Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Especial Dia da Mulher: Nenny, Queen N

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Nenny
DR

Especial Dia da Mulher: Nenny, Queen N

Ser jovem não demoveu Nenny de fazer o que quer que fosse. É um fenómeno do hip hop tuga onde tem de pôr os olhos e os ouvidos.

Por Francisca Dias Real
Publicidade

“Sushi”, “Bússola” e “Tequila” talvez formem a santíssima trindade que faz de Nenny o fenómeno que é hoje. Com 18 anos apenas, esta cantora e compositora portuguesa de raízes cabo-verdianas e a viver no Luxemburgo tem milhões (sim, são mesmo muitos milhões) de visualizações no YouTube. Em Fevereiro, deu um salto de gigante ao participar no projecto A Colors Show, uma plataforma criativa de showcases de talentos da música de todos os cantos do mundo. Poucos a conhecem por Marlene Tavares, mas é o nome por detrás de uma presença desmesurada em qualquer palco que pise, de uma energia e intensidade que só Nenny sabe imprimir – ou não fosse ela cantar desde os tenros 6 anos de idade. “Sinto-me abençoada por ser tão jovem e ter conseguido chegar onde estou agora – e tão rápido. Sei que não há muitos artistas portugueses que tenham começado assim, tive a sorte, e lutei para isso, de conseguir sobressair com a minha música, com a minha postura”, diz à Time Out. O disco de estreia, Aura, saiu em 2020 e compila alguns dos êxitos que a levaram para a ribalta, tendo agora os novos singles “Tequila” e “Wave” – produzidos em exclusivo para o Colors – vindo reforçar aquilo que já todos sabiam: esta miúda veio para ficar. 

“A figura masculina está muito mais presente no hip hop e talvez seja mais difícil para mulheres, mas acho que não vi essa barreira, acho que é preciso olhar para isso como uma oportunidade para te mostrares e fazeres diferente, de chegares e teres atitude”, afirma. “Já era preciso uma mudança no game na indústria do hip hop.” Ser mulher, negra e a cantar em português é das conquistas de que mais se orgulha, um espelho da identidade e das culturas portuguesa e africana que faz questão de levar ao peito e na voz. “Consegui encontrar o meu lugar, representar as mulheres no hip hop tuga e isso é gratificante”, diz. 

Desde pequena que, além do sonho de um dia vir a ser cantora (check!), Nenny vê a imagem como um reflexo das suas emoções e da mensagem que quer passar. “A moda sempre esteve presente na minha vida. Quando era pequenita desenhava imensas peças de roupa que gostava depois de vir a usar”, conta. “A partir dos 14 ou 15 anos levei a coisa mais a sério e sinto que libertei a minha personalidade através da roupa. E no mundo do hip hop acaba por sobressair, então escolhia roupas mais largas, mais masculinas, e combinava com acessórios muito femininos. Acho que essa paixão continua cá.” E se continua. Nenny foi a estrela da apresentação da dupla de designers portugueses Marques’Almeida (autores do modelito usado pela artista no Colors) na London Fashion Week, numa performance em vídeo em que a rapper canta ao mesmo tempo que apresenta alguns dos looks da nova colecção. “Foi um momento em que juntei o melhor dos dois mundos, expressei a minha arte através da música e da roupa, cheguei a novos públicos e isso é importante para alguém que está na minha posição”, remata, com uma nota de saudade dos palcos, mas a promessa de que novidades vão chegar.

Quem é a mulher que te inspira?
”A mulher que tenho como referência sempre para tudo é a minha mãe, claro. Mas se olhar para o lado mais artístico e para o meu trabalho, a Teyana Taylor é uma mulher super-inspiradora. Ela representa aquilo onde eu gostava de chegar um dia, tem uma vibe incrível.”

Quem manda aqui?

Mafalda Sena
© Gabriell Vieira

Especial Dia da Mulher: Mafalda Sena, cenas mil

Saúde e beleza

“Sempre fui a gorducha da família”. Mafalda Sena, de 31 anos, cresceu rodeada de irmãos e primos. Nas fotografias de família, recorda, “era sempre aquela que se destacava por ser mais gordinha”. Com a idade, foi percebendo que o excesso de peso lhe era prejudicial. Interiorizou que tinha de mudar, e assim foi. Mas tudo a seu tempo – e com muita paciência.

Ana Leão
Gabriell Vieira

Especial Dia da Mulher: Ana Leão, leoa para os amigos

Restaurantes

Se uma Bimby ajuda muito boa gente lá em casa, não define a vida de um cozinheiro e ai de quem se meta com Ana Leão, Leoa para os amigos, e vá para as suas redes sociais dizer que babkas ou brownies se fazem bem no robot de cozinha. Esta fera da cozinha já é conhecida pelas gentes da área no Porto e está agora de passagem em Lisboa, tendo-se juntado ao colectivo New Kids on the Block, de novos chefs criativos e inconformistas.

Publicidade
Nenny
DR

Especial Dia da Mulher: Nenny, Queen N

Coisas para fazer

“Sushi”, “Bússola” e “Tequila” talvez formem a santíssima trindade que faz de Nenny o fenómeno que é hoje. Com 18 anos apenas, esta cantora e compositora portuguesa de raízes cabo-verdianas e a viver no Luxemburgo tem milhões (sim, são mesmo muitos milhões) de visualizações no YouTube.

Inês Aires Pereira
©Gabriell Vieira

Especial Dia da Mulher: Inês Aires Pereira, cheia de graça

Arte

No último ano, entrou em nossas casas como uma das principais convidadas do Como é que o Bicho Mexe?, de Bruno Nogueira, e conquistou milhares de pessoas, que ficaram a conhecer melhor a actriz portuguesa. Uma mulher do Norte sem papas na língua, divertida, com espírito de criança mas também de guerreira – “éipica” no geral. Mas Inês não chegou agora.

Publicidade
Joana Duarte (Béhen)
DR

Especial Dia da Mulher: Joana Duarte (Béhen), o segredo do enxoval

Compras

A tradição portuguesa parece estar em vias de extinção no seio das famílias, mas não na de Joana Duarte. Foi precisamente no momento em que desenterrou o seu enxoval – feito com a avó, que a ensinou a bordar e a costurar –, que nasceu a Béhen, a marca pela qual dá a cara e que põe a moda a circular, transformando o velho em novo. Uma marca feita por mulheres e para mulheres.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade