Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Livros gratuitos à porta? Descubra as bibliotecas que entregam ao domicílio
leitura
©Tom Hermans/ Unsplash

Livros gratuitos à porta? Descubra as bibliotecas que entregam ao domicílio

Conheça os serviços de entrega de livros ao domicílio da área metropolitana de Lisboa.

Por Renata Lima Lobo
Publicidade

As bibliotecas estão fechadas; os livros, não. Há boas notícias para comunidades de leitores de todo o país: várias bibliotecas viraram a página e lançaram iniciativas e serviços de entrega de livros em casa dos seus leitores. Em complemento, há bibliotecas que abrem a porta, sob marcação, para entrega e devolução de livros, em regime de take-away. Andámos à procura dos serviços de entrega de livros ao domicílio na área metropolitana de Lisboa, mas sugerimos que consulte os canais do seu município e das bibliotecas locais. Pode ser que tenha uma bela surpresa.

Recomendado: Livros grátis para descarregar durante a quarentena

Descubra as bibliotecas que entregam ao domicílio

Barreiro

Enquanto a Biblioteca Municipal do Barreiro estiver de portas encerradas, os munícipes podem abrir a porta de casa para ter acesso aos livros requisitados durante este período. As entregas deste novo serviço de empréstimo domiciliário são feitas sempre à quarta-feira pelos técnicos da biblioteca, que prometem cumprir todas as regras de segurança e higiene recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Após consulta do catálogo, os pedidos de empréstimos podem ser feitos para o email biblioteca.municipal@cm-barreiro.pt ou através do telefone 21 206 8656, entre segunda e sexta-feira, das 09.30 às 12.30 e das 14.00 às 17.00. Cada munícipe tem direito a requisitar até cinco livros por mês. Nada mau.

Lisboa

O serviço de entregas de livros ao domicílio da Rede de Bibliotecas de Lisboa arrancou a 9 de Fevereiro e não tem data para terminar. Chama-se BLX à sua Porta e está disponível para todos os portadores do cartão Rede BLX que residam no concelho de Lisboa. Os livros, cuja disponibilidade pode consultar online, chegam às 24 freguesias da cidade com a ajuda da equipa das BLX, que faz as entregas e as recolhas, cumprindo todas as regras de segurança. Os pedidos de empréstimo e devolução podem ser feitos por telefone (21 817 3090) ou por email (bib.galveias@cm-lisboa.pt), de segunda a sexta-feira, entre as 10.00 e as 17.00. Não tem cartão Rede BLX? Tudo se resolve. Em resposta à Time Out, a Divisão da Rede de Bibliotecas, esclarece que "neste momento ​qualquer pessoa pode solicitar o cartão BLX para aceder a serviços como o BLX à sua Porta ou a plataforma PressReader”, onde a rede alfacinha disponibiliza mais de 7000 jornais e revistas. O pedido do cartão pode ser feito para o mesmo email designado para os pedidos do BLX à sua Porta. De resto, este serviço vai permanecer após a pandemia, de forma a levar a leitura a pessoas com mobilidade condicionada.

Publicidade

Loures

A Câmara de Loures também tem um novo serviço de entrega de livros ao domicílio, mas a entrega é feita por uma empresa de táxis com a qual estabeleceu uma parceria. A iniciativa TÁXILIVRO está disponível para todos os lourenses que queiram requisitar livros, CDs e DVDs das bibliotecas municipais e recebê-los directamente no domicílio. Os munícipes têm de estar inscritos nas bibliotecas e, após uma consulta ao catálogo, o pedido faz-se por telefone (21 115 1262/ 21 115 0665) ou email (bmjs@cm-loures.pt/ bmas@cm-loures.pt). As entregas em casa acontecem às terças e sextas-feiras até às 14.00 e pode aproveitar o momento para fazer uma devolução. Se preferir pode deslocar-se a uma biblioteca municipal para levantar a requisição, após fazer a sua marcação.

Oeiras

Oeiras também decidiu agir em prol dos leitores do concelho. Livros Livres: Empréstimos ao Domicílio é o novo serviço gratuito das bibliotecas municipais, que durante o actual período de confinamento facilita o acesso à leitura a quem tem maior dificuldade de mobilidade. Para usufruir do serviço, os leitores devem consultar o catálogo, pesquisar os livros que querem ler e requisitar um máximo de dois por leitor. As reservas são feitas para o número 91 879 6832, de segunda a sexta-feira, entre as 10.00 e as 16.00, e os livros serão entregues em casa num prazo máximo de 48 horas. Se quiser também se pode dirigir a uma das três bibliotecas municipais (Oeiras – 21 440 6340, Algés – 21 097 7480 e Carnaxide – 21 097 7430) que mantêm em funcionamento o serviço público de empréstimo e devolução de livros, jogos, DVDs e CDs, mas sempre com marcação prévia. Neste caso o horário de funcionamento também inclui os dias de sábado, entre as 08.30 e as 12.30.

Take away de livros
Take away de livros
©Câmara Municipal da Moita

Vá buscar

Não levam livros a casa, pelo menos para já, mas algumas bibliotecas lançaram serviços de take-away para os seus leitores. É o caso da Biblioteca Municipal da Amadora, da BACS – Biblioteca Arquiteto Cosmelli Sant’Anna, gerida pela Junta de Freguesia de Santo António, da Biblioteca do Palácio Baldaya, gerida pela Junta de Benfica, ou das quatro Bibliotecas Municipais da Moita, com a iniciativa Livros a Circular. Uma boa desculpa para desconfinar por breves instantes e levar para casa bons companheiros de quarentena.

Mais leituras

Christopher Anderson_ Son
Christopher Anderson/ Kehrer Verlag

Da realidade à ficção: uma viagem pelo mundo através de livros de fotografia

Arte Fotografia

Enquanto a história da fotografia tem sido amplamente investigada, documentada e divulgada, pouca atenção é dada ao fenómeno dos fotolivros. Em 2005, Martin Parr e Gerry Badger lançaram o primeiro de três volumes sobre a história dos fotolivros, em que reuniram 200 exemplares fundamentais para entender a sua evolução, mas a fotografia está em constante mudança e muita coisa tem sido feita. Estes são alguns dos livros de fotografia que, nos últimos anos, melhor nos mostraram o mundo que nos rodeia.

banda desenhada, livros, livros de banda desenhada
Fotografia: Miika Laaksonen/ Unsplash

Seis novidades de banda desenhada a não perder

Compras

A chamada nona arte apresenta histórias aos quadradinhos, narradas em sequência através de vinhetas, como as dos super-heróis ou as aventuras da Mafalda, de Quino. Mas há mais para além da Marvel, da DC e dos clássicos da nossa infância. Uns têm menos letras, outros mais asneiras. Uns são para as crianças, outros para os adultos, outros ainda para a família inteira. Espreite estes seis livros de banda desenhada, lançados entre os últimos meses de 2020 e os primeiros deste novo ano.

Publicidade
livros infantis
Fábula

Cinco novidades literárias para crianças

Miúdos

Livros nunca são demais e a melhor altura de lhes apanhar o gosto é logo desde pequeninos. A verdade é que os miúdos nem precisam de já saber ler para se maravilharem com as páginas ilustradas e as histórias onde nunca falta uma bela moral. Em prosa curta ou verso, sem nunca dispensar a ilustração aprimorada e cheia de bons esconderijos, estas obras prometem fazê-los abrir a boca de espanto. São cinco sugestões de livros infantis fresquinhos (da fornada de 2021) que convencem até os adultos.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade