Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores jogos disponíveis nos serviços PlayStation Now e Xbox Game Pass

Os melhores jogos disponíveis nos serviços PlayStation Now e Xbox Game Pass

‘Red Dead Redemption 2’ já está no Xbox Game Pass. Aproveitamos para destacar outros títulos que é possível descarregar neste tipo de serviços

Entretenimento, Videojogos, Red Dead Redemption 2
©DR Red Dead Redemption 2
Publicidade

Nos últimos anos, muitas pessoas habituaram-se a pagar uma mensalidade pelo acesso aos catálogos de filmes e séries disponíveis em plataformas como a Netflix ou a HBO. Passa-se o mesmo com os videojogos. O Xbox Game Pass, da Microsoft, destaca-se neste segmento desde 2017, e mais recentemente o serviço de streaming PlayStation Now, da Sony, começou a funcionar como um serviço de subscrição nos moldes do Game Pass, permitindo o download de mais de uma centena de jogos da PlayStation 2 e PlayStation 4 (também há títulos da PlayStation 3, mas só em streaming, exigindo uma ligação à internet rápida e estável). Ambos dão acesso a centenas de títulos, actualizados regularmente, e custam 9,99€ por mês. Ou menos, dependendo do tipo de subscrição.

Recomendado: Os melhores jogos de realidade virtual

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista
1

Bloodborne

É um clássico moderno e o sucessor espiritual de Demon Souls e Dark Souls, os RPG (role-playing games, ou jogos narrativos) absurdamente difíceis do mestre japonês Hidetaka Miyazaki. Desenvolvido pela From Software de Miyazaki, é um jogo de acção exigente, mas recompensador, que nos transporta para uma cidade gótica, decrépita e ameaçadora, cuja história se vai revelando lentamente.

Disponível no PlayStation Now.

2

Control

Uma agência secreta do governo norte-americano estuda fenómenos paranormais, que se desenrolam frequentemente sem que ninguém dê por isso. É desta premissa que parte um dos títulos mais badalados de 2019, cuja protagonista passou anos e anos em busca da verdade. E dá por ela no meio de uma história de ficção científica, com muitos tiros e quebra-cabeças pelo meio, quando finalmente descobre a base de operações da agência.

Disponível no PlayStation Now.

Publicidade
3

Doom

Durante anos, Doom foi o padrão-ouro dos FPS (first-person shooters, ou jogos de tiros na primeira pessoa). Mas o género mudou e o título da id Software foi-se tornando irrelevante. Até que esta nova encarnação recuperou a glória do passado e nos lembrou de que um bom jogo de tiros não precisa de histórias realistas nem de grandes orçamentos, só de monstros e armas que os façam explodir.

Disponível no PlayStation Now e Xbox Game Pass.

4

Final Fantasy XV

Simultaneamente uma aventura épica e uma pequena viagem com um grupo de amigos, Final Fantasy XV tem algo de encantatório. Sob a direcção de Hajime Tabata, introduz várias alterações às mecânicas tradicionais da série, apesar de manter vários elementos familiares, e haver piscares de olho ao legado de Final Fantasy ao virar de cada curva.

Disponível no Xbox Game Pass.

Publicidade
5

Nier: Automata

Esta criação do iconoclasta japonês Yoko Toro, em parceria com a Platinum Games, é ao mesmo tempo um RPG distópico e um jogo de acção filosoficamente curioso e denso. É uma experiência diferente de quase tudo, apesar de reconhecer e celebrar o passado dos videojogos enquanto meio artístico e forma de expressão cultural.

Disponível no Xbox Game Pass.

6

Marvel's Spider-Man

Há muito de que gostar na mais recente aventura do Homem-Aranha. A começar pelas mecânicas e sistemas de controlo fluídos, ou a forma como o herói da Marvel despacha capanga atrás de capanga com relativa simplicidade, antes de enfrentar supervilões que são um desafio. Como na banda desenhada. Mas o melhor é o simples prazer de saltar de teia numa representação graficamente fiel e sumptuosa de Manhattan.

