Jardim de Verão: a programação que não pode perder na Gulbenkian

Três fins-de-semana para se poder estender à sombra da cultura
Jardim da Gulbenkian
©Pedro Ribeiro Simões Jardim da Gulbenkian
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Qual praia, isto é o Jardim de Verão. E é na Gulbenkian que deve mergulhar. 

Jardim e Verão podem soar como mel aos nossos ouvidos, ainda para mais quando juntamos as duas para um programa cultural que vai da ópera ao hip-hop, tudo para chegar a novos públicos. Traçámos-lhe o plano das festas para os próximos três fins-de-semana em mais uma edição do Jardim de Verão, que arranca já esta sexta-feira. Música, performances e filmes de animação – há de tudo para passar um bom bocado em família. 

Recomendado: Os melhores parques e jardins de Lisboa

A programação que não pode perder na Gulbenkian

Mario Laginha
©DR

Mário Laginha com Orquestra Gulbenkian

Mário Laginha já tem uma carreira de mais de duas décadas no jazz, tanto em nome próprio como na partilha com outros artistas. É um dos grandes. O músico inaugura o ciclo esta sexta com um Concerto para Piano e Orquestra e Concerto para Clarinete, partilhando o palco com a Orquestra Gulbenkian e com Carlos Piçarra Alves (clarinete).

Grande Auditório. Sex 21.00. 10€.

RosaReis

Corações ao Alto

Margarida Mestre faz jus ao nome e lidera este concerto de corpos e vozes, o Corações ao Alto. O projecto resulta de um desafio lançado a um grupo que irá interpretar, na Galeria de Arte Islâmica do museu, peças construídas a partir da escuta de celebrações religiosas que se praticam em Lisboa, como é o caso dos cantos do Egipto, Arménia ou antigo Império Otomano.

Coleção do Fundador – Galeria de Arte Islâmica. Sáb 18.00. Entrada livre.

Publicidade

RRR!…Rios, Risos e Ritmos

Podem ser pequenos em tamanho, mas facilmente percebemos que já são grandes intérpretes. O Coro Infantil da Universidade de Lisboa tem um repertório que vai de Bach a Britten ou a Lopes-Graça, mas dá especial ênfase à música étnica e à música contemporânea. Neste concerto, as vozes do grupo Piccoli Cantori di Torino juntam-se às do coro infantil para comporem um cenário com 150 jovens em palco.

Anfiteatro ao Ar Livre. Dom 17.00. 3€.

A programação que não pode perder na Gulbenkian

Ópera na Prisão – Só Zerlina ou Cosi Fan Tutte?

Ópera na Prisão é um projeto da PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social) que surgiu em 2014 no Estabelecimento Prisional de Leiria, cujos reclusos participantes se apresentam agora com uma ópera de Mozart, Così Fan Tutte, com a participação da Orquestra Gulbenkian. A serenata e a moral da história serão cantadas em rap na primeira pessoa por alguns solistas prisionais.

Grande Auditório. Dia 12 e 13 de Julho 19.00. 5€.

Da Ópera ao Hip Hop em animação

São quatro os programas “Da Ópera ao Hip Hop” que vão ser apresentados no Jardim de Verão e que propõem um encontro entre a arte da imagem em movimento e a música. Cada programa apresenta diferentes géneros que podem passar pelo jazz, folk, rock, pop, ópera ou hip-hop, sempre usando técnicas do cinema de animação que vão da marioneta aos recortes 3D.

Coleção Moderna – Sala Polivalente. 14 e 15 de Julho 11.00 e 12.30. 4€.

Publicidade
CARMEN (Dmitri Tcherniakov 27 juin 2017)
Patrick Berger

Óperas do Festival de Aix-en-Provence

Quatro projecções de óperas inéditas do consagrado Festival de Aix-en-Provence chegam à Gulbenkian durante este fim-de-semana. Carmen de Bizet, The Rakes’ Progress de Stravinsky, Così Fan Tutte de Mozart e Alcina de Händel são as produções que vão ser transmitidas, tudo para abrir a música – e a ópera em particular – a um novo público.

Grande Auditório. 14 e 15 de Julho 15.00 e 20.00. Entrada livre.

A programação que não pode perder na Gulbenkian

jardim de verao

Convidado de Verão: Joaquim Sapinho

Os últimos dias de Jardim de Verão ficam marcados pela inauguração da exposição do cineasta Joaquim Sapinho, que traça um percurso que se refere ao exílio e à expressão de uma imensa confluência de culturas e civilizações patentes no museu. Esta iniciativa corresponde ao segundo momento de uma ideia iniciada em 2016 e que consiste em criar pontes entre as duas coleções do Museu Calouste Gulbenkian: a do Fundador e a Moderna.

Coleção Moderna. Inaugura a 20 de Julho 18.00 até 24 de Setembro. Qua-Seg 10.00-18.00. 10€.

Artyom Manukyan Trio

O violoncelista arménio Artyom Manukyan faz a sua estreia em Lisboa no Jardim de Verão e traz uma abordagem musical com várias colaborações na área do jazz. A ele juntam-se Vardan Ovsepian (piano) e Christian Euman (bateria) para revisitar os temas do seu álbum de estreia, Citizen.

Anfiteatro ao Ar Livre. 21 de Julho 21.00. 5€.

Publicidade
©Nash Does Work

Entre o Hip e o Pop

Quatro nomes que dificilmente veria juntos noutro contexto: Mafalda Veiga, Carlão, Ana Deus e Capicua juntam-se para formarem uma banda durante uma noite, acompanhados de Francis Dale nas teclas, Ricardo Riquier na guitarra, João Leitão no baixo e Fred na bateria. A partir das 21.00, ouvem-se vinte das suas mais emblemáticas canções, cantadas a quatro vozes, numa miscelânea de estilos musicais.

Anfiteatro ao Ar Livre. 22 de Julho 21.00. 5€.

Mais em Lisboa

Arte

Exposições a não perder este Verão em Lisboa

O calor é bom, e desta vez tardou em chegar. Já boas exposições nunca são de mais, com o bónus de terem sempre aquele ar condicionado indispensável à conservação das obras de arte, sempre numa temperatura amena ideal. Se é fã de fotografia, de pintura ou de azulejo fique a saber que pode contar com cada um desses elementos nesta lista de exposições para ver até Setembro.  Para não morrer de insolação e para se inundar de arte, estas são as exposições que não pode perder este Verão em Lisboa. Comece já a tratar desta check list. 

Coisas para fazer

Os melhores passeios em Lisboa

A pé ou de burro, de barco ou helicóptero, do centro da cidade a Sintra, de Cascais a Arrábida. Fomos à procura das melhores experiências em Lisboa. Para gente crescida e miudagem cheia de estaleca, aqui segue um roteiro de experiências únicas para ocupar os tempos livres. Confira alguns dos melhores passeios em Lisboa e arredores, para partir à descoberta em família ou sozinho.  

Publicidade