A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisboa 5L
Fotografia: Francisco Levita

Festival literário Lisboa 5L convida as famílias a viver a cidade

O novo festival literário de Lisboa arranca a 5 de Maio, Dia Mundial da Língua Portuguesa. Descubra o que não pode perder.

Raquel Dias da Silva
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O Lisboa 5L ‒ Festival Internacional de Literatura e Língua Portuguesa, que esteve para se estrear em 2020, está a tomar a capital de assalto. No total, vão ser cinco dias de actividades para toda a família, desde mesas de autor até exposições e concertos. A programação, que procura transformar a cidade no recinto de uma grande festa, prolonga-se até domingo, 9 de Maio, em ruas, largos, praças e locais como o Teatro São Luiz, o Capitólio, o Museu da Farmácia e o Cinema Ideal. “O mais importante é o envolvimento da cidade na realização do festival, com a participação de livrarias, cafés, hotéis, instituições culturais, fundações e muitos outros agentes, que convidámos a apresentar programação própria”, assegura o director artístico José Pinho, que se recusa a destacar individualmente “este ou aquele”. Mas não hesita em passar o programa a pente fino e a convidar as famílias a ir viver a Lisboa literária.

Recomendado: Estante Time Out: As melhores sugestões de livros

Debates e Mesas de Autor
©DR

1. Debates e Mesas de Autor

O streaming está sempre garantido, quer os debates aconteçam online ou na cidade, no São Luiz ou no Museu da Farmácia. Entre os convidados, destacam-se autores e especialistas portugueses e de países de língua portuguesa, como André Letria, Filipe Melo, Isabel Minhós Martins, Mirna Queiroz, Matilde Campilho, Ondjaki e Rui Zink; mas também nomes internacionais, como Jean-Luc Nancy e Donatella Di Cesare (na foto). Em discussão, estará o papel do português no quotidiano de milhões de pessoas, a renovação dos conceitos de lusofonia, o mercado nacional do livro infantil, as grandes bibliotecas privadas, as livrarias independentes e muito mais.

5 a 9 de Maio. Vários horários.

Exposições
©DR

2. Exposições

“Em Dezembro de 2020, iniciámos um projecto de educação para a cidadania, que resultou na exposição ‘A Janela’, que vamos poder ver na Livraria Snob, ali na Brotéria. Reúne álbuns ilustrados e actividades, que ainda estão a ser trabalhadas nas escolas”, revela o director artístico José Pinho, que também nos convida a ir espreitar uma mostra de cartas privadas. “Convidámos artistas portugueses para as ilustrar e vamos exibi-las em cinco endereços da Lisboa antiga, do Largo das Portas do Sol até ao Jardim Roque Gameiro.” Mas há mais. Em formato digital, encontra o Atlas das Paisagens Literárias de Lisboa, pensado para transeuntes que, deambulando pela cidade, podem usar o telemóvel para ler excertos de obras literárias relacionados com os recantos por onde passam.

5 a 31 de Maio. Vários horários.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Avenida da Liberdade

Para celebrar a relação da música com a língua e a literatura, o Cineteatro Capitólio abre portas a um ciclo de concertos, onde a “palavra escrita, dita, musicada e cantada” ganha protagonismo. O cartaz conta com artistas como Sérgio Godinho, Filipe Raposo, Capicua e Camané, mas também com o Poetry Ensemble e a Lisbon Poetry Orchestra, que irá apresentar a antestreia exclusiva de um espectáculo criado de raiz e dedicado aos surrealistas, “um grupo de artistas, que, num Portugal cinzento, percebeu a urgência da liberdade”, e inclui nomes como Mário Henrique Leiria, Mário Cesariny e Alexandre O’Neill.

5, 7, 8 e 9 de Maio. Vários horários.

Percurso Performativo
©DR

4. Percurso Performativo

“Bem Essencial: Pão, Água e Livros” é um passeio para saciar a fome e a sede de mundo. A experiência oferece-se aos participantes ao longo de uma tarde de vagueio, com paragem em sete “livros” ‒ ruas e recantos da cidade ‒ e diferentes propostas, reveladas apenas no local.

6 a 9 de Maio. Vários horários. Pré-inscrição através de e-mail (bemessencial.reserva@gmail.com)

Publicidade
Encontros
©Ana Paganini

5. Encontros

Nas redes sociais da Rede de Bibliotecas de Lisboa, vão realizar-se, em formato virtual, quatro encontros breves entre autores literários e os seus leitores. As conversas, mediadas por Raquel Marinho, serão previamente anunciadas no Instagram, sendo possível enviar perguntas.

6 a 9 de Maio. 21.00.

Programas Parceiros
Fotografia: Francisco Levita

6. Programas Parceiros

Além de cinco percursos literários, em parceria com o programa Itinerários de Lisboa da Direcção Municipal de Cultura, poderá contar também com eventos programados por editores, livreiros, institutos culturais, fundações e associações da cidade de Lisboa, que foram convidados a apresentar programação própria, desde lançamentos de livros a concertos e sessões performativas. O melhor é consultar o site do festival.

Lisboa literária

  • Compras
  • Livrarias

As edições que se seguem têm a cidade das sete colinas como pano de fundo, embora a tratem sob diferentes perspectivas, de transportes públicos, arte, cultura e roteiros a histórias de tempos idos ou até a um gato aventureiro. Mas se há conclusão comum a todos estes livros sobre Lisboa, é que a cidade também apresenta um grande potencial no papel.

  • Coisas para fazer
  • Centros culturais

Sabemos bem quais são as nossas livrarias independentes preferidas, aquelas que não estão presas a uma cadeia, um franchising, um conglomerado ou qualquer tipo de substantivo colectivo usado para designar agremiações do género. Na hora de pensar em rechear as estantes lá de casa, lembre-se destes pequenos livreiros e do esforço hercúleo que têm feito para sobreviver.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade