidade em crescendo. Cada vez mais pessoas começam a preocupar-se em ter um estilo de vida saudável. Lugares clean e tapetes de borracha alinhados simetricamente pelo chão: tudo pronto para entrar em modo zen. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com