A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisboa na Rua
Fotografia: José Frade

Da música às leituras, saiba o que não pode perder no Lisboa na Rua

Mergulhámos na programação do Lisboa na Rua e dizemos-lhe o que tem de ver.

https://media.timeout.com/images/105796494/image.jpg
Escrito por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

O recolher obrigatório inverteu-se: agora é proibido ficar em casa. Com um menu cultural preenchido, que convida a saltitar entre praças, jardins e bairros da cidade, o Lisboa na Rua está de volta para um mês de intensa actividade ao ar livre. Entre 21 de Agosto e 19 de Setembro, a EGEAC promove, em parceria com a autarquia, estreias mundiais nas mais diversas áreas artísticas, mas também o regresso de propostas vencedoras de edições anteriores – como o Lisboa Mágica, que conta com a produção do ilusionista Luís de Matos, e o Open House Lisboa, numa edição que se estende, pela primeira vez, até à outra margem do rio Tejo. Prontos a desconfinar em segurança, passámos a programação a pente fino. E convidamos os veraneantes citadinos a seguir-nos as pisadas.

Recomendado: Coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

  • Coisas para fazer
  • Lisboa

Em 2021, faz-se história. Pela primeira vez, a experiência de arquitectura poderá viver-se em conjunto nas cidades de Lisboa e Almada. Conhecido por abrir portas de casas e apartamentos privados, de reservas ou áreas técnicas de museus e teatros, o Open House Lisboa aposta numa expansão territorial que junta as duas margens num evento acessível pensado para o grande público. Agendado para o fim-de-semana de 25 e 26 de Setembro, o programa apresenta-se diversificado, com um roteiro de espaços e percursos que segue as linhas de água das duas áreas urbanas. Tal como Camões pede inspiração às ninfas do Tejo, também aqui o rio é o motivo central e unificador de “Os Caminhos da Água”.

  • Arte
  • Arte contemporânea
  • Belém

Grada Kilomba inaugura esta obra com uma performance que contará com a produção musical de Kalaf Epalanga e várias gerações das comunidades afrodescendentes como protagonistas. Composta por 140 blocos, que formam a silhueta do fundo de uma nau e desenham minuciosamente o espaço criado para acomodar os corpos de milhões de africanos, escravizados pelos impérios europeus, a instalação de grande escala da escritora e artista multidisciplinar estará patente de 3 de Setembro a 17 de Outubro, na Praça do Carvão do Maat. Estendendo-se junto ao rio por 32 metros de comprimento, O Barco/ The Boat convida o público a entrar num jardim da memória, que reflecte e questiona “um dos mais longos e horrendos capítulos da humanidade”. Este evento também está integrado na BoCA.

Publicidade
  • Música
  • Música ao vivo
  • Princípe Real

Está com saudades de passar uma tarde de domingo a ouvir jazz, soul, funk ou hip-hop? A 14.ª edição do Somersby Out Jazz arrancou este mês no Jardim Botânico Tropical e segue, em Setembro, para o Jardim Botânico de Lisboa e, em Outubro, para o Anfiteatro de Pedra, na Tapada da Ajuda. Os bilhetes custam 3€. Os lucros, este ano, revertem totalmente para a União Audiovisual.

Mais em Lisboa

  • Atracções
  • Parques e jardins

Em Lisboa há parques para todos os gostos e nós escolhemos os melhores para brincar com os miúdos, ler um livro ou fazer um piquenique, independentemente da altura do ano. Afinal todos os dias são bons para uma pausa num destes parques e jardins de Lisboa. Do jardim da Estrela ao pulmão verde de Lisboa – falamos do Monsanto, pois claro –, espaços verdes não faltam na cidade. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade