A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
pessoa a saltar em trampolim
Fotografia: Manuel MansoQuantum Park

Tudo a saltar: descubra parques de trampolins em Lisboa

Nestes parques de trampolins em Lisboa, prepare-se para dar aquele salto de gigante que todos precisamos na vida.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Tudo a saltar, tudo a saltar – qualquer semelhança com um hino-urbano-clubístico é pura coincidência. Até porque quem entra nestes parques de trampolins sabe que é para saltar como se tivesse molas nos pés e quisesse chegar ao infinito e mais além. Instalam-se em grandes armazéns, normalmente na periferia, com um grande pé alto e espaço para receber rampas, camas elásticas e trampolins para os mais pequenos e para os crescidos, que também podem ser crianças quando o espírito interior assim o quiser. Descubra estes parques de trampolins em Lisboa e arredores e leve a família atrelada.

Recomendado: Coisas grátis para fazer com crianças

Os melhores parques de trampolins em Lisboa

  • Coisas para fazer
  • Grande Lisboa

Herdou o sítio e a equipa do Bounce, mas tudo o resto é novidade no Jump Yard. Aqui toda a gente salta nos 3500 metros quadrados de trampolins e outras atracções para quem gosta de adrenalina. Entre a Jump Tower, uma zona em que é possível saltar de uma plataforma para aterrar num colchão de ar, a Clip’Climb, uma área com sete paredes (uma delas dupla) possíveis para escalar, ou o Ninja Park, uma parte do armazém para os cada vez mais fervorosos adeptos do programa American Ninja Warrior, o difícil é escolher por onde começar. 

  • Coisas para fazer
  • Sintra

É um dos maiores parques de trampolins da Europa, mas não só. O Quantum Park divide-se em três estações distintas, cada uma delas com níveis de dificuldade adaptados à experiência (ou à falta dela) de cada um. À entrada somos bombardeados com um arco-íris transformado em 20 paredes de escalada com nove metros de altura. A prata da casa são, claro, os trampolins, que ocupam a maior área do parque, contando com um campo de basquetebol e outro de dodge ball, uma torre de saltos, para os mais corajosos, e um percurso ninja, com saltos, equilibrismo, corrida, suspensão, a fazer lembrar os Jogos Sem Fronteiras. Ao fundo do parque, está a zona mais radical com um half-pipe para quem quiser mostrar os dotes em cima do skate, e ao lado está um air bag gigante em forma de rampa para aterrar depois de uma manobra sobre rodas.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Cascais

São mais de 80 trampolins e nove actividades abertas para todas as idades, no UPUP em Rio de Mouro, Sintra. Se pensa que se tratam de meros trampolins, engana-se. Aqui, há um espaço para praticar basquetebol e futebol e ainda um recinto dedicado ao dodgeball (o antigo jogo do mata). Há também uma zona de insufláveis e outra chamada de "Saco no Ar", que conta com quatro pistas de aceleração, com um metro e meio de profundidade, permitindo o aperfeiçoamento da técnica do trampolim. Os miúdos, que são habitualmente quem mais gosta destas coisas, têm também a oportunidade de fazer aqui a sua festa de aniversário.

Anima Park
  • Miúdos
  • Cascais

Basta calçar as meias antiderrapantes para entrar num mundo de brincadeiras cheio de cores. Arborismo indoor, escalada, slide, escorrega de bóias, trampolins e videojogos são algumas das atracções que os miúdos vão encontrar no Anima Park, em Cascais. Acha que já chega para lhes gastar a energia toda? Pois fique a saber que há ainda o Brinquedão, um espaço com 175 metros quadrados cheio de obstáculos, um labirinto e um escorrega; e uma cidade em ponto pequeno, com uma oficina, um supermercado e uma cozinha para os miúdos brincarem aos crescidos. Para os pais, há um lounge bar com vista para o parque infantil – além de mesa de snooker, máquina de flipper e petiscos.

Mais em Lisboa

  • Coisas para fazer
  • Eventos desportivos

Equipamentos de fitness municipais, paredões, espaços verdes amplos, enfim, uma variedade de locais onde pode compensar os excessos calóricos. Nestes ginásios ao ar livre em Lisboa, e não só, pode aventurar-se num treino solitário ou com uma grupeta de amigos e sem gastar um tostão. E não, não é ginástica de reformado, mas de bem informado – depois de ler este artigo de uma ponta à outra, claro. Qual vai ser a sua desculpa? Deixe-se disso e dê à perna, aos braços e ao corpo no geral que o tempo do sedentarismo já passou.

  • Coisas para fazer

A primeira quarentena em 2020 obrigou os ginásios a fechar. Mudaram-se os ritmos dos treinos – e os próprios treinos – perante a nova realidade. Dois anos depois, com todos os cuidados, já é possível voltar em segurança aos ginásios e dar tudo na malhação, sem desculpas. Houve até quem não desistisse de investir nestes equipamentos e abrisse novos espaços. Portanto, liberte o stress da cidade a pedalar numa bicicleta ou a esmurrar um saco de boxe nestes novos ginásios da cidade. Qual é o seu tipo de desporto?

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade