Descubra onde é isto e teste se é um verdadeiro lisboeta (parte 2)

Conhece bem Lisboa vista de cima? Não basta saber onde se vende a melhor ginja, bifana, pastel de nata ou caracóis.

Considere isto um treino para não corar quando alguém de fora lhe fizer perguntas difíceis sobre a sua própria cidade. Este é o segundo teste que o pode validar como um verdadeiro alfacinha, o que só acontece se responder a pelo menos três dos cinco desafios propostos. As soluções estão a seguir à imagem nº5 (ou antes da imagem nº 1, como lhe der mais jeito) e, apesar das imagens terem sido retiradas do Google Maps, não vale ir copiar ao Google. Aceita o nosso desafio?

Recomendado: Descubra onde é isto e teste se é um verdadeiro lisboeta (parte 1)

Descubra onde é isto e teste se é um verdadeiro lisboeta (parte 2)

Imagem 1
1/6

Imagem 1

Pista: O novo desígnio do Edifício Pedro Álvares Cabral começou em 2008 e é muito arriscado dar uma pista sem revelar qual é. Podemos dizer que está ligado à história de Portugal pelo mundo, contada num edifício de seis pisos dos anos 40, um projecto do arquitecto João Simões Antunes que inicialmente se destinava ao armazenamento de bacalhau. Na parte exterior destacam-se dois baixos-relevos do escultor Barata Feyo.

Imagem 2
2/6

Imagem 2

Pista: De cima tem pinta de observatório, mas não é. Só que lá dentro é bem capaz de ser um dos locais mais observados da cidade por quem aqui trabalha. A estrutura começou por ser o Forte Sá da Bandeira, erguido em 1889 como parte do sistema de defesa de Lisboa, mas após a I Guerra Mundial mudou de funções. As últimas obras de renovação aconteceram em 2007.

Imagem 3
3/6

Imagem 3

Pista: Quando este espaço abriu portas a 29 de Setembro de 1998, no penúltimo dia da Expo98, havia quem lhe chamasse "o porta-aviões". O edifício data de 1910, onde funcionou uma empresa de estiva. Madonna chegou a alugá-lo em 2004. Mas acabou por não aparecer, ao contrário da sua equipa.

Imagem 4
4/6

Imagem 4

Pista: Este largo herdou o nome da alcunha de Luís Gomes de Sá e Menezes, patrono do antigo Mosteiro de Trinitárias, hoje Igreja Nossa Senhora da Conceição, um espaço que se chamou Praça do Brasil entre 1910 e 1948. Só que não pegou. Hoje anda nas bocas dos lisboetas à boleia de um projecto que alguns cidadãos chamam de mono, a ser erguido no terreno onde funcionou a Associação Escolar de São Mamede.

Imagem 5
5/6

Imagem 5

Pista: Esqueça o alcatrão da imagem. O que queremos é que identifique os campos do lado direito que têm funcionado que nem um relógio. Acolhem um parque muito especial em Lisboa que já recebeu prémios e o início do Outono vai significar mais movimento neste parque de dois hectares.

Soluções

1 - Museu do Oriente
2 - Estabelecimento Prisional de Monsanto
3 - Lux
4 - Largo do Rato
5 - Parque Vinícola de Lisboa

Trabalho de casa

Ciclovias em Lisboa. Só precisa de pedalada para percorrer a cidade

Até 2018 a cidade de Lisboa deverá atingir os 200 quilómetros de vias cicláveis. Enquanto nos ficamos pelos cerca de 60 já disponíveis não faltam opções para recorrer à bicicleta como meio de transporte, para que cada vez mais as duas rodas não sejam apenas um plano B. Venha daí pedalar.     

Ler mais
Por Maria Ramos Silva
Publicidade

Comentários

0 comments