O que não pode perder no Lisboa na Rua

Mergulhámos na programação e dizemos-lhe tudo o que não pode perder
musica no cinema
©José Frade/EGEAC
Por Francisca Dias Real |
Publicidade

Mais de duas dezenas de propostas, quase todas elas ao ar livre, quase todas de entrada livre. Um extenso cartaz que o convida a saltitar entre praças, jardins e diferentes bairros da cidade. É assim o Lisboa na Rua, uma iniciativa da EGEAC, que chega esta quinta-feira com mais uma edição farta em música, teatro, cinema, dança, magia e passeios.

O conselho que lhe damos é que antecipe a habitual compra de uma nova agenda e comece a tirar notas e a organizar-se, porque a escolha é muita. Damos-lhe boas razões para sair de casa. 

Recomendado: Coisas grátis para fazer em Lisboa esta semana

Eventos que não pode perder no Lisboa na Rua

1
Festival MuDança
©Facebook Festival MuDança
Coisas para fazer

Festival MuDança

icon-location-pin Lumiar
icon-calendar

Ao longo dos hectares da Quinta das Conchas, abre-se um palco partilhado com jovens artistas locais da Alta de Lisboa. É um verdadeiro projecto de intervenção social que espelha a diversidade do panorama artístico e cultural da cidade através da música e da dança.

2
Palácio Baldaya
@CML
Coisas para fazer

Aniversário do Palácio Baldaya

icon-location-pin Benfica/Monsanto
icon-calendar

O Palácio Baldaya reabriu no ano passado todo azul e catita e celebra o 1.º aniversário com festa rija ao longo de vários dias do mês de Setembro: há uma tarde de fados (1), um ciclo de cinema ao ar livre (15 e 16) e concertos da fadista Fábia Rebordão e do cantor e compositor PZ (29).

Publicidade
3
artista na cidade, moving people
©Studio Fabian Hammerl
Teatro

Moving People

icon-location-pin Campo Grande/Entrecampos/Alvalade
icon-calendar

É um documentário-performance, que Christiane Jatahy, Artista na Cidade 2018, apresenta sobre a questão dos refugiados. Moving People é um documentário filmado, montado e projectado no mesmo instante em que é feito. Ao público é pedido que leve objectos que ache fundamental ter numa casa, e são eles que dão cor e detalhe ao filme. As fronteiras entre quem assiste e quem conta desaparecem.

4
Alvalade
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Os cafés e outras constelações de encontro da Avenida de Roma

icon-location-pin Alvalade
icon-calendar

Campos, quintas e hortas, era disto que o bairro de Alvalade era feito até finais do século XIX. Agora, é território de memórias que vai poder conhecer em visitas guiadas e tertúlias. São três percursos de história: Os Verdes Anos, O 25 de Abril e a Geração do Rock. Dois terminam no café Vá-Vá, onde vai regressar ao passado, o outro termina no Jardim dos Coruchéus.   

Publicidade
5
antiprincesas
©Estelle Valente/São Luiz
Miúdos

Antiprincesas

icon-location-pin Alvalade
icon-calendar

Uma estreia e uma reposição. A história das Antiprincesas já rola na cidade há uns valentes meses, alternando as histórias de mulheres inspiradoras. A evocação da escritora brasileira Clarice Lispector repete-se na Quinta das Conchas (29 e 30), e a estreia da peça da militar boliviana de origem indígena Juana Azurduy acontece no Parque José Gomes Ferreira (15, 16, 22 e 23).   

6
feira da luz
©Gonçalo Ferreira/JFCarnide
Coisas para fazer

Feira da Luz

icon-location-pin Carnide/Colégio Militar
icon-calendar

Depois das Festas de Lisboa e um coreto concorrido, Carnide não pára e recebe a famosa Feira da Luz, no jardim com o mesmo nome. Prepare-se que isto vai ser um mês em festa, de 1 a 30 de Setembro. Além disso, é paragem obrigatória de quem quer renovar o enxoval lá de casa – das loiças aos têxteis, das panelas aos trapinhos do armário. E sendo que é um mês inteiro e não há festa sem música, a Feira da Luz tem sempre um cartaz para todos os gostos. Conte com Lena D'Água, Toy, Carapaus, Azeite & Alho, Aurea, Carolina Deslandes e Clã. 

Publicidade
7
out jazz
(Cortesia OutJazz)
Coisas para fazer

Out Jazz

icon-location-pin Lisboa
icon-calendar

A 12.ª edição do Somersby Outjazz leva música aos jardins de Lisboa. No mês de Agosto a romaria de domingo é em direcção ao Jardim da Estrela, e em Setembro muda-se ao Jardim do Campo Grande, tudo para mais uma temporada de papo para o ar. Espaços verdes, muita música gratuita todos os domingos às 17.00.   

8
Lisboa Soa
©Asier Gogortza
Coisas para fazer

Lisboa Soa

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real
icon-calendar

A água é o elemento chave desta edição do Lisboa Soa, não decorresse o evento nas grandes instituições que fazem jus ao elemento, como é o caso da Mãe d’Água das Amoreiras ou da  Galeria do Loreto. O Lisboa Soa junta residências artísticas, concertos aquáticos, passeios sonoros e até workshops para aprender a construir microfones. Ponha-se à escuta e não se molhe.