Disponível no PlayStation Now.

Publicidade
7

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Durante quase três décadas, Hideo Kojima expandiu limites e quebrou barreiras com cada novo capítulo da saga Metal Gear. E este é o ponto alto da série. Um jogo de acção furtiva que nos transporta para o Afeganistão e Angola durante os últimos anos da Guerra Fria, antes de se transformar numa história pessoal, densa e meta-referencial.

Disponível no PlayStation Now e Xbox Game Pass.

8

The Witcher 3: Wild Hunt

Muito antes da série da Netflix, a saga de fantasia medieval do polaco Andrzej Sapkowski chegou ao grande público através de jogos ambiciosos, como The Witcher 3: Wild Hunt. Um RPG moralmente ambíguo, também complexo e denso, que nos prende durante centenas de horas e onde (quase) todas as decisões dos jogadores têm consequências.

Disponível no Xbox Game Pass.

Publicidade
9

Red Dead Redemption 2

É o western mais imersivo alguma vez concebido. Partindo das estruturas erguidas pelo Red Dead Redemption original e inúmeros filmes de cowboys, a Rockstar criou um a experiência narrativa austera e pausada, que larga o jogador num vasto mundo aberto e o encoraja a explorá-lo e a vivê-lo, ao mesmo tempo que se confronta com o fim de uma era.

Disponível no Xbox Game Pass.

10

What Remains of Edith Finch

O primeiro videojogo dos estúdios indie Annapurna, com créditos firmados no cinema, é uma história sobre histórias – a da protagonista, as da sua família e as dos livros que se amontoam na casa onde se passa a acção. E desenrola-se como uma sucessão de pequenos e inventivos jogos, perfeitamente sintonizados com as histórias que contam.

Disponível no Xbox Game Pass.

Os melhores jogos para...

Coisas para fazer, Jogos e passatempos

PlayStation 4

A PlayStation 4 dominou a actual geração de consolas. Desde que foi lançada, em Novembro de 2013, já se venderam mais de 100 milhões de unidades em todo o mundo. Em Portugal, tem sido a consola mais vendida desde 2014. Este sucesso deve-se não só à superioridade técnica do sistema, como também à forma como a Sony posicionou a sua consola desde a primeira hora: é uma máquina de jogos antes de tudo o resto, com um catálogo vasto e abrangente. Das pequenas edições independentes às últimas produções multimilionárias, mais uns quantos clássicos à mistura, há títulos para todos os gostos. Estes são 12 dos melhores jogos para PlayStation 4.

Coisas para fazer

Switch

No espaço de três anos, venderam-se mais de 50 milhões de unidades da Nintendo Switch. E o sucesso é merecido, pois a mais recente consola da Nintendo é diferente de tudo aquilo a que estamos acostumados. É uma máquina versátil, que tanto pode ser ligada à televisão e tratada como uma consola doméstica tradicional como se transforma numa portátil – se bem que há uma versão mais barata e exclusivamente portátil, a chamada Switch Lite. É uma consola deste tempo, em que estamos habituados a relacionar-nos com o entretenimento em vários contextos e lugares. E tem vários títulos que não não se encontram em mais lado nenhum. Estes são os 12 melhores jogos para Nintendo Switch.

Publicidade
Coisas para fazer, Jogos e passatempos

Xbox One

A Xbox One não conheceu o mesmo sucesso que a anterior consola da Microsoft, a Xbox 360. Por várias razões. A começar pelo preço de lançamento e pelo foco em funções e características que não tinham nada a ver com videojogos, e a terminar na ligeira desvantagem técnica do hardware original face à PlayStation 4 – a maior parte dos jogos corriam melhor na consola da Sony, antes da chegada da Xbox One X. Com o tempo, estas falhas foram corrigidas, mas foi tarde demais. Mesmo assim, há centenas de títulos que vale a pena jogar na consola da Microsoft. Desde produções independentes a grandes blockbusters, estes são os 12 melhores jogos para Xbox One.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade