Paragens obrigatórias no Bairro dos Museus em Cascais

A autarquia de Cascais aproveitou a proximidade geográfica dos edifícios culturais para criar o Bairro dos Museus. Siga o nosso roteiro obrigatório pela vila

Casa das Histórias - Paula Rego

Cascais criou um verdadeiro microclima cultural com a implementação daquilo a que chamou Bairro dos Museus. O conceito é simples e só requer que dê umas voltinhas pelo perímetro que concentra um conjunto de equipamentos dedicados à cultura na vila. Concebido pela Câmara Municipal de Cascais e pela Fundação D. Luís I, o Bairro dos Museus em Cascais distingue-se pela forte componente de inovação e coerência cultural.

Para entrar nos edifícios pode optar (vá por nós, que compensa) por comprar o bilhete único. Custa 8€ e dá acesso a todos os equipamentos do Bairro dos Museus.

Preparado para a maratona? O Centro Cultural de Cascais, a Casa Sommer, o Museu Conde Castro Guimarães, a Casa das Histórias de Paula Rego e a Casa de Santa Maria são os pontos de paragem obrigatória neste roteiro cultural. Prometida para breve, está a abertura do Museu de Arte Urbana, a próxima grande atracção da zona. 

Os melhores sítios para visitar no Bairro dos Museus em Cascais

Casa de Santa Maria

Foi em 1902 que Raul Lino desenhou a casa de Santa Maria como um dos seus primeiros projectos. A casa foi uma encomenda de Jorge O’Neill, um aristocrata de origem irlandesa, e situa-se na ponta de Santa Marta, junto ao farol. É considerada uma das mais importantes peças do património artístico de Cascais.

Serviu de residência privada durante cem anos e, em 2004, foi adquirida pela autarquia. Mantém a traça original, com paredes forradas a azulejo. Agora é mais um edifício a fazer parte do Património Nacional à fruição pública e também está disponível para eventos. Olhe uma festa de anos ali, ãh?

Comprar bilhetes Ler mais
Cascais

Casa Sommer

Entrar numa casa que também é uma espécie de museu/arquivo pode ser um bom plano se se quiser pôr a par da história de Cascais. A antiga residência do empresário milionário Henrique Sommer é a mais recente aquisição do Bairro dos Museus. Inaugurada em Dezembro de 2016, foi recuperada pela Câmara Municipal de Cascais, tornando-se a nova sede do Arquivo Histórico Municipal (o segundo maior arquivo do país).

No interior, que cresceu dos 824 metros quadrados para 1254 com o projecto da arquitecta Paula Santos, há uma livraria municipal, uma sala de consulta pública e três pisos de exposição cheios de tesouros. As exposições que recebe estão muito ligadas à história de Cascais e às suas actividades. Do ténis à vela, os temas são vastos.

Ler mais
Cascais
Publicidade

Centro Cultural de Cascais

Antes era o Convento de Nossa Senhora da Piedade, agora é o Centro Cultural de Cascais – e não há que enganar sobre o que se faz aqui. Abriu portas em 2000 e tornou-se num espaço multidisciplinar, especialmente vocacionado para as artes visuais.

Recebe seminários, conferências, concertos e performances, para além das exposições temporárias que vão mudando de quando em quando. Por lá, também há uma cafetaria com uma agradável esplanada num pátio interior.

Comprar bilhetes Ler mais
Cascais

Casa das Histórias Paula Rego

O museu da artista Paula Rego em Cascais, num edifício desenhado pelo Pritzker de 2011, Eduardo Souto de Moura, foi inaugurado em Setembro de 2009 e, além da colecção de obras da artista, tem sempre boas exposições temporárias. A colecção da Casa das Histórias Paula Rego é composta por 620 obras e não há exposição que não tenha o dedo de Paula Rego, da escolha dos quadros à sua disposição em cada sala.

A Casa das Histórias traça o percurso artístico de Paula Rego ao longo de 50 anos, tendo também obras do seu marido, o artista britânico Victor Willing. Também é por lá que pode encontrar um acervo documental e uma obra têxtil de grandes dimensões, exposta logo na entrada do museu. As salas de exposição são uma verdadeira miscelânea de dimensões – umas com pé direito maior, outras mais pequenas e com luminosidade que varia de exposição para exposição.  

O edifício dispõe, numa das famosas torres de betão pigmentado a vermelho, de uma cafetaria de usufruto público com esplanada, caso queira fazer uma pausa na complexidade artística das obras de Paula Rego.

Comprar bilhetes Ler mais
Cascais
Publicidade

Museu dos Condes de Castro Guimarães

Cheira a madeira e a história antiga. Inaugurado em 1931, o Museu dos Condes de Castro Guimarães, o mais antigo de Cascais, é uma peça da arquitectura romântica e reúne uma colecção bibliográfica com mais de 2800 volumes, tendo sido até a primeira biblioteca pública da vila.

Há uma sala com um tecto bastante peculiar, cheio de trevos de três folhas, uma herança da origem irlandesa do primeiro proprietário do espaço. É nessa Sala dos Trevos que se tem celebrado o famoso St. Patrick’s Day.

Noutra divisão, a Sala da Música, pode observar um órgão de tipo francês — com um sistema tubular pneumático – que está ali instalado desde 1912.

Ler mais
Cascais

Anda por Cascais? Há muito por onde escolher

Os melhores restaurantes em Cascais

A meia hora de Lisboa, Cascais não é só um paraíso de praias: tem belíssimos restaurantes para antes ou depois do bronze 

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros

Coisas para fazer em Cascais

Para quem acha que em Cascais não há nada mais do que praias bonitas e ondas para surfar, temos uma série de sugestões que provam exactamente o contrário e dão matéria para passar um dia completo na vila – sem tempo para pausas. 

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

Comentários

0 comments