Publicidade
9
open house
©Untold
Coisas para fazer

Open House Lisboa

icon-location-pin Lisboa
icon-calendar

Entrar sem bater à porta é o lema do Open House Lisboa, que este ano é comissariado por Luís Santiago Baptista e Maria Rita Pais. São mais de 70 locais – muitos deles habitualmente fechados ao público –, entre apartamentos, teatros ou escritórios, disponíveis para visitas durante esses dias. É oferecer as chaves da cidade às pessoas.

10
usar em contexto do lisboa na rua
©José Manuel Ribeiro/Reuters
Música

20 Anos Expo'98

icon-location-pin Parque das Nações
icon-calendar

Faça de conta que está na Expo 98, afinal foi apenas há 20 anos (já?). E Venham Mais Vinte – este é o espectáculo de comemoração do aniversário da Expo com a Orquestra Metropolitana dirigida pelo maestro Pedro Amaral e com Mário Laginha ao Piano. Acontece na Altice Arena.

Publicidade
11
Parque das Nações
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Verão no Parque

icon-location-pin Parque das Nações
icon-calendar

Já que estamos no Parque das Nações, por cá ficamos a viver o Verão no Parque. A Casa do Arboreto (26 Agosto, 2, 9, 16, 23 e 30 Setembro; 11.00) recebe sessões de conto para crianças, o Casino Lisboa é palco de um concerto (23; 18.00) da Banda da Armada, e no Passeio do Adamastor (29; 15.00-19.00) estende-se o Bazar no Parque – um mercado de artigos reciclados e em seGunda mão. No último dia de Setembro, o Navio Escola Sagres vai estar aberto para visitas (16.45-21.45).  

12
incomodarte
©Site do projecto DECIDE
Coisas para fazer

Incomodarte — Deficiência e Sociedade

icon-location-pin Parque das Nações
icon-calendar

É um ciclo de cinema e debates para sensibilizar a comunidade em relação a temáticas sobre os direitos das pessoas com deficiência. Sexualidade, vida independente e guerra são os três temas de destaque.

Mais em Lisboa

Joana Carneiro
@Rodrigo César
Música

Concertos gratuitos de Jazz & Clássica em Setembro

Após o merecido repouso estival – ou após digressões por outras paragens –, muitas orquestras começam a aquecer os motores para a temporada de 2018/19 e algumas das primeiras aparições fazem-se em concertos gratuitos associados ao Festival Cantabile, ao Lisboa na Rua e ao Festival de Sintra. Enquanto as folhas outonais não começam a cobrir a calçada, esta lista de sugestões permite-lhe ouvir música ao vivo, sem gastar um cêntimo, um pouco por toda a cidade – de Belém às Avenidas Novas, passando pelo Bairro Alto e pela Avenida da Liberdade. 

Lumina Cascais
©DR
Coisas para fazer, Festivais

Setembro: um mês, tantos festivais

O regresso das férias pode ser um pouco menos doloroso graças aos festivais que animam Lisboa ao longo do mês de Setembro, isto tudo depois do marasmo que é habitualmente o mês de Agosto no que toca a estas lides festivaleiras. Lisboa Soa, Queer, Lumina, Chapéus na Rua: todos acontecem este mês. É uma verdadeira rentrée de festivais, com direito a tudo o que a cidade precisa para voltar a entrar no ritmo frenético: cinema, fado, teatro, cerveja, dança ou gastronomia. Não perca o fio à meada e siga as nossas sugestões. 

Publicidade
Timão de Atenas
@Jose Caldeira
Teatro

Teatro em Setembro: 12 peças a não perder

Shakespeare não falta à chamada, assim como não faltam Beckett, Strindberg, Claudio Tolcachir, Duncan Macmillan, Nuno Cardoso e a misteriosa Odete, entre outros. Autores de categoria, uns mais, outros menos reconhecidos, postos em cena por encenadores e intérpretes, na maior parte dos casos com provas dadas, noutros ansiosos por as prestarem perante o público. Este mês há peças de diferentes géneros, nascidas em diferentes épocas com diferentes intenções. Há umas que é só rir. Mas há também aquelas em que, rindo ou não, é preciso pensar e não apenas ficar ali sentado a fruir. Fruir é, aliás, a palavra-chave. Por isso tenham todo o prazer possível com esta dúzia de peças propostas.

Música

Concertos em Lisboa em Setembro

Setembro é um mês muito peculiar. Por um lado, queimam-se os últimos cartuchos do Verão. Por outro, é a altura da rentrée, do regresso à rotina que é também o regresso dos concertos em Lisboa. Para além de festivais como o Lisb-On, a Festa do Avante! e o Santa Casa Alfama, há uns quantos concertos que valem mesmo a pena, como os de Feist, Beach House, Mercury Rev ou Low. Mas nada que chegue aos calcanhares das duas datas, esgotadíssimas, dos U2 na Altice Arena. A mais institucional banda rock do mundo vem apresentar o álbum do ano passado, Songs of Experience. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com